A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 15 de Outubro de 2019


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


23/09/2019 06:00

MP amplia uso do trabalho à distância em MS

Marta Ferreira
Deputado, de camisa rosa, usa óculos e bengala para simular as dificuldades de quem é cego. (Foto: Reprodução vídeo)Deputado, de camisa rosa, usa óculos e bengala para simular as dificuldades de quem é cego. (Foto: Reprodução vídeo)

À distância – Modalidade que vem ganhando espaço no mercado de trabalho privado, o telebralho está sendo adotado também no poder público em Mato Grosso do Sul. O MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul), por exemplo, está autorizando nesta segunda-feira *(23) que quatro servidores de áreas específicas trabalhem de forma remota, ou seja, em casa.

Metas – Os beneficiados são analistas, nas áreas de Engenharia Ambiental, Engenharia Agrônoma e Biologia. Costumam fazer laudos periciais para subsidiar as apurações feitas pelos promotores e procuradores. Ao autorizá-los a trabalhar à distância, o órgão ministerial determinou, também, “a majoração em 20% (vinte por cento) da meta do servidor, de modo a se obter aumento de produtividade com o regime de teletrabalho”.

Pode mesmo? – Ainda conforme a justificativa apresentada nas autorizações, os servidores vão trabalhar dessa forma porque o CNMP (Conselho Nacional do Ministério Público) permitiu, em janeiro de 2017, e o MP de MS regulamentou a questão no fim do ano passado. Antes, até havia casos, raros, como de pessoas com recomendação médica para tanto.

Motivos – Ao decidir pelo teletrabalho desses funcionários, o Ministério Público afirma, ainda, estar atendendo princípios “esculpidos” na Constituição Brasileira. São citadas a “eficiência e e economicidade”.

“Treinamento militar” – Chefe do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado), responsável pelas operações sobre escândalos políticos e criminais em MS, a promotora Cristiane Mourão vai participar, durante cinco dias, de estágio na Escola de Inteligência do Exército. Mourão ficará em Brasília de 5 a 11 de outubro.

Importante - A deputada Rose Modesto (PSDB) elogiou, no sábado (21) o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) pelos investimentos em saneamento anunciados, que superam R$ 400 milhões. A tucana citou que muitos gestores preferem investir em outras áreas que são mais evidentes à população, no entanto o tucano colocou o tema como prioridade por ser uma área com relação direta com a saúde.

Apoio - O presidente da Caixa Econômica, Pedro Guimarães, em visita a Mato Grosso do Sul neste fim de semana, falou sobre sua origem em uma família humilde. Por isso, disse concordar que o foco do banco precisa ser as pessoas que mais necessitam.

Sem patrocínio - Ainda revelou a Caixa não deve mais investir na Petrobras e em times de futebol. "Antes investia por exemplo no Flamengo, hoje não tem mais patrocínio lá e o Flamengo está até melhor", brincou.

Será que tem? - Associação que reúne universidades particulares programou para esta semana uma série de atividades gratuitas para a população. Em MS, porém, se existem essas ações, elas não foram divulgadas. Ao todo, são mais de 500 instituições envolvidas.

"Empatia" - O deputado estadual João Henrique Catan (PL) apareceu em vídeo na internet usando óculos preto para simular cegueira, em alusão ao "Dia Nacional de Luta Pela Pessoa com Deficiência), 21 de setembro. Simulou situações de dificuldade, como andar em calçadas sem sinalização. "Foi uma experiência rica e muito marcante, que despertou em mim um desejo enorme de lutar por um Estado totalmente acessível", promete.  A observar...

 

 

 

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions