A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 21 de Maio de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


12/05/2016 06:00

Maioria dos vereadores ignora projeto de blitz em bairros

Waldemar Gonçalves

Minguado – Apenas cinco dos 29 vereadores vistoriaram obras, unidades e bairros de Campo Grande ontem. Há dois meses, quando o projeto Câmara Comunitária começou, o número de parlamentares presentes era mais que o dobro disto.

Longe do povo – Entre os que nunca ou raramente aparecem nas ações do Legislativo Municipal nos bairros para não sujar os sapatos estão os tucanos Magali Picarelli, Flávio César e Livio Leite, Otávio Trad (PTB), Eduardo Cury (SD), Luiza Ribeiro (PPS), Jamal Salém (PR) e os peemedebistas Mario Cesar e Paulo Siufi.

Promessa é dívida – “As obras de infraestrutura e habitações no Bom Retiro começarão em 30 de março e estarão prontas até junho”, afirmou enfaticamente a secretária-adjunta de Planejamento, Finanças e Controle, Maria do Amparo Araújo Melo. Ela não cumpriu a promessa, assim como não quis mais falar sobre o processo de improbidade administrativa que responde no Maranhão.

Que susto – Informado sobre visita dos vereadores no bairro, o diretor-presidente da Emha (Agência Municipal de Habitação), Dirceu Peters, correu para o local e não conseguiu esconder o espanto diante da situação precária em que se encontram a famílias retiradas da Cidade de Deus, sem iluminação pública, sem transporte coletivo, sem escola nem posto de saúde.

Relatório entregue – O governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB), foi a primeira autoridade a receber o relatório final da CPI do Cimi, que aponta responsabilidade do Conselho Indigenista Missionário na incitação e financiamento ao conflito entre índios e fazendeiros em Mato Grosso do Sul. A entrega foi ontem à tarde. Segundo o relator, deputado estadual Paulo Corrêa (PR), a partir de agora cópias do documento serão levadas a vários órgãos públicos.

Servidores estaduaisReinaldo Azambuja afirma que o diálogo com os servidores estaduais está caminhando bem e que já houve acerto com 48 categorias, faltando apenas três. “Primeiro abrimos o diálogo, depois houve as concessões e muitos sindicatos entenderam o momento de incerteza e foram sensíveis as nossas ofertas. Esperamos até sexta-feira entrar em acordo com todas”, diz o governador.

Defesa – O deputado estadual Renato Câmara (PMDB) disse ontem que a Polícia Federal está cumprindo seu papel recolhendo documentos e fundamentando a acusação na Operação Lama Asfáltica. No entanto, pondera que os acusados também terão seu espaço para se defender, pois a investigação ainda não concluída.

Confiante – Assessor especial do prefeito, depois de ter o cargo de vereador cassado e perder o posto de secretário municipal, Paulo Pedra (PDT) mostra confiança na vitória de Bernal nas eleições deste ano. Em conversas de corredores, ignora a ficha suja e o embate eleitoral de outubro, fala que se vê compondo o primeiro escalão da Prefeitura da Capital nos próximos “quatro ou cinco anos”.

Forte com os tucanos – O SD (Solidariedade) gostou da aliança com o PSDB. Se vê fortalecido para encarar as eleições deste ano e lista 30 nomes para disputar a vereança em Campo Grande. Mais que isso, quer emplacar o nome do vice na chapa encabeçada pela tucana Rose Modesto.

Médico e apresentador – Dentro do SD da Capital, há quem defenda o médico Renato Figueiredo nesta composição, mantendo o apresentador de televisão Tatá Marques, já cogitado para ser o vice de Rose, como potencial puxador de votos na corrida à Câmara Municipal.

(com a redação)

PMs presos têm “festival de ações”
Conhecidos da justiça - Entre as duas dezenas de policiais militares de Mato Grosso do Sul presos esta semana por suspeita de facilitar a vida dos co...
O entrave no cadastro de pedófilos
Entrave burocrático – Autor do projeto de lei que criou o cadastro de pedófilos em Mato Grosso do Sul, o ex-deputado estadual Carlos Alberto David, d...
Assembleia agora tem 8 "independentes"
Mais uma – Depois de votar com o governo por três anos e meio, a deputada estadual Grazielle Machado(PSD) anunciou que agora será “independente”, ass...
Quórum é motivo de "gracinha" na Assembleia
Presentes! Depois de três episódios neste ano de falta de quórum para votar projetos, o tema virou até motivo de puxada de orelha em tom de brincadei...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions