A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


24/01/2013 06:00

Jeito Bernal

Em seu vigésimo quarto dia hoje, a administração de Alcides Bernal em Campo Grande já criou uma marca pelo menos. É díficil, senão impossível, conversar com as pessoas escolhidas por ele para comandar as secretarias, com raras exceções. O que ficou claro até agora é que o prefeito é centralizador, reclamação que a coluna já recebeu de quem rejeitou cargo na Prefeitura.

Sintomático
Um episódio ontem deixou clara essa postura. Mesmo estando à frente dos repórteres, o secretário de Administração, Ricardo Ballock, não quis conversar com eles sobre a reclamação de servidores da Central de Atendimento ao Cidadão por causa de corte nos salários. Ballock pediu que o contato fosse feito com a assessoria de imprensa que, por sua vez, disse que o titular da Administração só falaria com autorização do prefeito. Não houve um retorno nesse sentido.

Que nomes?
Durante audiência ontem com a governadora  Simone Tebet, o prefeito de Campo Grande disse que revelaria à governadora em exercício os nomes das pessoas que acredita serem as responsáveis pelas invasões de sem-teto em Campo Grande. Na fim, Simone foi indagada sobre o assunto e disse que não foi informada.

Pergunta
A dúvida surgiu de leitores da coluna. Se o vereador Waldecy Batista Nunes, o Chocolate (PP), está sempre acompanhando as agendas do prefeito de Campo Grande, onde quer que sejam e a qualquer hora do dia, em que horário ele está se preparando para o trabalho no Legislativo, que começa em 15 de fevereiro?

Piada
O fato de Chocolate sempre sair ao lado do prefeito nas fotos também já rendeu muita graça para os humoristas de plantão. Uma delas diz que Alcides Bernal já pode se considerar uma espécie de pirata, aquele que sempre tem um "papagaio" aparecendo na foto.

Motivo
A Câmara Americana de Comércio no Brasil vai abrir uma unidade em Campo Grande em fevereiro. MT e Goiás foram preteridos na escolha da entidade para a expansão no Centro Oeste e um dos motivos para isso é a estabilidade política em MS. Mato Grosso foi desconsiderado mais pela localização, mas em Goiás, o escândalo envolvendo Carlos Cachoeira provocou incertezas que contribuíram para a escolha da Amcham.

Desinteresse
Mesmo marcada com bastante antecedência, a audiência pública realizada ontem para discutir a concessão à iniciativa privada de trecho da BR-163, a rodovia mais movimentada e que mais tem acidentes fatais em MS, atraiu poucos. Na plateia, policiais rodoviários federais e representantes de setores econômicos eram maioria. "Cidadãos comuns" não se viu, embora o evento fosse aberto a qualquer um que usa a rodovia. 

De fora
A primeira convocação do técnico Luiz Felipe Scolari à frente da seleção brasileira deixou de fora jogadores de Mato Grosso do Sul que foram convocados por Mano Menezes: os volantes Lucas, do Liverpool, e Jean, do Fluminense.

Opções
O técnico pentacampeão mundial preferiu convocar, para o amistoso contra a Inglaterra no dia 6 de fevereiro, no estádio de Wenbley, em Londres, os volantes Arouca, Ramires, Paulinho e Hernanes.

Situação
Lucas, que passou um longo período em recuperação de lesão no joelho, já não era convocado há um bom tempo. Mas Jean, por conta do bom desempenho pelo Fluminense na conquista do Campeonato Brasileiro, terminou 2012 vestindo a camisa verde-amarela no Superclássico das Américas, conquistado diante da Argentina.

 

 

 

A missão espinhosa de Marun
Casa cheia - No discurso em que saudou Carlos Marun como seu novo ministro da Secretaria de Governo, Michel Temer disse ter ficado preocupado com a p...
Só praças estão presos por cobrar propina
Só praças – A investigação sobre o envolvimento de policiais militares com a “Máfia do Cigarro” indica que, por ora, não há oficiais entre os policia...
Pezão pede dica a Reinaldo sobre dívida
Pedido de ajuda - Ao anunciar ontem o depósito do décimo-terceiro salário dos servidores, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) reforçou o discurso d...
Após "perder" cargo, deputado muda o tom
Mudou – Antes cotado para assumir uma secretaria do governo do Estado, o deputado Coronel David (PSC) está agindo ultimamente como oposição ao Govern...


Falou tanto do governador e está fazendo a mesma coisa. Esta havendo comentários na central de atendimento que algumas funcionárias já foram transferidas pelo o ocorrido de ontem. Porque? Não temos direito de reivindicação? Não vivemos em um País Democrático? Por favor SISEM apure isto. Cadê o Sindicato?
 
Aeccio da Cruz em 24/01/2013 15:18:58
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions