A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


16/01/2013 06:00

Cedo demais

O senador Delcídio do Amaral (PT) reproduziu, em seu Twitter, várias postagens sobre pesquisa eleitoral em que apareceria à frente dos candidatos do PMDB no cenário projetado para a eleição de 2014. No mesmo dia, o ex-vereador e candidato derrotado à Prefeitura de Campo Grande Marcelo Bluma, do PV, usou a mesma rede social para reclamar do debate antecipado em torno dos candidatos. "Vamos falar de ideias e não de nomes", recomendou.

Vai continuar assim?

Chamou a atenção a rapidez com que a Prefeitura de Campo Grande e a empresa Águas Guariroba decidiram indenizar o dono do veículo que foi engolido por uma cratera aberta na semana passada no bairro São Conrado, considerando que há casos de pessoas que sofreram acidentes que esperam há anos por uma indenização, por vias judiciais. Indagado sobre o assunto, o secretário de Infraestrutura, Habitação e Transporte, Semy Ferraz, reconhece que não é o procedimento usual e diz que, se depender dele, essa vai ser a solução em casos do tipo.

Como foi feito?
O secretário afirmou que, para indenizar em R$ 12 mil o dono do veículo, foi feita uma "composição" entre a Prefeitura e a Águas Guariroba, que também tem responsabilidade pela obra no local onde a cratera se abriu. A Prefeitura vai bancar o reparo e a empresa se responsabilizou pela indenização.

Será?
Há quem diga que o ex-prefeito Nelson Trad Filho admita a possibilidade de sair candidato ao Senado em 2014, embora, publicamente, tenha colocado como única alternativa concorrer ao Governo do Estado. Ele chegou a dizer que poderia até deixar o PMDB se não tivesse espaço para concorrer à sucessão de André Puccinelli no ano que vem.

Depende
Tudo passa, claro, pelos desdobramentos políticos em Campo Grande e no Estado. Caso lá na frente perceba que não tem apoio político suficiente para enfrentar Delcídio do Amaral, Nelsinho poderia recuar com a candidatura ao Senado.

Hipóteses
Isso porque caso sofresse uma derrota na disputa pelo governo sua situação ficaria bastante delicada em 2016, tendo Delcídio de um lado e Alcides Bernal de outro, como principais adversários. Nelsinho como senador poderia agradar tanto o petista quanto o progressista.

Articulação
Fato é que daqui até lá, o peemedebista buscará se fortalecer no interior do Estado e aglutinar o maior número de partidos aliados. Viagens ao interior ele já vinha fazendo desde o ano passado.

Risco
Leitor do Campo Grande News denunciou, ontem, na página do jornal no Facebook, que a correria é tão grande nos postos de saúde com a epidemia de dengue que cuidados básicos não estão sendo adotados.

Risco 2
Conforme o leitor, funcionários da área de enfermagem estão retirando sangue das pessoas para o teste de dengue sem uso de luvas.

So-le-tran-do
A participação do Aquidauanense, pela segunda vez, na Copa São Paulo de Juniores, rendeu, de novo, confusões sobre como se escreve o nome do time. A última delas foi Aquinauadense, que pareceu no gerador de caracteres da transmissão ao vivo da televisão do torneio.

 

 

Após "perder" cargo, deputado muda o tom
Mudou – Antes cotado para assumir uma secretaria do governo do Estado, o deputado Coronel David (PSC) está agindo ultimamente como oposição ao Govern...
Reinaldo apoia crescimento dos evangélicos
Decisão divina - Palestrante principal do Fórum Evangélico realizado nesta segunda-feira em Campo Grande, a cantora e pastora Damares Alves disse que...
2018 será ano mais curto para o Legislativo
Três meses – Carnaval, Semana Santa, campanhas eleitorais, Copa... Tudo isso encurta 2018 para os trabalhos legislativos. A observação é de Fábio Tra...
Máfia do Cigarro passa quase livre nas estradas
Esquema antigo - A atuação da Máfia do Cigarro em Mato Grosso do Sul vem de décadas e, de tempos em tempos, surge uma nova denúncia envolvendo polici...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions