ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MARÇO, SEGUNDA  04    CAMPO GRANDE 24º

Jogo Aberto

Bolsonaro atrai poucos políticos durante visita

Marta Ferreira | 09/02/2018 06:00

Poucos – Chamou atenção durante a visita de Jair Bolsonaro a Dourados, nesta quinta-feira, a ausência de políticos. Um dos poucos era o ex-deputado estadual Coronel David, entusiasta de Bolsonaro já há bastante tempo. De representantes da política douradense, foram poucos.

Quem levou – Nem por isso a visita deixou de ser prestigiada. A carreata barulhenta tinha, segundo os responsáveis, mais de 200 veículos. O movimento foi liderado por Rodolfo Nogueira, produtor ligado ao movimento Direita Brasil.

Memória - Rodolfo, para quem não conhece, ao lado do coronel Davi, é um dos mais entusiásticos defensores da candidatura Bolsonaro. Ele é estreante na vida política-partidária.

“Todo mundo” – Indagado sobre um eventual ministério, o escolhido pelo PSL para disputar a presidência da República disse que já sabe apenas que na Defesa colocará um “general com estrelas”. Os outros cargos, afirmou, “podem ser ocupados por mulheres, por afro descendentes e por gays”. "Tem é que dar conta do recado".

Muro - Bolsonaro evitou polemizar só quando falou de Bolsa-Família. Afirmou apenas que é preciso rediscutir o programa de distribuição de renda. Uma das necessidades, segundo ele, é que seja uma ação emergencial.

Fico – A vereadora Darleng Campos reclamou de pressão para ser oposição dentro de seu partido, o PP, mas disse ontem, durante a sessão, que por enquanto não cogita deixar a legenda comandada por Alcides Bernal. Ela afirma que convites não faltam.

Pelo menos três – Entre os partidos, a parlamentar cita o PSDB, do presidente da Casa, João Rocha, o MDB do ex-governador André Puccinelli e o PSD de Marquinhos Trad. Ela diz que não sai por achar que “as coisas vão se resolver”.

Pré-Carnaval – As sessões de ontem foram rapidinhas tanto na Assembleia Legislativa quanto na Câmara dos Vereadores de Campo Grande. Na Legislativo Estadual, faltou quórum para votar um projeto sobre a eleição da chefia do MP. Na Câmara, deu 11h15 e os trabalhos já tinham encerrado e os vereadores desejado “bom Carnaval e até a próxima quinta”.

Expansão - Menos de um ano depois de começar a produzir a cerveja Bamboa, em Campo Grande, o grupo responsável anunciou ontem que vem aí uma segunda marca, a Moema. Dessa vez, não será puro malte, como a primeira, o que no mercado cervejeiro é considerado um tipo de bebida para o gosto mais popular.

Experiência - A cervejaria, a primeira em nível industrial da cidade, tem no seu DNA um ex-executivo de uma das maiores fabricantes nacionais. José Antônio Avesani Junior, que durante anos trabalhou na Brahma. 

(Com Mayara Bueno, Humberto Marques, Helio de Freitas e Kleber Clajus)

 

Nos siga no Google Notícias