ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, QUINTA  02    CAMPO GRANDE 29º

Esportes

Você chegou ao ponto de ter de escolher qual conta pagar?

Você ou sua família estão com problemas financeiros? Onde cortaram gastos?

Por Anahi Zurutuza | 26/09/2021 10:48
Em abril, professor baiano Aladiran Fernandes, 40, viralizou em vídeo fazendo o sorteio das cobrançs que chegaram à sua casa no estilo Tele Sena, programa do SBT (Foto: Youtube/Reprodução)
Em abril, professor baiano Aladiran Fernandes, 40, viralizou em vídeo fazendo o sorteio das cobrançs que chegaram à sua casa no estilo Tele Sena, programa do SBT (Foto: Youtube/Reprodução)

A crise econômica, escancarada pelos 14,4 milhões de desempregados no Brasil e a inflação nos preços dos produtos e serviços que chegou a quase 10% em setembro, parece estar longe de dar trégua. Está difícil para muita gente ter dinheiro suficiente para o básico.

Você ou sua família estão com problemas financeiros? Onde cortaram gastos? Chegaram ao ponto de terem de “sortear” o boleto que vai ser quitado no mês?

Desde março de 2020, quando a Prefeitura de Campo Grande emitiu decreto determinando a proibição no corte no fornecimento de água por inadimplência, cerca de 32 mil contribuintes abriram mão do pagamento e ficaram endividados com a Águas Guariroba, concessionária responsável pelos serviços de água, coleta e tratamento de esgoto da Capital.

De acordo com a empresa, antes do período de pandemia, o número de residências com contas em atraso girava em torno de 8 mil por mês. Com a proibição do corte no fornecimento, esse número saltou para cerca de 40 mil.

Agora, a concessionária já está autorizada a interromper o fornecimento de inadimplentes, iniciou mutirão para negociar contas em atraso, mas a conta de água não pode mais ficar para depois, o que tem dificultado a vida de muita gente,  já que as contas de energia também subiram.

Enquete

Você chegou ao ponto de ter de escolher qual conta pagar?

Sim

62%

Não

38%
Este site é protegido pelo reCAPTCHA e pelo Google.
Política de Privacidade e Termos de serviço.
A votação para essa enquete terminou.
Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário