A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 27 de Junho de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


21/10/2016 06:00

Câmara Municipal encerra semana sem votar projetos

Waldemar Gonçalves

Passou em branco – Nesta semana, não houve votação de projetos na Câmara Municipal de Campo Grande. Nas sessões de terça e quinta-feira estava previsto para ser votado um projeto em cada dia.

Motivos – Na terça, a mesa diretora solicitou a retirada da proposta para ser discutida em audiências. E, na quinta, o autor não estava presente.

Clima amistoso – Após as curtas sessões, recentemente é comum ver os vereadores se reunirem e conversar amistosamente no plenário sobre diversos assuntos. A tensão de dias anteriores e após as eleições ficou no passado.

Silencioso – Um dos vereadores que mais discursava no plenário no período eleitoral, Roberto Durães (PSC), tem andado mais calmo. Desde que foi advertido pela Comissão de Ética, em uma punição inédita por ofensas à mãe do prefeito, o parlamentar mostra-se mais tranquilo e sereno.

Participação feminina – O vereador Carlos Augusto Borges, o Carlão (PSB), reclamou de sua sigla ter perdido tempo de propaganda partidária por não promover a participação política feminina. Para Carlão, esta situação é inadmissível e ele promete chamar a atenção da presidente estadual do partido, a deputada federal Tereza Cristina.

Figuras nacionais – A eleição municipal em Campo Grande teve poucas lideranças nacionais apoiando seus candidatos. Antes da campanha, o polêmico deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) participou da convenção do Coronel David (PSC). Agora foi a vez do senador Aécio Neves (PSDB-MG) ajudar o segundo turno de Rose Modesto (PSDB).

Outros tempos – Na disputa pelo governo estadual, em 2014, antes da campanha e durante, as lideranças nacionais estiveram no Estado, entre ela o próprio Aécio Neves, então candidato à presidência, e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que compareceu na convenção e depois para comício e carreata, na campanha de Delcídio do Amaral (sem partido-MS), à época no PT.

Quilombolas – Os deputados estaduais aprovaram projeto de resolução para incluir as comunidades quilombolas na Comissão de Desenvolvimento Agrário e Assuntos Indígenas. A proposta foi de Amarildo Cruz (PT). Com a disputa fundiária dos últimos anos, a atenção maior tem sido a estes grupos, então o objetivo é ampliar o horizonte a outros segmentos.

Cala boca já morreu – “Cala boca já morreu”, reiterou ontem a presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministra Cármen Lucia, ao responder a uma jornalista sobre o direito da imprensa de repassar informações aos cidadãos. Ela já havia usado a frase em decisão da corte que autorizou a publicação de biografias não autorizadas.

Democracia e imprensa livre – “Não há democracia sem uma imprensa livre. Não há democracia sem liberdade. Ninguém é livre sem acesso às informações”, continuou Cármen Lucia ao abordar o tema, minutos antes de ministrar palestra no fórum da Aner (Associação Nacional dos Editores de Revistas), em São Paulo (SP).

(com Leonardo Rocha e Richelieu de Carlo)

Marun volta a enfrentar vaias. E responde
De novo - O deputado Carlos Marun (PMDB) novamente passou por vaia em evento público. Foi ontem durante o lançamento do Festival de Inverno de Bonito...
Escolta de juiz consome perto de R$ 70 mil ao mês
Custo - Uma eventual candidatura do juiz federal Odilon de Oliveira (ele tem dito que pode disputar uma vaga ao Senado ou ao Governo do Estado) livra...
Após gravar Temer, um dos donos da JBS veio a MS
Visita ilustre - Um dos irmãos Batista, donos da JBS e deladores na Lava Jato, esteve em Campo Grande em abril. A visita ocorreu um mês depois de Joe...
Acampamento tem escala e até restrição ao trânsito
Continua - O acampamento dos policiais civis em frente à governadoria persistirá pelo menos até o dia 3 de julho, data agendada pelo governo para dar...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions