A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 23 de Outubro de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


14/01/2013 06:00

Carga parada

Em meio à ameaça de racionamento de energia no País, a termelétrica Willian Arjona, em Campo Grande, que poderia ser acionada para garantir o abastecimento, não tem como operar. Isso porque a Tractebel, dona da usina, trava uma batalha com a Petrobras em torno do preço do gás natural, principal combustível da usina. 

Capacidade
Operando, a William Arjona produz 190 MW de energia. Isso é suficiente para abastecer uma população de cerca de 500 mil pessoas. Ela costuma ser acionada justamente quando o sistema elétrico está em seu limite, quando os reservatórios das hidrelétricas estão baixos ou o consumo muito alto, caso do Verão.

Pioneira
A não utilização de gás pela William Arjona preocupa também a MS-Gás. A usina é um cliente de peso da estatal de Mato Grosso do Sul, tanto que foi a primeira, no País, a utilizar gás vindo da Bolívia, em 2001.

História sem fim
O pé-de-guerra do prefeito Alcides Bernal (PP) com os vereadores de Campo Grande pode ter novos ingredientes. No sábado, Bernal traduziu como "questionável" o reajuste que os parlamentares aprovaram para eles mesmos, no fim de 2012.

Não é comigo
As afirmações foram feitas à frente de dois parlamentares, os inseparáveis Chocolate e Cazuza, eleitos pelo PP que, pelo que se sabe, não se manifestaram contra o aumento.

Queixas
O progressista voltou a reclamar da decisão dos vereadores em relação ao orçamento municipal, que diminuiu a possibilidade de o prefeito aumentar os valores a serem investidos. Antes, o percentual era de 30% e para Bernal será de 5%. Ele continua descontente com isso.

Menos...
Bernal usou um bordão que ficou conhecido por acompanhar o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva. "Deixem-me" trabalhar", arriscou, ao se queixar da Câmara.

Barbaridade
Ao falar da situação encontrada na Prefeitura de Aquidauana, José Henrique Trindade (PDT) disse que  Paulo Goulard, que chegou a ser preso em operação do Ministério Público, ainda recebia salários do Município.

Tentação
O ano mal começou e os servidores públicos estaduais já têm a possibilidade de antecipar o décimo-terceiro salário em Mato Grosso do Sul. A oferta aparece a cada vez que acessam a conta nos caixas eletrônicos.

Cautela
A antecipação, vale lembrar o alerta dos economistas, só é bom negócio para se livrar de um juro ainda maior. Caso contrário, acaba virando dor de cabeça no fim do ano, quando o benefício vier magrinho.

 

Justiça autoriza envolvidas na Lama Asfáltica a votar
Urna – A Justiça Federal autorizou duas envolvidas na operação Lama Asfáltica, que estão cumprindo prisão domiciliar, a exercer o direito do voto no ...
Dagoberto mente, diz liderança do PDT
É fake – As última declarações do deputado federal e presidente do PDT em Mato Grosso do Sul, Dagoberto Nogueira, sobre os pedidos de expulsão do jui...
Adeus a "Playboy" tem foto de bebida na mesa de bar
Despedida – Tem gosto amargo e dolorido, principalmente para as pessoas próximas, a última foto postada nas redes sociais por Marcel Colombo, conheci...
Campanha, tiro na escola e oportunismo
“Guerra virtual” – Não podia ser diferente. O episódio lamentável em que uma criança de 9 anos entrou armada na sala de aula em Campo Grande e atirou...


Os vereadores de oposição irão sair mal com o prefeito Bernal , esperem para ver.
 
zenóbio veiga da silva em 14/01/2013 23:11:34
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions