A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 27 de Maio de 2019


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


10/05/2019 06:00

Algumas denúncias são só sombras para MPMS

Ângela Kempfer, Anahi Zurutuza e Mayara Bueno

No arquivo - O MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) investigou e não encontrou irregularidades na atuação da Digitho Brasil Soluções em Software na Sefaz (Secretaria de Estado de Fazenda). Em 2016, denúncia de que funcionários da empresa estavam atuando com fiscais da pasta chegou ao órgão.

Arquivado 2 – O Conselho Superior do MPMS também decidiu arquivar denúncia de 2018 sobre fraude no uso do ponto e existência de funcionários fantasmas na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, porque “as suspeitas, por si só, não são mais do que sombras”.

O retorno - Um dia após a Operação Nota Zero, que mirou contratos da Secretaria de Educação de Mato Grosso do Sul, o trabalho voltou ao normal no prédio do Parque dos Poderes, com o funcionamento regular. Mas nenhuma informação extra foi repassada à imprensa. Afastamentos de servidores e outros detalhes da ação? Só com a Polícia Federal, segundo a assessoria da secretaria.

Outra hora – Depois de três dias da notícia de que o Consórcio Guaicurus entrou com ação pedindo perícia técnica no contrato de exploração do transporte na Capital, a Prefeitura de Campo Grande ainda não foi notificada pela Justiça, portanto, diz que ainda não pode se manifestar sobre o assunto.

De novo – A senadora Simone Tebet (MDB/MS) teve de novo o nome citado na imprensa nacional como possível nome a ocupar ministério, após anúncio de que a Integração Nacional pode ser reativada. Mas ela anda bem cautelosa. Segundo sua assessoria, a parlamentar prefere aguardar a votação final da MP 870 que, entre outros assuntos, recria o ministério, para só depois se pronunciar.

Limpeza - O deputado Paulo Corrêa (PSDB), presidente da Assembleia Legislativa, aproveitou a sessão de ontem para dizer que lá não tem votação feita no "afogadilho" e que todas as propostas votadas em regime de urgência, tem o aval dos líderes partidários por se tratarem de vetos antigos para fazer limpeza de pautas. O pronunciamento pareceu recado para o deputado Renan Contar (PSL), que teria reclamado da rapidez na votação de alguns projetos.

Em debate - A presidente da Associação dos Auditores de Controle Externo, Kasla Gomes, foi até a Assembleia Legislativa convidar os deputados para participar de audiência pública sobre a reforma da previdência, que vai ocorrer no Tribunal de Contas, nesta sexta-feira (10). "É um importante debate, está na pauta em todo o país e todos devem se informar sobre a reforma, para conhecer melhor a proposta no Congresso Federal", reforçou Pedro Kemp (PT).

1º semestre - Expectativa entre governadores que esperam mudanças para receber verbas federais, a reforma da previdência pode ser votada até junho. A previsão é do secretário Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho. Ele fez os cálculos levando em conta o tempo até que o relatório do deputado federal Samuel Moreira (PSDB-SP) sobre a reforma da Previdência sejá apresentado à comissão especial da Câmara dos Deputados, o prazo para as audiências públicas e a votação na comissão.

Fim de bolsas - Após a Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) suspender as bolsas de mestrado e doutorado de todo o País, a UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) confirmou ontem o fim de 36 auxílios. A medida foi comunicada pela Propp (Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação) aos professores de diferentes departamentos.

Poupados - Segundo o Ministério da Educação, só serão poupados os programas de pós-graduação mais bem avaliados do país, com notas 6 e 7. No geral, a suspensão atingiu cerca de 3,5 mil bolsas, 1,75% do total de 200 mil benefícios deste tipo cadastrados na Capes. 

Por ai, tem preso que vai pagar para usar tornozeleira
Se virar moda? - O governo do Ceará sancionou lei que determina a cobrança a internos do sistema penitenciário para uso de tornozeleiras eletrônicas....
Justiça Federal terá escritórios-contêineres
Puxadinho – A Justiça Federal anunciou que vai criar "escritórios-contêineres" no Fórum de Campo Grande. A justificativa é a “crescente escassez de r...
Convocação para protesto gera bate-boca na Câmara
Convite de última hora - A poucos minutos do fim da sessão ordinária da Câmara Municipal de Campo Grandes desta quinta-feira (23), os vereadores Will...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions