A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 20 de Maio de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


09/05/2015 07:00

Olarte doa R$ 6,1 mil do salário de abril à prefeitura

Edivaldo Bitencourt

Doação – O prefeito de Campo Grande, Gilmar Olarte (PP), doou 30% do salário para a Prefeitura Municipal de Campo Grande. O objetivo é dar demonstração pública de que também faz a sua cota de sacrifício para ajudar no equilíbrio das finanças municipais.

Valor – Conforme o documento divulgado pela primeira dama Andréia Olarte, o prefeito doou R$ 6.123,73 do salário de abril. O dinheiro vai direto para o tesouro da prefeitura e não tem a finalidade carimbada.

Avanço – A indicação de Eduardo Romero (PTdoB), da ala “independente” do legislativo, dá mais fôlego para o prefeito na CPI das Contas Públicas. O maior risco era ver a comissão ficar sob o comando de Paulo Pedra (PDT), um dos principais críticos da atual administração no legislativo.

Menos – A redução na jornada de trabalho, de 8 para 6 horas, livrou o prefeito de enfrentar uma greve mais ampla no funcionalismo municipal. Com a decisão, Olarte conseguiu restringir o descontentamento aos médicos, que somam 1,2 mil profissionais.

Ficha limpa – O novo superintendente regional do Trabalho e Emprego, Yves Drosghic, destacou o trabalho realizado pelo antecessor, Anízio Tiago. Ele disse que ele deixou bons projetos e, o mais importante, o nome limpo. “É um caso raro na vida pública deste país”, frisou o pedetista.

Currículo - Yves fez rasgados elogios ao ex-presidente regional do PDT, João Leite Schimidt. “Se eu for nomear todos os cargos que ele já passou, vamos ficar falando até o final do Governo Dilma”, brincou. Schimidt já foi deputado, secretário e conselheiro do Tribunal de Contas.

Sou ou não governo – A posse de Yves foi marcada pelo dilema do PDT, de continuar como aliado ou passar a ser oposição ao Governo Dilma Rousseff (PT). Todas as lideranças abordaram o assunto durante os discursos. Se o PDT sair, Yves terá um breve mandato no cargo, que assumiu ontem.

Enfim – O MPE (Ministério Público Estadual) promete por no ar, até o dia 15, o novo portal da transparência. Levantamento do Conselho Nacional colocou o órgão sul-mato-grosssense em último lugar no País no quesito transparência. O primeiro passo para a mudança foi dado ontem com a publicação do decreto regulamentando a publicação dos dados.

Sem chance – O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) voltou a frisar, nesta sexta-feira, que não tem dinheiro disponível para conceder reajuste para os 63 mil funcionários públicos estaduais. Ele vai bater na tecla do limite previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal.

Mistério - O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) afirmou que irá definir a qualquer hora o novo defensor público geral. Ele recebeu a lista tríplice: Luciano Montalli (113 votos), Reginaldo Marinho da Silva (107) e Carmem Silvia Almeida Garcia (106). Qualquer um pode substituir o atual chefe da Defensoria, Paulo André Defante.

(colaboraram Antônio Marques e Leonardo Rocha)

PMs presos têm “festival de ações”
Conhecidos da justiça - Entre as duas dezenas de policiais militares de Mato Grosso do Sul presos esta semana por suspeita de facilitar a vida dos co...
O entrave no cadastro de pedófilos
Entrave burocrático – Autor do projeto de lei que criou o cadastro de pedófilos em Mato Grosso do Sul, o ex-deputado estadual Carlos Alberto David, d...
Assembleia agora tem 8 "independentes"
Mais uma – Depois de votar com o governo por três anos e meio, a deputada estadual Grazielle Machado(PSD) anunciou que agora será “independente”, ass...
Quórum é motivo de "gracinha" na Assembleia
Presentes! Depois de três episódios neste ano de falta de quórum para votar projetos, o tema virou até motivo de puxada de orelha em tom de brincadei...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions