A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Maio de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


09/09/2014 06:00

Estratégia do PMDB para dar arrancada na candidatura de Nelsinho

Edivaldo Bitencourt

Nota – O MPE (Ministério Público Estadual) divulgou nota, no site da instituição, para acabar com os boatos de que o candidato a governador Reinaldo Azambuja (PSDB) não é alvo de nenhuma investigação pelo órgão. É a primeira manifestação oficial do MPE sobre a campanha deste ano.

Limite – O governador André Puccinelli (PMDB) admitiu, ontem, que não conseguiu fazer tudo o que Mato Grosso do Sul precisa. “Gostaria de ter feito mais. Especificamente, algum projeto, não, porque em todas as áreas nós atuamos. Perdoem-nos. Não demos conta de fazer tudo o que o Estado precisa”, afirmou em entrevista à FM Capital.

Estratégia - Lideranças do PMDB estão recorrendo a pesquisas feitas para consumo interno para animar a militância. Os dirigentes garantem que há empate técnico e não uma grande diferença entre o segundo o terceiro colocado na disputa da sucessão do governador André Puccinelli (PMDB).

Argumentos – No encontro de ontem com os prefeitos, os caciques alegaram que os institutos de pesquisa, que divulgaram levantamento na semana passada, não ouviram eleitores de todos os municípios. Eles garantiram que o PMDB faz uma pesquisa mais ampla e “real”.

Arrancada – O PMDB vai realizar um grande ato para dar a arrancada final na campanha de Nelsinho Trad. O objetivo é reunir prefeitos aliados e até da oposição para o evento de apoio, que deverá ocorrer nos 79 municípios.

Em setembro – O ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), não vem hoje. No entanto, o candidato a governador Delcídio do Amaral (PT), garantiu que ele vem ainda neste mês para reforçar sua campanha. Além da data, segundo o petista, falta definir a cidade: Campo Grande, Três Lagoa e Corumbá são cotadas.

Favorito - Delcídio ainda reconheceu que a presença de Lula no Estado é até melhor que a vinda da presidente Dilma Rousseff (PT). "O Lula é o nosso Pelé, está acima de qualquer coisa, faz quatro anos que ele saiu e as pessoas o adoram, mas a Dilma também bate um bolão". O senador ressaltou que a presidente ainda não confirmou se vem para o Estado, já que sua agenda está sendo reavaliada.

Ataques – A Justiça Eleitoral decidiu bloquear mais dois endereços eletrônicos com ataques e calúnias contra os candidatos. Além de suspender os fakes, os magistrados estão determinando a retirada de sites de notícias do ar.

Digital – O prefeito da Capital, Gilmar Olarte (PP), viu digital dos adversários na manifestação dos moradores da Favela Cidade de Deus. Ele até conseguiu o apoio da líder da favela, Veranilce Monteiro, que decidiu abrir a boca e denunciar o suposto uso político dos sem-teto da região.

Reforço – Segundo a versão de Veranilce, até os sem-terra, que ficaram famosos de ter um carro por barraco às margens da BR-163, reforçaram a manifestação na manhã de ontem.

(colaboraram Ludyney Moura, Leonardo Rocha e Klebr Clajus)

 

Maioria prefere Lava Jato à Copa do Mundo
Copa? – Pesquisa do Instituto Paraná mostra que, a menos de um mês do Mundial da Rússia, o brasileiro não está muito motivado com o assunto. A consul...
Ex-ministro não errou o “do Sul”, mas...
Gafe - O ex-ministro Henrique Meireles (MDB) em um dos diversos discursos no evento em Campo Grande neste sábado (19) confundiu Mato Grosso do Sul co...
PMs presos têm “festival de ações”
Conhecidos da justiça - Entre as duas dezenas de policiais militares de Mato Grosso do Sul presos esta semana por suspeita de facilitar a vida dos co...
O entrave no cadastro de pedófilos
Entrave burocrático – Autor do projeto de lei que criou o cadastro de pedófilos em Mato Grosso do Sul, o ex-deputado estadual Carlos Alberto David, d...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions