A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


18/09/2014 06:00

Denúncias apimentam campanha e separam aliados do início do ano

Edivaldo Bitencourt

Contas – Os partidos começam a estimar o tamanho das bancadas na Assembleia Legislativa. O PMDB prevê que pode fazer quatro deputados estaduais e briga pela quinta vaga. O porém é que cinco candidatos, incluindo-se os atuais, brigam pela última vaga da legenda.

Esquentou – A campanha eleitoral pegou fogo, literalmente, em Mato Grosso do Sul. Após o período morno, as acusações deixaram a esfera judicial para ganhar as ruas na Capital. As denúncias de corrupção devem marcar o pleito a partir desta semana.

Primeiro – O debate da Arquidiocese de Campo Grande, que reúne os candidatos a governador, vai ser o primeiro após a temperatura subir no Estado. Denúncias de corrupção devem “salgar” o encontro, que vinha na fase propositiva e sem ataques pessoais. O debate acontece a partir das 20h30 na Igreja Nossa Senhora do Perpétuo Socorro.

DebateReinaldo Azambuja (PSDB) e Delcídio do Amaral (PT), que cogitaram se coligar até abril deste ano, devem ir para o ataque mútuo. Nelsinho Trad (PMDB) não deve ficar de fora e também entrar na briga para conquistar o eleitorado na reta final.

Estratégias – Delcídio briga para não se desgastar e garantir a vitória no primeiro turno. Azambuja luta para manter-se em segundo e garantir a vaga no segundo round. Animado pelas pesquisas, que apontam recuperação, Nelsinho quer ultrapassar o tucano para brigar pela vitória no último domingo de outubro.

Próximo - Faltando um pouco mais de 15 dias para eleição, as sessões na Assembleia estão cada vez mais curtas e rápidas, com poucos discursos e apenas alguns projetos sendo votados. Na sessão desta quarta-feira, apenas as indicações e moções foram aprovadas. Antes o horário para o término era às 11h30, hoje a maioria termina antes das 11h.

Nacionais - Os discursos e confrontos na Assembleia têm tido poucos temas da eleição regional, ficando muitas vezes destinado a temas nacionais, como economia, diminuição da pobreza e até ações e denúncias em relação ao governo da presidente Dilma Rousseff (PT). Os debates da eleição em MS estão ficando para o horário eleitoral.

Tempo - O arcebispo de Campo Grande, Dom Dimas Lara, afirmou que com o tempo a população está assimilando melhor as conquistas da sociedade em relação a leis eleitorais, como a que combate a compra de votos e a ficha limpa. "Muitos anos depois de serem implementadas (leis) começam a ter efeito nas urnas, assim como os candidatos, tanto que a justiça cassou muitos nas últimas eleições".

Aposentadoria – O presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Joenildo de Souza Chaves, completa 70 anos e vai deixar a magistratura. Ele disse que tem vários convites, mas que vai aproveitar o início com o pijama para curtir a neta e a família. “Deus quem vai dizer”, afirmou, sobre o futuro.

Mistério – A vereadora Luiza Ribeiro (PPS) continua com um olhar especial sobre o aluguel do Sírio Libanês. Ontem, ela questionou a presença de um servidor público, que seria arquiteto, na obra. Ela questiona que a reforma está sendo bancada pelos atuais donos, que devem entregá-la pronta ao município.

(colaboraram Ludyney Moura, Kleber Clajus e Leonardo Rocha)

2018 será ano mais curto para o Legislativo
Três meses – Carnaval, Semana Santa, campanhas eleitorais, Copa... Tudo isso encurta 2018 para os trabalhos legislativos. A observação é de Fábio Tra...
Máfia do Cigarro passa quase livre nas estradas
Esquema antigo - A atuação da Máfia do Cigarro em Mato Grosso do Sul vem de décadas e, de tempos em tempos, surge uma nova denúncia envolvendo polici...
MS também tem "bunker" cheio de dinheiro
Versão tupiniquim - O “bunker”de Geddel Vieira, que escondeu R$ 51 milhões de propina, tem versão pantaneira. Paredes de apartamento de um político e...
Secretário torce e comemora venda da folha
Torcida - Parecia um jogo valendo título a forma como o secretário de Finanças e Planejamento de Campo Grande, Pedro Pedrossian Neto, acompanhava a a...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions