A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Maio de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


30/04/2015 06:00

Olarte cogitou parcelar salários de servidores municipais

Edivaldo Bitencourt

Aposentadoria? - André Puccinelli (PMDB) cumpre agenda diária e tem, em média, 12 compromissos. Começa, por essa semana, a percorrer o interior e, em outubro, assume a direção estadual do PMDB.

Improbidade administrativa - Em março, a Prefeitura de Campo Grande gastou R$ 108,6 milhões com a folha de pagamento, ou 52,58% da sua receita corrente líquida. Pela Lei de Responsabilidade Fiscal o limite é 51,03%.

Risco do parcelamento - A crise ameaçou o salário do funcionalismo. A hipótese do pagamento em parcela chegou a ser cogitado. O adjunto de Finanças, Ivan Jorge, garante o pagamento no dia 8, na íntegra.

Ameaça continua - Os cortes na folha de pagamento, que em março foram de R$ 12 milhões, vão chegar a R$ 22 milhões. Sem, nas palavras do prefeito Gilmar Olarte, “esses ajustes”, o salário de maio corre risco.

Clima - As tensões no legislativo, conforme o presidente Mario César, foram decorrentes de “uma situação completamente constrangedora e de vulnerabilidade que não deveria ter a dimensão que teve”.
Como diria o pantaneiro, “foi o estouro da boiada”. No entanto, agora a paz parece voltar aos poucos às sessões.

O dia do meu bairro – O único bairro a ter o seu próprio dia será o Amambaí. O projeto de lei da vereadora Luiza Ribeiro (PPS), prevê que o dia 1º de dezembro seja o dia do bairro. A ideia é ter um dia pra relembrar o fato do bairro ter sido o primeiro a ser institucionalizado como tal na capital.

E o meu – Luiza justificou que a data é para resgatar a história de desenvolvimento do Bairro Amambaí. A ideia causou até brincadeira entre os vereadores. Chiquinho Teles (PSD) cogitou que o Moreninhas teria direito a dois dias devido ao tamanho.

Escândalo – Nos bastidores, a informação é de que o escândalo da exploração sexual de adolescentes vai pegar gente graúda e com mandato. Os nomes podem começar a ser divulgados a partir da delação premiada de Fabiano Otero, que aguarda o aval da Justiça para começar a entregar os nomes.

Paz – Para garantir o mandato e não correr risco de entrar numa briga jurídica sem fim, Roberto Santana, o Betinho, decidiu acertar logo as contas com o PRB. Como ele tem facilidade para trocar de partido, muitos se confundem se ele foi candidato a deputado estadual pelo PTN, PTC ou PEN.

Limite - Os deputados aprovaram a limitação de duas sessões solenes anuais na Assembleia, que serão o titulo de cidadão sul-mato-grossense e comendas de mérito legislativo. A intenção é organizar o trabalho e ter a participação de mais liderança da sociedade civil nesses eventos.

(colaboraram Kleber Clajus e Leonardo Rocha)

Maioria prefere Lava Jato à Copa do Mundo
Copa? – Pesquisa do Instituto Paraná mostra que, a menos de um mês do Mundial da Rússia, o brasileiro não está muito motivado com o assunto. A consul...
Ex-ministro não errou o “do Sul”, mas...
Gafe - O ex-ministro Henrique Meireles (MDB) em um dos diversos discursos no evento em Campo Grande neste sábado (19) confundiu Mato Grosso do Sul co...
PMs presos têm “festival de ações”
Conhecidos da justiça - Entre as duas dezenas de policiais militares de Mato Grosso do Sul presos esta semana por suspeita de facilitar a vida dos co...
O entrave no cadastro de pedófilos
Entrave burocrático – Autor do projeto de lei que criou o cadastro de pedófilos em Mato Grosso do Sul, o ex-deputado estadual Carlos Alberto David, d...


Volta Italiano... arrumar a casa
 
Daniel em 30/04/2015 09:17:54
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions