A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


16/07/2015 06:00

"Cafezinho" significava propina em esquema de empreiteiros

Edivaldo Bitencourt

Código do suborno - Cafezinho era um dos códigos usados, em telefonemas, para cobrar propina dos empreiteiros investigados pela operação “Lama Asfástica”, da Polícia Federal. No dia 18 de fevereiro, final da tarde, homem ainda não identificado pela polícia liga para saber se poderia tomar o “cafezinho” no dia seguinte.

Decidido – O empresário e dono do Correio do Estado, Antônio João Hugo Rodrigues, oficializou a saída do PSD. Ele foi candidato a senador pelo partido em 2014 e ficou em quarto lugar. Ele continua lamentando a saída da legenda que ajudou a fundar e presidiu no Estado.

Caravana da tristeza – O vereador Coringa (PSD) procurou Antônio João para contar que está triste com o novo presidente, o advogado Antônio Lacerda. O empresário postou no Facebook que tem recebido caravana de descontentes com os rumos do partido.

Exonerada – O prefeito da Capital, Gilmar Olarte (PP), exonerou, na terça-feira, Clarice Benites. Ela era chefe do Departamento de Gestão e Desenvolvimento Cultural da Fundac (Fundação Municipal de Cultura). Ela estava no cargo desde a época em que o prefeito era Alcides Bernal.

Denúncia – Clarice foi denunciada pelo Ministério Público Estadual em ação civil pública por improbidade administrativa. Ela, Bernal e mais cinco foram responsabilizados pela contratação de 13 músicos, que receberam R$ 26 mil, para se apresentarem em Ribas do Rio Pardo, a 103 quilômetros da Capital.

Crise – O prefeito da Capital editou, pela terceira vez no ano, o decreto que reduz os gastos públicos em até 30%. A medida de austeridade não tem sido suficiente para evitar a crise financeira do município, que vai pagar, pela primeira vez em 18 anos, com atraso os salários dos funcionários públicos.

É bem pior – O vereador Chiquinho Telles (PSD) está chocado com a crise da prefeitura. Ele contou, ontem de manhã, que a Fundação Municipal de Esportes não tem bolas para atender as escolinhas de futebol nos bairros. O órgão enfrenta uma situação tão crítica, que não tinha nem telefone para receber ligações.

Parque – A Funesp também é responsável pela administração dos parques. O Airton Sena, no Conjunto Aero Rancho, continua interditado. No sábado, durante o temporal, o quadra de esportes e de apresentações culturais foi destelhada pelo temporal.

Inútil – O deputado estadual Beto Pereira (PDT) surpreendeu os colegas ao rejeitar a própria emenda à LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias). A proposta previa política para a recuperação de dependentes químicos. No plenário, os colegas acharam graça do deputado não aprovar a própria emenda.

Derrota – O prefeito da Capital teve duas derrotas na Câmara Municipal ontem. A primeira foi a redução da suplementação, de R$ 63 milhões para R$ 57 milhões. A segunda foi rejeição ao veto do projeto dos agentes de saúde e de endemias.

(colaboraram Antonio Marques e Leonardo Rocha)

2018 será ano mais curto para o Legislativo
Três meses – Carnaval, Semana Santa, campanhas eleitorais, Copa... Tudo isso encurta 2018 para os trabalhos legislativos. A observação é de Fábio Tra...
Máfia do Cigarro passa quase livre nas estradas
Esquema antigo - A atuação da Máfia do Cigarro em Mato Grosso do Sul vem de décadas e, de tempos em tempos, surge uma nova denúncia envolvendo polici...
MS também tem "bunker" cheio de dinheiro
Versão tupiniquim - O “bunker”de Geddel Vieira, que escondeu R$ 51 milhões de propina, tem versão pantaneira. Paredes de apartamento de um político e...
Secretário torce e comemora venda da folha
Torcida - Parecia um jogo valendo título a forma como o secretário de Finanças e Planejamento de Campo Grande, Pedro Pedrossian Neto, acompanhava a a...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions