ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, SÁBADO  05    CAMPO GRANDE 23º

Jogo Aberto

IBGE, cadê 3.200 bebês nascidos em Ponta Porã?

Por Ângela Kempfer e Gabriel Neris | 31/08/2020 06:00
Parto no Hospital Regional Dr. José de Simone Neto. (Foto: Divulgação)
Parto no Hospital Regional Dr. José de Simone Neto. (Foto: Divulgação)

Os bebês sumiram? - Ponta Porã reclama dos dados populacionais divulgados pelo IBGE na semana passada, que apontam crescimento de apenas 1,5% na população do município nos últimos 2 anos. Segundo o Instituto, são 1.411 moradores a mais e 93.937 habitantes no total. O que levanta "suspeitas" sobre as informações é que “no mesmo período, nasceram 3.200 bebês no Hospital Regional Dr. José de Simone Neto”, questiona reportagem do site Ponta Porã Informa.

Nada muda - O jornal diz, inclusive, ter 3 grupos de Whatsapp, com quase 700 pessoas, e em pesquisa interna só 2 disseram ter sido ouvidas pelo IBGE. Em entrevista, o prefeito Hélio Peluffo Filho minimizou a chiadeira. Segundo ele, pouco importa essa diferença, porque, para o município só mudará algo em relação a repasses federais, por exemplo, após a cidade atingir 100 mil habitantes.

Vem e vão – O prefeito lembra que a diferença pode estar na população que vem e vai de Ponta Porã, por conta da fronteira com o Paraguai. “O nosso maior desafio é continuar trabalhando para que o IBGE reconheça a população flutuante, pois isso sim vai influenciar diretamente nos serviços oferecidos como por exemplo o atendimento nos postos de saúde, nas escolas, nos centros de educação infantil e no próprio hospital Regional” disse o prefeito ao Ponta Porã Informa.

Testado - O TSE terminou o TPS (Teste Público de Segurança) do Sistema Eletrônico de Votação para 2020, e tudo deu certo, segundo o Tribunal Superior Eleitoral. Em novembro do ano passado, houve ataque contra o mecanismo.

100% - O teste foi realizado durante três dias, por peritos da Polícia Federal que reproduziram os ataques contra o sistema observados no ano passado. Desta vez, o grupo não conseguiu quebrar as barreiras de segurança implantadas pela equipe técnica do TSE e “reconheceu que o ajuste realizado blindou a vulnerabilidade detectada”, informou o TSE.

Cartilha - O Tribunal de Justiça do Estado agora tem cartilha sobre crimes contra a dignidade sexual. O material foi elaborado em parceria entre a Coordenadoria da Infância e da Juventude e a Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar.

Exposed – Segundo o TJ/MS, a cartilha surgiu depois do movimento “Exposed”, criado para exposição nas redes sociais de crimes como assédio e estupro. Muitos casos do tipo foram relatados por adolescentes e mulheres em Mato Grosso do Sul, principalmente, de Campo Grande.

Disque-denúncia - O material ainda não foi disponibilizado no site do Tribunal de Justiça, o que deve ocorrer nesta semana, segundo a assessoria do TJ. Além de verificar o que é crime sexual, o material divulga canais de denúncia.

On-line bombando - A região Centro-Oeste quase dobrou as vendas on-line no mês passado, em comparação ao mesmo período de 2019. O acréscimo foi de 99,79%. Os dados foram repassados pelo Comitê de Métricas da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico, em parceria com o Movimento Compre & Confie, mas não há informações por estados.

Penúltimo - Mas apesar do faturamento do setor ter crescido 106,77% no Centro-Oeste, o desempenho poderia ser muito melhor. O Centro-Oeste ficou em penúltimo lugar, na frente somente do Norte, que registrou 86,34%. O Nordeste foi campeão disparado, com alta de 149,90%, seguido pelo Sul 102,34% e Sudeste 100,95%.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário