A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

09/05/2012 17:59

Rio Brilhante fica com cara de feriado em dia de final do Estadual

Fabiano Arruda
Torcedores apostam em 2 a 1 para o Águia Negra contra o Naviraiense nesta quarta-feira. (Foto: Minamar Junior)Torcedores apostam em 2 a 1 para o Águia Negra contra o Naviraiense nesta quarta-feira. (Foto: Minamar Junior)

“Aconteça o que aconteça este ano vai dar Águia na cabeça”, garante a frase de uma música tocada exaustivamente em carro de som na tarde desta quarta-feira na praça central de Rio Brilhante, que sedia às 20h50 a partida final da Série A do Campeonato Sul-Mato-Grossense entre Águia Negra e Naviraiense.

Logo na entrada da cidade, de cerca de 28 mil habitantes e que tem na agropecuária e na atividade sucroalcooleira as principais vertentes econômicas, uma faixa convida para a decisão.

Pequenas bandeiras nas cores do Águia Negra estão espalhadas pelos postes de iluminação nas principais vias do município. Torcedores com camisa do clube transitam e sinalizam as apostas de placar. Carros buzinam sem parar e o comércio também exibe as cores do rubro-negro por onde se olha.

Para chegar à conquista, basta ao Águia empatar dentro de casa, no estádio Ninho da Águia, que deve receber 5,5 mil torcedores nesta noite.

“Meio a zero serve”, brinca Luiz Carlos da Silva, 56 anos, o seo Dinho, um dos torcedores mais antigos do Águia Negra. Ele diz que a paixão da população de Rio Brilhante pelo time é antiga. Recorda que, em 2007, a equipe desbancou agremiações de Campo Grande e faturou seu primeiro título estadual.

Cena que se repete em 2012. Cene e Comercial, as principais forças do futebol na Capital, ruíram ao longo da competição, superadas pela tradição que o interior se mostra ser mais forte.

Carros de som e até ônibus: cores do clube e otimismo na conquista do título.Carros de som e até ônibus: cores do clube e otimismo na conquista do título.

Na opinião dele, a promoção de pelo menos três jogadores das categorias de base foi fundamental para a equipe de Rio Brilhante estar na final da competição. Entre as “joias”, cita Guilherme, de apenas 19 anos, uma das esperanças de gols dos torcedores nesta noite.

“Domingo não vou ter mãos para nada. Vai ser uma para segurar cada taça”, brinca, apostando na conquista do título do Águia e do Santos, seu time do coração, na final do Campeonato Paulista.

Os donos da casa - O vereador Ilie Vidal (DEM), presidente licenciado do clube, tem viva na memória parte da história do clube. O pai dele, de mesmo nome, foi fundador do clube em 1971 e recebe o nome do estádio.

O parlamentar lembra que o Águia Negra surgiu com uma equipe formada por funcionários da Prefeitura. “De 1971 a 1980 meu pai foi técnico, diretor, presidente”, conta.

Hoje em busca da reeleição do mandato, Vidal já vestiu as cores do time dentro do campo. Em 1998 assumiu pela primeira vez a presidência. Mesmo com tanta vivência, não sabe explicar a origem do nome da equipe.

“Era um nome bonito. Acredito que seja porque a águia voa alto e tem garras”, diz.

Para ele, a paixão da população de Rio Brilhante pelo clube tem razões ligadas a particularidades de uma cidade do interior. “Na época da fundação nem televisão havia. A opção do povo era ir para o campo”, revela, ressaltando que o costume se estendeu por anos.

Mesmo empolgado com a possibilidade de presenciar mais uma conquista do clube, Ilie lamenta a disputa pelo título não ocorrer num domingo, como em 2007. “Muitos torcedores moram na zona rural. Se fosse num domingo a cidade ia estar muito mais movimentada”, explica.

“Hoje vai lotar”, anuncia, por sua vez, o presidente do rubro-negro, Geziel Marques, ao responder sobre a expectativa de público no estádio Ninho da Águia, inaugurado em 2004.

Seo Dinho, um dos torcedores mais antigos do Águia, faz sinal de vitória.Seo Dinho, um dos torcedores mais antigos do Águia, faz sinal de vitória.
Filho do fundador do clube, vereador Ilie Vidal lembra da formação do time de Rio Brilhante.Filho do fundador do clube, vereador Ilie Vidal lembra da formação do time de Rio Brilhante.

Com medidas de 105 metros de comprimento por 70 de largura, a proximidade com o campo deve fazer do local um caldeirão a favor do time da casa nesta noite.

Para Marques, o fato de o time ser finalista neste ano começou a ser desenhado no Estadual do ano passado, quando foi eliminado pelo Aquidauanense na segunda fase da competição.

“Pelo menos 60% do grupo é do ano passado. São jogadores jovens e experientes. E eles estão muito focados em conquistar o título”, diz.

História - Em 41 anos de existência, alguns jogadores que saíram do Águia Negra marcaram seus nomes no futebol nacional.

É o caso do centroavante Chicão, que jogou entre o final da década de 70 e os anos 80, em clubes como Ponte Preta, Santos, Botafogo, Coritiba e Santa Cruz.

Outro prata da casa que jogou no Santos foi o meia-atacante Carlos Silva, que vestiu a camisa do Peixe em 1979.

Mais recentemente, no ano passado, o meia-atacante Alan Mineiro, um dos jogadores da equipe durante o Estadual, hoje atua no futebol japonês.

Cerimônia - Horas antes do encerramento do Campeonato Estadual, tudo pronto no estádio Ninho da Águia. Por volta das 17 horas, funcionários faziam os últimos reparos.

A taça que será entregue ao campeão, que vem de Campo Grande, ainda não havia chegado ao estádio. A entrega do troféu ocorrerá minutos após a partida num canto do campo, onde será instalado um placar eletrônico de tecnologia LED.

A temperatura no município é de 29ºC no final da tarde de hoje. A final do Campeonato Estadual será transmitida ao vivo pela TV Morena.

Estádio Ninho da Águia: tudo pronto para a decisão.Estádio Ninho da Águia: tudo pronto para a decisão.


pow cade o trio?
foi muito massa.
parabéns aguia.
 
wellbert oliveira em 10/05/2012 12:22:26
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions