A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 21 de Outubro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


05/07/2013 06:05

Deputado quer carro movido à água

.

Carro a água - O deputado estadual Lauro Davi (PSB) afirmou que na próxima eleição gostaria que os carros fossem movidos à água, já que a maioria dos candidatos - tanto a prefeito como vereador, tiveram problemas na Justiça em função de combustível. Alguns foram cassados porque trocaram “votos” por “kits gasolina”, lembrou.

Rodízio - O deputado estadual Osvane Ramos (PT do B) diz ser contra a reeleição em todas as esferas, tanto no Executivo como no Legislativo. Segundo ele, o parlamentar deve exercer apenas um mandato e não ficar 20, 30 anos como político. “Os direitos devem ser iguais para todos, deve abrir espaço para novas pessoas”, afirmou ele.

Veja Bem...- Já a deputada Mara Caseiro (PT do B) também defende o fim da reeleição no Executivo, porém acredita que no Legislativo a história tem de ser outra mesmo, deve se estender para dois mandatos, já que o vereador e deputado precisam dar continuidade ao seu trabalho.

Propaganda petista - O deputado estadual Eduardo Rocha (PMDB), que é líder do partido na Assembleia, fez uma propaganda em rádio para o candidato a prefeito de Jardim, Dr. Erney (PT). Ele pediu voto e apoio da população. Questionado sobre a parceria com o PT no município, o peemedebista foi logo afirmando que só pedia voto ao PT por causa do vice, Renato Miranda Marques, que é do PMDB.

Ânimos acirrados - O deputado Laerte Tetilla (PT) se irritou durante a sessão de hoje na Assembleia, porque durante a utilização da tribuna, a deputada estadual Dione Hashioka (PSDB), que presidia as atividades, interrompeu seu discurso e passou a palavra para o próximo parlamentar.

Batendo a porta - Tetilla ficou revoltado, reclamou da postura da colega e se retirou do plenário bravo. Amarildo Cruz (PT) ainda tentou “contornar” a situação cedendo seu tempo a ele, porém ele ficou irredutível e afirmou que não havia mais empolgação.

Inédito - A aprovação da LDO de Campo Grande neste ano foi cheia de ineditismo. Pela primeira vez, uma mulher foi relatora do projeto, sob responsabilidade da vereadora Graziele Machado.Depois, nunca foram tantas emendas, 75 no total, mais uma prova de o prefeito não tem muitos amigos na Câmara.

Publicidade - O Tribunal de Contas do Estado resolveu fazer propaganda na TV do concurso aberto para auditor. Parece que não há a procura esperada. O TCE vai pagar R$ 1 milhão para empresa do Paraná realizar o concurso. Mas todo o dinheiro virá das inscrições, talvez por o interesse em candidatos.

 

Língua preta - Servidores da Universidade Federal e do HU criaram uma página no facebook com o nome “Não temos sangue frio”, em alusão á operação que revelou esquema de favorecimentos á rede particular de Saúde. Na rede social, o que não falta é denúncia contra a atual reitora.

Se vira moda ... - O ex-prefeito da cidade de Boa Esperança do Sul (SP) vai ter de devolver aos cofres públicos os valores gastos com a pintura de amarelo dos prédios municipais. Apelidado de “Marelo”, ele resolveu deixar a propaganda estampada em todas as fachadas. Nesta semana o prefeito Alcides Bernal entrou na mesma onda, mas trocando o laranja do antecessor, pelo azul do PP.

Crise da JBS rouba atenção de Temer
Foco na JBS - No Governo do Estado, a vinda do presidente Temer a Mato Grosso não teve a mobilização típica de visitas anteriores de presidentes. Na ...
Temer oscilou sobre decisão de vir para agenda em MS
Às pressas – A vinda do presidente Michel Temer para Mato Grosso do Sul neste sábado foi confirmada em cima da hora. A coluna apurou que tudo indicav...
Detran de MS avalia adesão a parcelar multa no cartão
Ainda não sabemos – O Detran de Mato Grosso do Sul avalia se vai fazer convênios que permitam parcelamento de multas no cartão de crédito. A autoriza...
Delcídio foi "fantasma" em sessão que manteve Aécio
Lembrado – O ex-senador e ex-petista Delcídio do Amaral está longe do Senado desde maio de 2016, quando foi cassado, mas nesta terça-feira foi bastan...



É, realmente é muito importante e requer rapidez esse negócio de trocar a cor da fachada dos prédios públicos!!! Pensem só uma pessoa em estado de emergência e sofrendo com alguma enfermidade chegar a um posto de saúde por exemplo e se deparar com a cor que qualquer outro prefeito tenha deixado!!!!! Essa pessoa não vai querer ser atendida né? As notas dos alunos da rede municipal tb serão afetadas pela cor que já está na parede; tem que trocar logo. Não precisa pagar bem os professores e os servidores em geral; antes precisa mudar a cor da fachada. TEM CADA UMA, DEPOIS RECLAMAM DE PROTESTO VIOLENTO!!!!
 
Valter Castilho em 05/07/2013 17:41:07
EU ACHO QUE TEM QUE PINTAR QUANDO PRECISA, A TINTA TÁ VELHA? TÁ FEIA? ENTÃO PINTA, NÃO PRECISA PINTAR? TA BOA A PINTURA AINDA? ENTÃO DEIXA DA COR QUE TÁ, TÁ UMA PALHAÇADA ESSA GASTAÇÃO DE DINHEIRO SEM NECESSIDADE, A CASA DELES ELES NÃO PINTAM TODO ANO NÉ, SÓ SE A PREFEITURA PAGAR.....
 
MAXIMILIANO RODRIGO ANTONIO NAHAS em 05/07/2013 15:03:17
Eu não quero carro movido à água, não quero nada de graça, só quero POLÍTICO MOVIDO A HONESTIDADE, se tivessemos isso seriamos país de 1º mundo, a única coisa que nos impossibilita de estar na frente de todos os outros países, incluindo Estados Unidos, países da Europa, enfim, o que nos segura é a corrupção, arrecadamos anualmente em impostos o suficiente para sermos os primeiros da cadeia financeira mundial, mas isso é utopia né...
 
MAXIMILIANO RODRIGO ANTONIO NAHAS em 05/07/2013 14:57:12
A deputada quer dois mandatos para que ? Hum, como eles trabalham só três dias da semana, e mesmo assim por meio período, é possível entender o porque precisam dar "continuidade" nos trabalhos. Eita Brasil, o País da fanfarra !
 
Marcos Paulo Hypollito em 05/07/2013 10:40:33
Todos os prédios públicos deveriam ser pintados de preto já que a coisa está...(sem preconceito)
 
Marco Aurélio Gonçalves Chaves em 05/07/2013 09:38:19
quanto as cores, qual é o problema de se mudar as cores, pois, antecessor fez a mesma coisa e isso é normal em qualquer cidade do país.
 
JOAO MEDINA em 05/07/2013 09:22:28
Os deputados dariam continuidade a que tipo de trabalho, se eles são legislativo? Ninguém teria de terminar serviço porque era para estipular o término de tudo antes do final do Mandato. Se a Lei for feita com justiça nada vai da errado.
 
luiz alves em 05/07/2013 07:46:19
Azul PP, vocês estão loucos???? Já viram qual é a cor da bandeira de Campo Grande??? Tem laranja nela!!! O prefeito faz um favor à cidade trocando esse laranja personalista do Nelsinho pelo azul da nossa bandeira!!!
 
regiane meireles em 05/07/2013 07:38:56
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions