ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, QUARTA  10    CAMPO GRANDE 13º

Esportes

Torneio regional é aperitivo para Brasileiro de Vôlei de Praia em MS

Nacional está marcada para o fim do mês no Parque das Nações Indígenas

Por Gabriel Neris e Bruna Marques | 03/07/2022 10:24
Lance de jogo da semifinal feminina de vôlei de praia (Foto: Henrique Kawaminami)
Lance de jogo da semifinal feminina de vôlei de praia (Foto: Henrique Kawaminami)

A Praça Belmar Fidalgo, em Campo Grande, está recebendo neste fim de semana o Centro-Oeste de Vôlei de Praia Sub-19, competição que serve de aperitivo para a etapa do Brasileiro, marcada para o Parque das Nações Indígenas, no fim de julho.

A competição nacional seria realizada na próxima semana, mas foi adiada para os dias 27 a 31 de julho.

Já a competição regional define neste domingo os campeões das categorias masculina e feminina. O título entre as mulheres será disputado entre Larissa/Rafela (GO) x Victória/Melissa (MS) e Ana Galhardo/Ana Sanches (MS) x Sofia/Barbara (MT). Já a disputa masculina conta com Rafael/Luis (MS) x Daniel/Davi (DF) e Marcus/Victor (MT) x Max/Marcos (MS).

“Os três que subirem no pódio já estão classificados para a fase nacional, que acontecer em Natal, no final de agosto”, explica o presidente da Federação Estadual de Vôlei, José Amâncio da Motta, o “Madrugada”. “Temos sempre buscando algo que possa melhorar a modalidade e com isso trazemos competições importantes”, completa.

Segundo ele, o Brasileiro de Vôlei de Praia, previsto para o fim do mês, contará com os principais atletas da modalidade. A expectativa é reunir cerca de 180 competidores, sendo 12 de Mato Grosso do Sul. A estrutura do evento começa a ser montada na próxima semana. Ao todo, serão cinco quadras montadas, com capacidade para receber 1,2 mil pessoas sentadas.

Carlos Eduardo, de 20 anos, começou na modalidade há cinco anos (Foto: Henrique Kawaminami)
Carlos Eduardo, de 20 anos, começou na modalidade há cinco anos (Foto: Henrique Kawaminami)

O campo-grandense Carlos Eduardo Dias Vidal, de 20 anos, estava acompanhando a competição regional nesta manhã em Campo Grande. Classificado para o Mundial, em setembro, o jogador relembra o início da carreira há cinco anos.

“Comecei com meu padrasto, Roberto Calepes, é meu técnico e jogava profissional. Começou a me ensinar a jogar. Ele criou uma escolinha e a partir desse momento comecei a jogar”, disse ele, que atualmente faz dupla Anthony, de Bela Vista. “Meu objetivo é ser campeão brasileiro e rodar o Circuito Mundial. Ser referência no Estado”, completa.

Nos siga no Google Notícias