A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 15 de Outubro de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


28/10/2014 06:06

Cidade ficou dividida e Dilma venceu Aécio com vantagem de 8 votos

Edivaldo Bitencourt

After day – O governador eleito Reinaldo Azambuja (PSDB) vai viajar com a família na quarta-feira para descansar por cinco dias. Depois da maratona intensa da campanha, ele vai pescar no Pantanal sul-mato-grossense.

Cidade dividida – O município de Amambai, localizado na região sul de MS e com 37,1 mil habitantes, ficou dividido na disputa presidencial. Dilma Rousseff (PT) ganhou por uma diferença de apenas oito votos. Foram 8.569 contra 8.561 de Aécio Neves (PSDB).

Dividida 2 – A cidade de Angélica, com 9.991 habitantes, ficou rachada em relação a sucessão estadual. Delcídio do Amaral (PT) venceu por uma diferença de 17 votos. O petista fez 2.795 contra 2.778 de Reinaldo.

Outro caso – Já a presidente Dilma Rousseff teve um desempenho melhor do que Delcídio em Angélica. A vantagem foi de 82 votos sobre o tucano, com 2.862 a 2.780. O cenário se repetiu em Aquidauana, onde Reinaldo ganhou por 21 votos (11.359 a 11.338), enquanto Aécio venceu por 80 votos (11.506 a 11.426).

Xadrez – A Câmara Municipal de Campo Grande terá mudanças com as eleições de Zeca do PT, Grazielle Machado (PR) e Rose Modesto (PSDB). A alteração dependerá da volta de Edil Albuquerque (PMDB), que já anunciou a saída do comando da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico.

Xadrez 2 – A volta de Edil pode tirar a vaga de vereador de Antônio Cruz (PR), que poderia ser contemplado com a eleição de Grazielle. O mais provável é que Loester Nunes (PMDB) fique com a vaga do atual secretário.

Mudanças – A eventual ida de Luiz Henrique Mandetta (DEM) para o primeiro escalão de Reinaldo poderá levar o vereador Elizeu Dionízio (SD) para a Câmara dos Deputados. A medida garante a posse do suplente Francisco Luiz do Nascimento na Câmara Municipal.

Mudanças 2 – A eleição de Rose Modesto põe José Chadid no legislativo municipal. No entanto, como ele foi expulso do PSDB, a dúvida é se ele, que foi fiel ao ex-prefeito Alcides Bernal (PP), assume a vaga ou abre caminho para o segundo suplente, Lívio Leite.

Tranquilo – O único tranquilo e certo com a volta à Câmara Municipal é o ex-vereador Marcos Alex. Ele ficou de suplente e chegou a assumir no lugar de Thaís Helena (PT), que comandou a Secretaria Municipal de Ação Social.

Resgate – O governador eleito anunciou que vai resgatar a maternidade de Ladário.Como não há hospital na cidade, as mulheres são obrigadas a dar luz às crianças em Corumbá. “Não nasce mais ladarense”, destacou o tucano.

(colaborou Ludyney Moura)

#FicaTemer: governo vai deixar saudades, avalia Marun
#FicaTemer – A hastag bombou nas redes sociais impulsionada por eleitores que fazem oposição ao candidato à Presidência Jair Bolsonaro, e o ministro ...
O ato falho de Odilon ao anunciar apoio
Tropeço – No ato em que recebeu apoio do MDB na disputa pelo governo estadual, Odilon de Oliveira (PDT) também aproveitou para declarar seu apoio a J...
Deputada não reeleita critica regras
Justificativa - A deputada Mara Caseiro (PSDB) comentou ontem na Assembleia Legislativa que não se elegeu pelas regras da legenda, já que sua votação...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions