ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, TERÇA  20    CAMPO GRANDE 21º

Jogo Aberto

"Pobre", shopping dá prêmio inédito para corrida

Por Edivaldo Bitencourt | 30/08/2013 06:00

Prêmio – O Shopping Campo Grande decidiu inovar no prêmio para a Corrida Noturna. A situação parece ser de penúria, já que não será viagem, carro nem dinheiro. O vencedor vai ganhar, pasmem, um ano de estacionamento grátis no centro comercial.

Quem é mais inteligente – O prefeito de Rio Brilhante, Sidney Foroni (PMDB), e o presidente da Sanesul, José Carlos Barbosa, relembraram, ontem, dos tempos de faculdade. Os dois disputavam quem foi o melhor colocado no vestibular de Direito. Geraldo Resende (PMDB) entrou na conversa e se declarou vencedor, já que teria ficado em primeiro lugar, enquanto os dois ficaram com o segundo e terceiro lugar.

Fácil – No mesmo evento, o governador André Puccinelli (PMDB) entrou na brincadeira para acabar com a disputa. Ele disse que o curso de Direito não é parâmetro, já que qualquer um entra na faculdade de Direito. A galera caiu na gargalhada.

Prefeito paraninfo – O prefeito de Coxim, Aluízio São José (PSB) virou o representante oficial da categoria em qualquer evento. Considerado quase do "cerimonial dos municípios", ele falou em nome dos prefeitos no evento para distribuir kits culturais, de manhã, e no pacote de investimentos da Sanesul, à tarde.

Lugar dos sonhos – Ex-prefeito de Campo Grande e pré-candidato a governador do PMDB, o secretário estadual Nelson Trad Filho (PMDB) sonhou acordado, ontem à tarde, ao descer as escadarias da Governadoria. Ele ficou olhando a galeria dos ex-governadores e, digamos assim, ficou se imaginando em integrar a decoração no futuro.

Menos um – Trad deu uma aula sobre o futuro político dos ex-governadores do PMDB, como Marcelo Miranda, Wilson Barbosa Martins e Ramez Tebet. Apesar de Pedro Pedrossian ter ficado filiado pouco tempo ao partido, ele também o citou na ocasião. Todos tiveram cargos políticos relevantes após deixar o cargo. Só pulou Zeca do PT, que mesmo com dois quadros na galeria, não foi citado por Nelsinho, já que é vereador de Campo Grande.

Sabonete – O ex-administrador do Hospital do Câncer, Adalberto Siufi, soube se esquivar das perguntas mais espinhosas e não caiu nas pegadinhas em depoimento na CPI da Saúde da Assembleia. Amarildo Cruz chegou a repetir a mesma pergunta de várias formas, mas não houve meio de arrancar uma declaração polêmica de Siufi.

Enciclopédia – Adalberto Siufi prometeu, durante o depoimento, deixar todo leigo especialista em Medicina. Ele disse que os presentes, em torno de 150 pessoas, iriam sair do local sabendo “tudo que um leigo deveria saber” das artes médicas.

Revalida – Após ouvir Adalberto Siufi por quase três horas, um popular entrou na onda do médico e gritou que já estava preparado para fazer o Revalida. O exame é aplicado para médicos estrangeiros comprovarem o conhecimento antes de atuar no País. A plateia delirou em gargalhadas com a chacota.

Messias – Com o processo de cassação ganhando força na Câmara Municipal, o prefeito Alcides Bernal (PP) começa a construir a imagem de “salvador da pátria” ou “Messias”. Em entrevista a uma rádio ontem, ele disse que “cumpre missão Divina” como prefeito de Campo Grande. E que faz pela cidade o que não foi feito em 20 anos.

(colaboraram Helton Verão e Bruno Chaves)

 (editada para correções às 8h04)

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário