A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 17 de Outubro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


12/11/2013 06:00

Lula em "maus lençóis" com produtores

Edivaldo Bitencourt

Telefone – A Prefeitura da Capital contratou, oficialmente, a concessionária de telefone Oi para oferecer os serviços de telefonia fixa e internet de banda larga. Com exceção da Embratel, que venceu um contrato, a empresa levou a maior parte dos contratos.

Um milhão – A Secretaria Municipal de Educação é a detentora do maior gasto com telefone e internet. A pasta vai gastar R$ 1 milhão. Em segundo lugar, está a Secretaria Municipal de Saúde, com previsão de R$ 610 mil. A Secretaria de Ação Social vai dispender R$ 140 mil.

Indicação seletiva – O prefeito da Capital, Alcides Bernal (PP), foi seletivo na ação judicial em que pede a anulação da Comissão Processante. Ele cita que quatro vereadores votaram a favor e integraram a CPI do Calote. “Esqueceu” de citar Marcos Alex (PT), que votou contra a investigação.

Especialista – Na ação judicial, Bernal alerta o Judiciário de que os denunciantes, Luiz Pedro Guimarães e Raimundo Nonato, que já foram aliados e membros do PP, “são capazes de tudo”. Ou seja, o chefe do Executivo conhece a dupla como ninguém, já que foi beneficiado do trabalho dos dois em outras épocas.

Conselho com quem – O mistério sobre quem deve compor o Conselho Político de Bernal deve acabar nesta terça-feira. Até ontem, nem os integrantes do PSC, partido do secretário municipal de Governo, Pedro Chaves, aceitaram o convite para integrar o órgão consultivo do Paço Municipal.

“Gorar” – Bernal não gostou da entrevista do senador Delcídio do Amaral (PT), de que tem ficado cada vez mais longe da administração de Campo Grande. Ele postou no Facebook uma mensagem criticando as notícias que destacavam a fala do petista. E acusou a imprensa de querer “gorar” a iniciativa de retomar o diálogo com os partidos políticos.
Contando notícias – A vereadora Luiza Ribeiro (PPS) andou contanto as notícias veiculadas a respeito do prefeito da Capital. “Cheguem de falar do prefeito, já foram dez notícias hoje”, revelou a vereadora, que vem sendo uma das poucas a defender “incansavelmente” e com “fé” a atual administração na Câmara.

Doação de alimentos – O encontro dos movimentos sociais com o ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT) vai custar um quilo de alimento não perecível. Os produtos serão doados para os índios de Japorã, que iniciaram uma onda de ocupações de fazendas na região sul do Estado.

Em maus lençóis – A ajuda aos índios, que comandam as invasões de propriedades rurais, deve causar a primeira saia justa de Lula em MS. Ele vem com a missão de conquistar os produtores rurais para a campanha da presidente Dilma Rousseff (PT) em 2014. Antes de conquistar, vai ter dar explicações, já que os agricultores e pecuaristas estão em pé de guerra contra os indígenas em MS.

“Sucursal do inferno” – Delcídio está preocupado com a falta de conforto para Lula na Capital. Amanhã, ele tem evento à tarde, quando a temperatura tem ficado em 35º C, em um local que está sem ar-condicionado. Para o petista, que foi ao local no evento sábado, o ex-presidente pode fazer palestra na “sucursal do inferno”.

(Colaboraram Kleber Clajus, Zemil Rocha e Zana Zaidan)

Bonito quer bombar com shows gringos no Carnaval
Bombando - Empresários estão investindo pesado no Carnaval de Bonito 2018. Além da celebridade internacional Paris Hilton, uma das atrações em negoci...
Fábrica planeja investimento de meio bilhão em porto
Projeto ambicioso – Depois de inaugurar mais uma unidade em Três Lagoas, ampliando a produção de celulose, a Fibria negocia com a ampliação da estrut...
MS cumpre "regra de ouro" na finança pública
Melhor que os outros – Existe uma máxima em finanças públicas de que os governos, para não cair em estado de insolvência, não devem custear despesas ...
Reinaldo diz que ação contra o crime não pode ser só no RJ
Mal gerido – Neste ano, o Ministério da Justiça e Segurança Pública gastou R$ 185,77 milhões do FNSP (Fundo Nacional de Segurança Pública), conforme ...



Ainda falam em PT. Passou a hora de explodir !!! chega
 
Marcio Margatto em 12/11/2013 20:33:38
Concordo com a vereadora Luiza Ribeiro (PPS).... Tamu junto!!!!
 
Paulo César da Silva Santos em 12/11/2013 13:05:18
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions