A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Maio de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


27/05/2015 06:00

Câmara ganhará três vereadores "temporários"

Edivaldo Bitencourt

Vereadores “novos” – A Câmara Municipal de Campo Grande vai ganhar três novos vereadores por algumas horas. Os suplentes de Thaís Helena e Marcos Alex, do PT, e de Luiza Ribeiro (PPS), vão assumir os mandatos só para votarem o pedido para criar a Comissão Processante para investigar o prefeito da Capital, Gilmar Olarte (PP).

Estreia – Nenhum dos três já exerceu mandato de vereador antes. Lúcio Maciel (PT) é radialista e teve 1.448 votos na última eleição. O outro petista é Roberto Durães, com 1.980. O ex-presidente da Fundação Municipal do Trabalho, Aldo Donizete (PPS), substituirá Luiza.

Empecilho – A oposição vai colocar os suplentes para votar eventual pedido de cassação de Olarte para afastar qualquer suspeição sobre o caso. Este foi um dos principais argumentos usados por Alcides Bernal (PP), que tem o apoio da oposição, para tentar anular o decreto de cassação de 13 de março de 2014. Os vereadores da Comissão Processante votaram pela cassação.

Reforma – Olarte promete tirar do papel a reforma administrativa idealizada desde o ano passado para acabar com a crise política e administrativa. Até a fusão das secretarias de Receita e de Planejamento foi retomada. Só deve ter mudado o nome do titular da nova super secretária.

Balança, mas... – Nome certo para deixar a Prefeitura de Campo Grande é o do titular da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano. Heitor Pereira de Oliveira vai deixar o cargo para abrir espaço para um aliado.

Retorno – O vereador Edil Albuquerque (PMDB) vai contrariar orientação do ex-governador André Puccinelli (PMDB). Ele não só está disposto a voltar ao primeiro escalão, como trabalhar para resgatar a credibilidade da atual administração municipal.

Reata – Se Edil aceitar o comando da Semadur, o ex-deputado federal Antônio Cruz (PR) voltará à ativa. Ele está sem mandato desde que não conseguiu ser reeleito para a Câmara dos Deputados.

Fico – O secretário municipal de Saúde, Jamal Salem, está cansado das especulações sobre a sua saída. Ele vem reforçado que não pretender abandonar, em hipótese alguma, a administração municipal. E tem enfatizado, que “fica” e “fica”.

Polêmica – O clima esquentou na sessão de segunda-feira da Câmara Municipal de Água Clara. Os vereadores abandonaram a sessão em protesto contra o presidente, Valdeir Pedro de Carvalho, o Biroca, que não permitiu o uso da palavra a outro colega durante polêmica sobre a doação de um terreno para uma empresa.

Ânimo – O ex-assessor da prefeitura, Ronan Feitosa, aposta em um laudo para anular as provas do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado). Ele e o prefeito foram denunciados no caso, que ganhou repercussão nacional ao ser destaque do Fantástico, da TV Globo.

(colaborou Lidiane Kober)

DEM e a disputa entre André e Reinaldo
Já escolhi - Sobre a declaração de Puccinelli que estaria "namorando" o DEM, o deputado Zé Teixeira fez brincadeira para dizer de qual lado da disput...
Maioria prefere Lava Jato à Copa do Mundo
Copa? – Pesquisa do Instituto Paraná mostra que, a menos de um mês do Mundial da Rússia, o brasileiro não está muito motivado com o assunto. A consul...
Ex-ministro não errou o “do Sul”, mas...
Gafe - O ex-ministro Henrique Meireles (MDB) em um dos diversos discursos no evento em Campo Grande neste sábado (19) confundiu Mato Grosso do Sul co...
PMs presos têm “festival de ações”
Conhecidos da justiça - Entre as duas dezenas de policiais militares de Mato Grosso do Sul presos esta semana por suspeita de facilitar a vida dos co...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions