A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


26/09/2014 06:00

Candidato a senador pela oposição é flagrado saindo da Governadoria

Edivaldo Bitencourt
Antônio João foi flagrado saindo, ontem de manhã, do gabinete do governador Antônio João foi flagrado saindo, ontem de manhã, do gabinete do governador

Candidato – Um dos principais porta vozes da oposição, o dono do Correio do Estado e candidato ao Senado, Antônio João Hugo Rodrigues (na foto ao lado), foi flagrado saindo da Governadoria, na manhã de ontem. Integrante da chapa de Reinaldo Azambuja (PSDB), ele deixou o gabinete do governador André Puccinelli pela saída privativa.

Confusão – A eterna confusão com o nome do Estado voltou a ocorrer ontem. O Jornal Hoje, da TV Globo, colocou Porto Murtinho no Mato Grosso ao noticiar a tragédia causada pelo tornado. No site do telejornal, Mato Grosso do Sul nem foi mencionado.

Debate – Os candidatos a governador de Mato Grosso do Sul se enfrentam hoje, a partir das 22h, no debate a ser transmitido ao vivo pelo SBT MS e pela TV Guanandi. Os seis confirmaram participação no embate.

Ataques – Os candidatos devem intensificar os ataques e as denúncias de corrupção nesta reta final. No debate deste noite, eles terão a oportunidade de fazer perguntas diretamente ao adversário.

Sessão Vazia - Não teve quorum novamente na sessão de ontem da Câmara Municipal de Campo Grande. Dos 29 vereadores, de 10 a 13 se revezaram no plenário nesta quinta-feira. O tema mais debatido foi o Hospital da Criança do SUS, que foi rejeitado pelo Conselho Municipal de Saúde.

Culpados – Os aliados do prefeito Gilmar Olarte (PP) buscavam uma explicação para a derrota no Conselho de Saúde. Para o líder do Executivo no legislativo, João Rocha (PSDB), “se houve instabilidade no projeto, o prefeito foi mal orientado, mais creio que isso não aconteceu. Não é hospital municipal, mais sim unidade de referência pediátrica”.

Conselho – Rocha foi mais longe ao tentar explicar a polêmica em torno do salário a ser pago aos médicos do Hospital da Criança do SUS. “Aqueles que têm duvidas não entrem, mas os que acreditarem sim. Está aberta a oportunidade!”, ressaltou.

Revolta – Os integrantes do Conselho Municipal de Saúde aproveitaram para protestar durante a reunião de quarta-feira (24). Eles realizaram a reunião com nariz de palhaço.

Prioridade – O secretário municipal de Saúde, Jamal Salem, vem se desdobrando para acabar com as resistências dos conselheiros municipais de saúde. Ele propôs uma comissão para promover mudanças no projeto e agilizar a aprovação do Hospital da Criança do SUS até 12 de outubro, quando o prefeito pretende inaugurar a nova unidade.

Sem estrelas – Após a vinda dos candidatos Aécio Neves (PSDB) e Eduardo Jorge (PV), e do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), a campanha eleitoral em Mato Grosso do Sul não terá nenhuma outra estrela, pelo menos, para o primeiro turno.

(colaborou Kleber Clajus)

2018 será ano mais curto para o Legislativo
Três meses – Carnaval, Semana Santa, campanhas eleitorais, Copa... Tudo isso encurta 2018 para os trabalhos legislativos. A observação é de Fábio Tra...
Máfia do Cigarro passa quase livre nas estradas
Esquema antigo - A atuação da Máfia do Cigarro em Mato Grosso do Sul vem de décadas e, de tempos em tempos, surge uma nova denúncia envolvendo polici...
MS também tem "bunker" cheio de dinheiro
Versão tupiniquim - O “bunker”de Geddel Vieira, que escondeu R$ 51 milhões de propina, tem versão pantaneira. Paredes de apartamento de um político e...
Secretário torce e comemora venda da folha
Torcida - Parecia um jogo valendo título a forma como o secretário de Finanças e Planejamento de Campo Grande, Pedro Pedrossian Neto, acompanhava a a...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions