A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


15/03/2016 06:00

Para deputado tucano, restam três alternativas a Dilma

Waldemar Gonçalves

Sem credibilidade – O deputado estadual Rinaldo Modesto (PSDB), líder do governo na Assembleia Legislativa, afirma que, depois do recado nas manifestações de domingo, a presidente da República, Dilma Rousseff (PT), tem apenas três caminhos: a renúncia, o processo de impeachment no Congresso Nacional ou a possível cassação da sua chapa no TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Na visão do tucano, a presidente perdeu a credibilidade para governar.

Números do ato – Já se tornou comum a situação a cada evento do tipo que houve domingo em Campo Grande e praticamente todo o Brasil: os organizadores dão um número de público, enquanto a Polícia Militar dá outro, geralmente bem menor. Por aqui, a PM diz que usou até drones – veículo aéreo operado por controle remoto – para medir o tamanho da multidão. E, coincidência ou não, estimou 100 mil participantes, apenas 10 mil menos que a organização.

Sem partido – O ex-deputado federal Fábio Trad, que atualmente está sem partido, diz que não pretende aproveitar a janela para entrar em alguma legenda, já que seu foco no momento é a área jurídica. Advogado, seu mandato foi direcionado principalmente à elaboração do novo Código de Processo Civil, que entra em vigor no fim desta semana. Atualmente, o ex-parlamentar é o primeiro suplente do PMDB de Mato Grosso do Sul na Câmara dos Deputados.

Vai ter que repor – Em campanha salarial com a Prefeitura de Campo Grande, a ACP (Sindicato Campo-Grandense dos Profissionais da Educação Pública) decidiu aderir à paralisação nacional convocada pela CNTE (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação) nos próximos dias 15, 16 e 17. A secretária municipal de Educação, Leila Machado, chegou a dar o comando a diretores da rede municipal de ensino que desse falta aos professores, justificando se tratar de um ato nacional. Mais tarde, porém, foi divulgado que os dias sem aula terão de ser repostos.

Alta procura – Segundo o prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), tem muita gente na Capital querendo ser professor. Das cerca de 600 vagas oferecidas em concurso público para o cargo, foram registradas mais de 19 mil inscrições, diz ele. O professor que vai trabalhar 20 horas semanais vai receber o salário de R$ 2.546,00, e 40 horas, R$ 5.092,00.

Convidado – O deputado federal Geraldo Resende (PMDB) confirmou que recebeu do senador Aécio Neves e do governador Reinaldo Azambuja convite para filiar-se ao PSDB. Segundo ele, ambos garantiram ainda que entre os tucanos o deputado terá assegurada sua condição de candidato à Prefeitura de Dourados na convenção que acontecerá entre os dias 20 de julho e 5 agosto.

Prazo final – Diante do convite, Geraldo Resende disse às duas lideranças tucanas que se sente honrado com o convite e que está avaliando o posicionamento do PMDB em âmbito nacional para tomar uma decisão. Ele precisa dar uma resposta até sábado, dia 19, quando termina a janela partidária que possibilita a troca.

Projeção – Carla Stephanini, vereadora em Campo Grande, foi eleita no fim da semana passada vice-presidente da executiva nacional do PMDB Mulher. A atual presidente, a deputada federal Fátima Pelaes, do Amapá, foi reconduzida ao posto.

Fácil – O governo de Mato Grosso do Sul lança na quinta-feira (17) uma nova Central de Atendimento ao Cidadão, no Shopping Bosque dos Ipês, em Campo Grande. Pelos dados oficiais, no local poderão ser atendidas 3 mil pessoas diariamente. O “Fácil”, como é chamado, oferecerá serviços do Detran, Instituto de Identificação, Justiça Eleitoral e Agência Fazendária, entre outros, das 10h às 20h.

Pesquisas – “As pesquisas qualitativas nos mostram que as pessoas querem mudança. Querem alguém que não tenham um passado político e principalmente que tenham um perfil administrativo consagrado”. A análise é do deputado estadual Paulo Corrêa, ao comentar planos de seu partido, o PR, para as eleições deste ano em Campo Grande.

(com a redação)

2018 será ano mais curto para o Legislativo
Três meses – Carnaval, Semana Santa, campanhas eleitorais, Copa... Tudo isso encurta 2018 para os trabalhos legislativos. A observação é de Fábio Tra...
Máfia do Cigarro passa quase livre nas estradas
Esquema antigo - A atuação da Máfia do Cigarro em Mato Grosso do Sul vem de décadas e, de tempos em tempos, surge uma nova denúncia envolvendo polici...
MS também tem "bunker" cheio de dinheiro
Versão tupiniquim - O “bunker”de Geddel Vieira, que escondeu R$ 51 milhões de propina, tem versão pantaneira. Paredes de apartamento de um político e...
Secretário torce e comemora venda da folha
Torcida - Parecia um jogo valendo título a forma como o secretário de Finanças e Planejamento de Campo Grande, Pedro Pedrossian Neto, acompanhava a a...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions