A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


09/05/2015 07:00

Olarte doa R$ 6,1 mil do salário de abril à prefeitura

Edivaldo Bitencourt

Doação – O prefeito de Campo Grande, Gilmar Olarte (PP), doou 30% do salário para a Prefeitura Municipal de Campo Grande. O objetivo é dar demonstração pública de que também faz a sua cota de sacrifício para ajudar no equilíbrio das finanças municipais.

Valor – Conforme o documento divulgado pela primeira dama Andréia Olarte, o prefeito doou R$ 6.123,73 do salário de abril. O dinheiro vai direto para o tesouro da prefeitura e não tem a finalidade carimbada.

Avanço – A indicação de Eduardo Romero (PTdoB), da ala “independente” do legislativo, dá mais fôlego para o prefeito na CPI das Contas Públicas. O maior risco era ver a comissão ficar sob o comando de Paulo Pedra (PDT), um dos principais críticos da atual administração no legislativo.

Menos – A redução na jornada de trabalho, de 8 para 6 horas, livrou o prefeito de enfrentar uma greve mais ampla no funcionalismo municipal. Com a decisão, Olarte conseguiu restringir o descontentamento aos médicos, que somam 1,2 mil profissionais.

Ficha limpa – O novo superintendente regional do Trabalho e Emprego, Yves Drosghic, destacou o trabalho realizado pelo antecessor, Anízio Tiago. Ele disse que ele deixou bons projetos e, o mais importante, o nome limpo. “É um caso raro na vida pública deste país”, frisou o pedetista.

Currículo - Yves fez rasgados elogios ao ex-presidente regional do PDT, João Leite Schimidt. “Se eu for nomear todos os cargos que ele já passou, vamos ficar falando até o final do Governo Dilma”, brincou. Schimidt já foi deputado, secretário e conselheiro do Tribunal de Contas.

Sou ou não governo – A posse de Yves foi marcada pelo dilema do PDT, de continuar como aliado ou passar a ser oposição ao Governo Dilma Rousseff (PT). Todas as lideranças abordaram o assunto durante os discursos. Se o PDT sair, Yves terá um breve mandato no cargo, que assumiu ontem.

Enfim – O MPE (Ministério Público Estadual) promete por no ar, até o dia 15, o novo portal da transparência. Levantamento do Conselho Nacional colocou o órgão sul-mato-grosssense em último lugar no País no quesito transparência. O primeiro passo para a mudança foi dado ontem com a publicação do decreto regulamentando a publicação dos dados.

Sem chance – O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) voltou a frisar, nesta sexta-feira, que não tem dinheiro disponível para conceder reajuste para os 63 mil funcionários públicos estaduais. Ele vai bater na tecla do limite previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal.

Mistério - O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) afirmou que irá definir a qualquer hora o novo defensor público geral. Ele recebeu a lista tríplice: Luciano Montalli (113 votos), Reginaldo Marinho da Silva (107) e Carmem Silvia Almeida Garcia (106). Qualquer um pode substituir o atual chefe da Defensoria, Paulo André Defante.

(colaboraram Antônio Marques e Leonardo Rocha)

Reinaldo apoia crescimento dos evangélicos
Decisão divina - Palestrante principal do Fórum Evangélico realizado nesta segunda-feira em Campo Grande, a cantora e pastora Damares Alves disse que...
2018 será ano mais curto para o Legislativo
Três meses – Carnaval, Semana Santa, campanhas eleitorais, Copa... Tudo isso encurta 2018 para os trabalhos legislativos. A observação é de Fábio Tra...
Máfia do Cigarro passa quase livre nas estradas
Esquema antigo - A atuação da Máfia do Cigarro em Mato Grosso do Sul vem de décadas e, de tempos em tempos, surge uma nova denúncia envolvendo polici...
MS também tem "bunker" cheio de dinheiro
Versão tupiniquim - O “bunker”de Geddel Vieira, que escondeu R$ 51 milhões de propina, tem versão pantaneira. Paredes de apartamento de um político e...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions