A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 24 de Maio de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


01/10/2014 06:00

Governo promete super show para encerrar MS Canta Brasil

Edivaldo Bitencourt

Chave de ouro – O Governo estadual prepara um super show para fechar com chave de ouro o último MS Canta Brasil. Segundo o presidente da Fundação Estadual de Cultura, Américo Calheiros, o objetivo realizar um grande show musical.

Mistério – Calheiros faz mistério sobre a atração e até sobre o dia do show de encerramento do MS Canta Brasil em novembro. Geralmente, o evento acontece no segundo domingo de cada mês. Agora, poderá ocorrer em qualquer domingo do penúltimo mês deste ano.

Pesquisas – As últimas pesquisas sobre a sucessão estadual começam a ser divulgadas hoje. O primeiro levantamento da semana deve sair hoje. O último, que deverá apontar a ocorrência ou não e quem vai para o segundo turno, sai na noite de sábado.

Greve – A greve dos bancos pode prejudicar os candidatos que deixarem para sacar o dinheiro e pagar os cabos eleitorais na última hora. Como acontece todos os anos, a adesão à paralisação cresce a partir do segundo dia. No ano passado, a greve demorou 23 dias.

Degola – Pelo menos oito deputados estaduais correm o risco de não terem êxito nas urnas neste ano em Mato Grosso do Sul. Eles estão muito atrás nas pesquisas ou vão para uma disputa voto a voto pela sobra nas coligações. A renovação pode atingir metade do legislativo estadual.

Fama – A participação no Big Brother Brasil não garante a eleição de Fael, que disputa pela primeira vez um mandato eletivo. Filho de uma vereadora em Aral Moreira, o ex-BBB está patinando nas pesquisas e corre sério risco de não ser eleito neste ano para uma das 24 vagas na Assembleia Legislativa.

Aposentadoria – O desembargador Joenildo de Souza Chaves completa 70 anos amanhã e deixa o cargo no Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul. Hoje, a partir das 16h, ele transmite a presidência para o desembargador Carmelo Pascoal Leandro.

FeiaVereadores ficaram assustados com o relato da situação da prefeitura da Capital feito pela equipe econômica na tarde de ontem. A vereadora Carla Stephanini chegou a definir a situação do município como “pré-falimentar”.

Na boa – Na contramão das finanças municipais, Gilmar Olarte (PP) projetou, no Orçamento para 2015, investimento recorde para a Capital. Ele prevê R$ 963 milhões em obras. O montante, que depende de recursos federais, é um dos maiores investimentos na cidade em relação ao PIB (Produto Interno Bruto).

Mega – A Polícia Civil vai colocar todo o efetivo de prontidão para fiscalizar a eleição no Estado. Os cerca de 2 mil policiais civis vão estar de plantão no domingo. A ordem é pegar pesado contra a compra de votos pelos candidatos.

(colaboraram Ângela Kempfer e Filipe Prado)

Gaeco tem suspeita de vazamento
Desconfiança – O Gaeco (Grupo de Atuação de Combate ao Crime Organizado), responsável pela investigação que aponta envolvimento de policiais militare...
DEM e a disputa entre André e Reinaldo
Já escolhi - Sobre a declaração de Puccinelli que estaria "namorando" o DEM, o deputado Zé Teixeira fez brincadeira para dizer de qual lado da disput...
Maioria prefere Lava Jato à Copa do Mundo
Copa? – Pesquisa do Instituto Paraná mostra que, a menos de um mês do Mundial da Rússia, o brasileiro não está muito motivado com o assunto. A consul...
Ex-ministro não errou o “do Sul”, mas...
Gafe - O ex-ministro Henrique Meireles (MDB) em um dos diversos discursos no evento em Campo Grande neste sábado (19) confundiu Mato Grosso do Sul co...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions