A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 18 de Agosto de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


20/03/2017 06:00

De mochila, jeans e tênis, prefeito destoa no gabinete

Waldemar Gonçalves

Pompa no gabinete – No gabinete, uma sala ampla e móveis antigos ainda reforçam a pompa de um espaço ocupado por autoridade. Mas, na atual gestão municipal, quem destoa é justamente o ocupante, Marquinhos Trad (PSD).

Despojado no estilo – O prefeito, que quando deputado era obrigado a andar de terno e gravata, ainda veste camisa, para parecer um pouco mais formal nas fotos. Mas, costuma sempre despachar completando o visual com jeans e tênis.

Praticidade – Ao lado da mesa dele, uma mochila cheia de papéis fica aberta no chão. Tanto a forma de vestir-se quanto os acessórios que escolhe usar parecem evidências de que o chefe do Executivo, apesar do cargo, prefere a praticidade e o conforto para o dia a dia.

Que lixo é este – Ontem, Marquinhos reparou que em frente à UPA Vila Almeida, no canteiro da Avenida Ministro José Linhares, havia muito lixo jogado no chão, como plásticos, garrafas e latas. Ele juntou os produtos e criticou as atitudes da população local.

A cidade é de vocês – Com o lixo na mão, Marquinhos deu o recado: "as pessoas precisam aprender a cuidar mais da cidade, pois ela é dele, já reparei este tipo de situação em muitas vias em Campo Grande".

Queridão – Logo em seguida, Marquinhos vistoriou a UPA, em uma rotina que tem mantido desde o início da sua gestão. Lá dentro, conversou com pacientes, tirou selfies e até consolou uma criança que acabara de tomar uma injeção.

Mas, tem médico? –  Em meio a tanta receptividade, teve gente reclamando. Já do lado de fora da UPA, após a visita, Marquinhos ainda tirava mais fotos com populares quando uma mulher conteve a euforia. Queria saber mesmo é se havia médicos disponíveis para atender na unidade de saúde.

Secretário junto – O guia do prefeito na UPA Vila Almeida foi o secretário municipal de Saúde, Marcelo Vilela. Mostrava as salas e ia tirando as dúvidas. Chegou até a fazer telefonemas para resolver problemas e encaminhar pacientes.

Obra de arte – Antes de ir à UPA, Marquinhos foi até uma feira de artesãos, na Praça do Imigrante, Centro da cidade. Prometeu investir em infraestrutura no local. "Campo Grande está em débito com vocês, pois fizeram mais pela cidade do que o contrário".

Só no rascunho – O prefeito ainda citou os problemas de acesso para os consumidores chegarem, além de poucos locais para estacionar. "Quando chega aqui, os estandes estão de costas para a população, é ruim para entrar na via de acesso e o estacionamento é complicado. Precisamos ainda de banheiros melhores e boas condições das ruas para atrair o consumidor". Por enquanto, tudo apenas anotado na prancheta.

(com Anahi Zurutuza e Leonardo Rocha)

MDB teve divisões sobre Mochi candidato
Opinião – O deputado Eduardo Rocha (MDB) admite que a escolha de Junior Mochi para candidato na legenda não teve consenso desde o início, após a desi...
Senador critica "descaso" com Paraguai
Vizinho desprestigiado – O ministro Carlos Marun, da Secretaria de Governo, e o senador Pedro Chaves (PRB/MS) foram os dois únicos representantes de ...
Campanha tucana atrai 75% dos prefeitos
Apoio – Enquanto o MDB, antigo aliado histórico do PSDB, patinou para fechar sua candidatura do governo do Estado, os tucanos contabilizam adesões. N...
Dois anos após "febre", Uber perde motoristas
Debandada – Quase dois anos depois de chegar a Campo Grande, e depois de muita polêmica, a plataforma de transporte por aplicativo mais conhecida, a ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions