A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 19 de Outubro de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


30/04/2015 06:00

Olarte cogitou parcelar salários de servidores municipais

Edivaldo Bitencourt

Aposentadoria? - André Puccinelli (PMDB) cumpre agenda diária e tem, em média, 12 compromissos. Começa, por essa semana, a percorrer o interior e, em outubro, assume a direção estadual do PMDB.

Improbidade administrativa - Em março, a Prefeitura de Campo Grande gastou R$ 108,6 milhões com a folha de pagamento, ou 52,58% da sua receita corrente líquida. Pela Lei de Responsabilidade Fiscal o limite é 51,03%.

Risco do parcelamento - A crise ameaçou o salário do funcionalismo. A hipótese do pagamento em parcela chegou a ser cogitado. O adjunto de Finanças, Ivan Jorge, garante o pagamento no dia 8, na íntegra.

Ameaça continua - Os cortes na folha de pagamento, que em março foram de R$ 12 milhões, vão chegar a R$ 22 milhões. Sem, nas palavras do prefeito Gilmar Olarte, “esses ajustes”, o salário de maio corre risco.

Clima - As tensões no legislativo, conforme o presidente Mario César, foram decorrentes de “uma situação completamente constrangedora e de vulnerabilidade que não deveria ter a dimensão que teve”.
Como diria o pantaneiro, “foi o estouro da boiada”. No entanto, agora a paz parece voltar aos poucos às sessões.

O dia do meu bairro – O único bairro a ter o seu próprio dia será o Amambaí. O projeto de lei da vereadora Luiza Ribeiro (PPS), prevê que o dia 1º de dezembro seja o dia do bairro. A ideia é ter um dia pra relembrar o fato do bairro ter sido o primeiro a ser institucionalizado como tal na capital.

E o meu – Luiza justificou que a data é para resgatar a história de desenvolvimento do Bairro Amambaí. A ideia causou até brincadeira entre os vereadores. Chiquinho Teles (PSD) cogitou que o Moreninhas teria direito a dois dias devido ao tamanho.

Escândalo – Nos bastidores, a informação é de que o escândalo da exploração sexual de adolescentes vai pegar gente graúda e com mandato. Os nomes podem começar a ser divulgados a partir da delação premiada de Fabiano Otero, que aguarda o aval da Justiça para começar a entregar os nomes.

Paz – Para garantir o mandato e não correr risco de entrar numa briga jurídica sem fim, Roberto Santana, o Betinho, decidiu acertar logo as contas com o PRB. Como ele tem facilidade para trocar de partido, muitos se confundem se ele foi candidato a deputado estadual pelo PTN, PTC ou PEN.

Limite - Os deputados aprovaram a limitação de duas sessões solenes anuais na Assembleia, que serão o titulo de cidadão sul-mato-grossense e comendas de mérito legislativo. A intenção é organizar o trabalho e ter a participação de mais liderança da sociedade civil nesses eventos.

(colaboraram Kleber Clajus e Leonardo Rocha)

Campanha, tiro na escola e oportunismo
“Guerra virtual” – Não podia ser diferente. O episódio lamentável em que uma criança de 9 anos entrou armada na sala de aula em Campo Grande e atirou...
Justiça agora pode até cobrar Delcídio
Ainda à espera - A Justiça Eleitoral rejeitou o registro de candidatura de Delcídio Amaral (PTC) ao Senado, depois da derrota nas uras. A juíza Eliza...
Clima de campanha não poupa nem festões
Todo lugar - O clima de campanha, neste segundo turno polarizado, não deixa escapar nem os casamentos. Durante festa no sábado no bufê Murano, na Ave...


Volta Italiano... arrumar a casa
 
Daniel em 30/04/2015 09:17:54
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions