A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 16 de Janeiro de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


27/08/2014 06:00

Alcides Bernal perde mais uma na Justiça

Edivaldo Bitencourt

Arquivado – O Superior Tribunal de Justiça arquivou ação de Alcides Bernal (PP) para retornar ao cargo de prefeito de Campo Grande. O pedido foi negado pelo pleno da corte. O STJ manteve decisão do Tribunal de Justiça em favor do atual prefeito, Gilmar Olarte (PP).

Esperança – Bernal vem alardeando para os mais próximos que tem chance de voltar ao cargo nos próximos dias.

Amor – Os candidatos a governador prestigiaram o desfile cívico para demonstrar "amor" a Campo Grande, maior colégio eleitoral do Estado. Bateram ponto, Delcídio do Amaral (PT), Reinaldo Azambuja (PSDB) e Nelsinho Trad (PMDB).

Sem volta – PMDB de Mato Grosso do Sul não deve abandonar o PSB. Nesta semana, Nelsinho  oficializa o apoio à candidatura de Marina Silva a presidente da República.

Em alta – Em alta nas pesquisas nacionais, que começaram a ser divulgadas ontem, a ex-senadora pode embalar a campanha de Nelsinho Trad no Estado.

Dia corrido – O prefeito Gilmar Olarte teve fôlego para participar de uma maratona de eventos em comemoração aos 115 anos da Capital. Começou de madrugada com serenata aos ex-prefeitos, depois foi ao desfile, ao almoço e terminou com participação na Marcha para Jesus.

Milagre na face – Os candidatos a deputado estadual estão apelando muito mais aos “milagres” do photoshop. No fim de semana, teve eleitor que não reconheceu o candidato em carne e osso durante corpo-a-corpo em uma feira da Capital.

Só pode ser outro – Uma eleitora se apaixonou pelo candidato ao ver a foto no santinho. No entanto, quando viu o homem de perto, ficou espantada e decepcionada. “Nossa, até parece outra pessoa”, dizia, pasma com os efeitos do photoshop.

Professor – O governador André Puccinelli (PMDB) vem atuando como professor nesta campanha eleitoral. Ele vem ensinando aos mais jovens como abordar os eleitores e pedir para adesivar os carros. Em outro evento, corrigiu candidato sobre os dados da administração peemedebista, que estavam sendo divulgados de forma errada.

TraíraCandidatos a deputado estadual e federal começam a jogar contra o próprio time. Eles realizam evento para pedir votos, mas, quando chega na hora do candidato a governador, pedem voto, na maior cara de pau, para o adversário. E em último caso, deixam o eleitor a vontade para escolher o candidato a governador que achar melhor.

(colaborou Eduardo Penedo)

Cury já se programa para votar taxa do lixo
Preparado- Embora a situação ainda esteja, estranhamente, indefinida, o ex-vereador Eduardo Cury (SD) já conta como certa sua participação na votação...
O julgamento de Lula e a ameaça que sai de MS
Medo - Faltando pouco mais de 10 dias para o polêmico julgamento do ex-presidente Lula, um morador de Mato Grosso do Sul está sendo citado para justi...
Dono de hospital diz não a convite do Podemos
Tô fora – Cortejado por diversos partidos para disputar as eleições de 2018, inclusive sendo apontado como potencial candidato ao governo de Mato Gro...
Volta às aulas corre risco de novo adiamento
Mais uma vez - De férias, o presidente da Assomasul, Pedro Caravina (PSDB), já recebeu pedido de prefeitos para adiar o início do ano letivo na rede ...


Uma pergunta: Será que os candidatos do PP são mudos? Só o Bernal fala por eles!!!
 
emerson silva em 27/08/2014 09:56:25
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions