A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 20 de Outubro de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


19/05/2015 06:00

Base fica menor e Olarte tem mais um dia decisivo

Edivaldo Bitencourt

Bombeiros – O Corpo de Bombeiros passou por uma saia justa nesta segunda-feira. Ao atender um acidente de trânsito no cruzamento das ruas Pernambuco e 13 de Junho, na Vila Célia, eles não tinham equipamentos para imobilizar a vítima.

Menos um – A presidente municipal do PMDB, vereadora Carla Stephanini, deixou, oficialmente, a base de apoio ao prefeito da Capital, Gilmar Olarte (PP). Como o partido está dividido, a parlamentar decidiu-se e vai ser independente na Câmara Municipal.

Grupo maior – A oposição continua com seis vereadores: Luiza Ribeiro (PPS), Cazuza (PP), Ayrton Araújo, Marcos Alex e Thais Helena, do PT; e Paulo Pedra (PDT). No entanto, o grupo dos independentes começa a ganhar tamanho: Eduardo Romero (PTdoB), Chocolate (PP), Chiquinho Telles (PSD) e, agora, Carla.

Tensão – Foi tenso o primeiro dia de depoimento da CPI das Contas Públicas. Os vereadores Paulo Pedra (PDT) e Airton Saraiva (DEM) se estranharam, trocaram farpas e deixaram o clima pesado. O primeiro a depor foi o secretário municipal de Administração, Wilson do Prado.

Aliados – O prefeito da Capital discutiu com os secretários e vereadores a repercussão da matéria do programa Fantástico, da TV Globo. Ele já cancelou duas coletivas que foram marcadas para tratar do assunto. A primeira seria no sábado. A última foi cancelada ontem à tarde.

Teste de fogo – Olarte terá um dia decisivo nesta terça-feira. A oposição promete protocolar o pedido para criar uma Comissão Processante. E um grupo se organiza para pedir a cassação após a denúncia do Fantástico. No entanto, pelo menos até ontem, o movimento estava com pouca adesão nas redes sociais.

Justiça – O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) defendeu, na manhã de ontem, maior agilidade no julgamento da ação judicial contra o prefeito da Capital. Para o tucano, só maior celeridade da Justiça pode acabar com a nova crise política instalada na cidade.

Punição – O tucano defendeu a apuração para que sejam punidos aqueles que realizaram algum desvio de recursos públicos. Sempre destacando que não faz prejulgamento de ninguém, Reinaldo concluiu: “a apuração deve ser feita com rigor e punir os culpados, aquele que cometeu que pague por isto”.

Segurança - O secretário de Segurança, Silvio Maluf, ressaltou que a questão do reajuste das categorias está sendo tratado pelo Fórum do Servidor. No entanto, concorda com o governador que os funcionários já tiveram aumento em dezembro do ano passado.

Sonho meu – O ex-deputado federal Antonio Carlos Biffi (PT) ainda sonha em voltar a ocupar um cargo na Capital federal. Quatro meses após deixar o mandato, ele ainda não se desfez da linha 061, de Brasília. Agora, resta saber se o petista sonha em voltar para Câmara dos Deputados ou ocupar um cargo no segundo escalão.

(colaboraram Leonardo Rocha, Marcelo Calazans, Antonio Marques)

Adeus a "Playboy" tem foto de bebida na mesa de bar
Despedida – Tem gosto amargo e dolorido, principalmente para as pessoas próximas, a última foto postada nas redes sociais por Marcel Colombo, conheci...
Campanha, tiro na escola e oportunismo
“Guerra virtual” – Não podia ser diferente. O episódio lamentável em que uma criança de 9 anos entrou armada na sala de aula em Campo Grande e atirou...
Justiça agora pode até cobrar Delcídio
Ainda à espera - A Justiça Eleitoral rejeitou o registro de candidatura de Delcídio Amaral (PTC) ao Senado, depois da derrota nas uras. A juíza Eliza...
Clima de campanha não poupa nem festões
Todo lugar - O clima de campanha, neste segundo turno polarizado, não deixa escapar nem os casamentos. Durante festa no sábado no bufê Murano, na Ave...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions