A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 19 de Julho de 2019


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


04/04/2019 06:00

Astro pantaneiro leva 50 pontos e perde a CNH

Ângela Kempfer

E assim a CNH se foi - Em 28 páginas do Diário Oficial com suspensão de CNHs em Mato Grosso do Sul, um nome chamou atenção nesta quarta-feira. Um dos motoristas a perder a Habilitação temporariamente é o músico Almir Sater. E a pontuação foi alta: 50 pontos negativos e 8 meses sem dirigir.

Não entendi - A audiência pública ontem, sobre uso do narguilé em locais públicos aqui em Campo Grande, revelou algo curioso sobre o universo legislativo. O autor da projeto de lei que quer proibir esse tipo de fumo, vereador Wellington Oliveira (PSDB), admitiu que usa o narguilé, "esporadicamente" e com os amigos.

Arquivo confidencial – Divulgada pelo Campo Grande News depois de um abaixo-assinado que tenta impedir o desmatamento de uma área de 33 mil metros quadrados na região do Parque dos Poderes, processo para a ação no Imasul parece ter sido guardado em uma caixa-preta. São poucos os detalhes divulgados até aqui, por meios oficiais, sobre o empreendimento.

Blindado – O próprio Siriema, sistema do Imasul para consulta e divulgação de relatórios e divulgações, dificulta ao máximo até o cadastramento de interessados na consult. Pede dados de familiares do interessado para fechar o cadastro. Em tempo: o abaixo-assinado fala que o desmate será feito para dar espaço a estacionamento, porém, a teoria sobre construção de um novo prédio também circula no Parque dos Poderes.

Calendário – A publicação do acórdão do Superior Tribunal de Justiça que manteve o ex-governador André Puccinelli (MDB) em liberdade ocorreu em um dia simbólico: 1º de abril, apesar do julgamento do STJ, que acatou o habeas corpus da ministra Laurita Vaz, ocorrer em 19 de março. O emedebista, por sua vez, havia sido solto em 18 de dezembro.

16ª frente - Também na Assembleia, Renan Contar (PSL) resolveu criar mais uma frente parlamentar. Desta vez, o tema será combate à corrupção e transparência na gestão pública. O parlamentar alega que o grupo vai buscar soluções e acompanhar as políticas públicas do poder público, e como estas sendo investidos os recursos públicos.

Emendas - O deputado Cabo Almi (PT) pediu que o governo estadual pague as emendas parlamentares, pendentes ainda do ano passado. O petista disse que da sua parte ainda não foi paga nem metade do valor. O líder do Governo, José Carlos Barbosa (DEM), reconhece a situação, mas ponderou que o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) vai efetuar o pagamento até o final do semestre.

Pente-fino - José Carlos Barbosa (DEM) defendeu os cortes feitos pelo governo estadual, no programa "Vale Renda", como um "pente-fino" necessário, feito pelo poder Executivo para identificar beneficiados que já não atendem os critérios do programa. "Para este pessoal que será retirado, haverá a entrada de novas famílias", garante.

Não é muito - Já Pedro Kemp (PT), que faz parte da oposição, quer mais informações sobre os cortes no programa. "Dos 45 mil beneficiários, 22 mil serão cortados do programa, ou seja, 48,8% do total. É comum encontrar algumas irregularidades, mas, no mínimo, é estranho metade das famílias serem cortadas", disse o petista. Ele quer saber se esta ação do governo teve objetivo de economizar despesas.

Quietos - A reunião entre o presidente da Assembleia, Paulo Corrêa (PSDB) e o procurador-geral de Justiça, Paulo Passos acabou sem nenhum detalhe divulgado à imprensa. Os dois discutiram a emenda polêmica que proíbe promotores de investigarem deputados. O Ministério Público informou que o encontro teve a intenção de buscar uma "solução" para questão, e comentou apenas que "houve um avanço" para o entendimento, para que atenda os interesses da sociedade.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions