ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, QUARTA  21    CAMPO GRANDE 21º

Jogo Aberto

Candidato a senador pela oposição é flagrado saindo da Governadoria

Por Edivaldo Bitencourt | 26/09/2014 06:00
Antônio João foi flagrado saindo, ontem de manhã, do gabinete do governador
Antônio João foi flagrado saindo, ontem de manhã, do gabinete do governador

Candidato – Um dos principais porta vozes da oposição, o dono do Correio do Estado e candidato ao Senado, Antônio João Hugo Rodrigues (na foto ao lado), foi flagrado saindo da Governadoria, na manhã de ontem. Integrante da chapa de Reinaldo Azambuja (PSDB), ele deixou o gabinete do governador André Puccinelli pela saída privativa.

Confusão – A eterna confusão com o nome do Estado voltou a ocorrer ontem. O Jornal Hoje, da TV Globo, colocou Porto Murtinho no Mato Grosso ao noticiar a tragédia causada pelo tornado. No site do telejornal, Mato Grosso do Sul nem foi mencionado.

Debate – Os candidatos a governador de Mato Grosso do Sul se enfrentam hoje, a partir das 22h, no debate a ser transmitido ao vivo pelo SBT MS e pela TV Guanandi. Os seis confirmaram participação no embate.

Ataques – Os candidatos devem intensificar os ataques e as denúncias de corrupção nesta reta final. No debate deste noite, eles terão a oportunidade de fazer perguntas diretamente ao adversário.

Sessão Vazia - Não teve quorum novamente na sessão de ontem da Câmara Municipal de Campo Grande. Dos 29 vereadores, de 10 a 13 se revezaram no plenário nesta quinta-feira. O tema mais debatido foi o Hospital da Criança do SUS, que foi rejeitado pelo Conselho Municipal de Saúde.

Culpados – Os aliados do prefeito Gilmar Olarte (PP) buscavam uma explicação para a derrota no Conselho de Saúde. Para o líder do Executivo no legislativo, João Rocha (PSDB), “se houve instabilidade no projeto, o prefeito foi mal orientado, mais creio que isso não aconteceu. Não é hospital municipal, mais sim unidade de referência pediátrica”.

Conselho – Rocha foi mais longe ao tentar explicar a polêmica em torno do salário a ser pago aos médicos do Hospital da Criança do SUS. “Aqueles que têm duvidas não entrem, mas os que acreditarem sim. Está aberta a oportunidade!”, ressaltou.

Revolta – Os integrantes do Conselho Municipal de Saúde aproveitaram para protestar durante a reunião de quarta-feira (24). Eles realizaram a reunião com nariz de palhaço.

Prioridade – O secretário municipal de Saúde, Jamal Salem, vem se desdobrando para acabar com as resistências dos conselheiros municipais de saúde. Ele propôs uma comissão para promover mudanças no projeto e agilizar a aprovação do Hospital da Criança do SUS até 12 de outubro, quando o prefeito pretende inaugurar a nova unidade.

Sem estrelas – Após a vinda dos candidatos Aécio Neves (PSDB) e Eduardo Jorge (PV), e do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), a campanha eleitoral em Mato Grosso do Sul não terá nenhuma outra estrela, pelo menos, para o primeiro turno.

(colaborou Kleber Clajus)

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário