A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 22 de Outubro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


25/02/2013 06:00

Polêmicas partidárias

Quinze meses depois, a Justiça Estadual confirmou que foi irregular a decisão de novembro de 2011 do PP (Partido Progressista) que tirou da presidência do diretório regional o ex-deputado federal Antônio Cruz. Ele até conseguiu reverter a decisão à época, mas, sem clima no partido, deixou a legenda e migrou de volta ao PMDB. Vale lembrar que o PP, do prefeito Alcides Bernal (PP), hoje enfrenta nova crise interna, com a decisão de expulsão do deputado estadual Lídio Lopes. 

Desinformação
O PP elegeu apenas dois prefeitos em 2012, Alcides Bernal em Campo Grande, e Carlos Amastha em Palmas, no Tocantis. Mas no site da agremiação, Bernal, que preside a legenda no Estado, ainda é idenficado como deputado estadual.

Apoio, pero no mucho
Durante o evento do PT que teve a presença de José Dirceu, na sexta-feira, o ex-governador Zeca do PT, hoje vereador em Campo Grande, até fez campanha pelo senador Delcídio do Amaral, candidato desde já da legenda ao Governo do Estado em 2014. Mas quem conhece Zeca e seus discursos percebeu que a fala dele foi mais para cumprir o protocolo do que de vontade própria.

Reação tímida
Depois de um discurso típico de Zeca, ele só falou de Delcídio no Governo bem no finalzinho e foi seguido de palmas tímidas. Nada da empolgação característica dos petistas quando ouviam uma fala da liderança histórica. Em tempo: Zeca do PT foi acusado em 2006 de não colaborar com a campanha de Delcídio ao Governo, do mesmo modo que Delcídio também recebeu críticas de fazer "corpo mole" na disputa entre Zeca do PT e André Puccinelli em 2010.

Em compensação
José Dirceu, em contrapartida, continua com tudo entre a turma que cultura a estrela vermelha. Na visita a Campo Grande, o que não faltou foi carinho e a avaliação de que as acusações contra um dos nomes mais antigos do PT são injustas. 

Compromisso inadiável
Durante o evento em questão, o presidente do PT no Estado, Marcus Garcia, ficou pouco tempo. O motivo foi pessoal. Ele participou da abertura e logo foi embora. A explicação foi dada em voz alta: era aniversário de casamento de Marquinhos, como é mais conhecido.

Foto publicada pela Folha mostra morador de rua que viajou para a praia com trocados ganhos em Campo Grande. (Foto: Juca Varella)Foto publicada pela Folha mostra morador de rua que viajou para a praia com "trocados" ganhos em Campo Grande. (Foto: Juca Varella)

De passagem
O jornal Folha de S.Paulo contou, em reportagem na semana passada, a história de um morador de rua que saiu de Bauru, no interior de São Paulo, e conseguiu juntar dinheiro para conhecer o mar, no litoral daquele estado, graças a "gorjetas" ganhas no trânsito, em Campo Grande. Segundo o texto, o rapaz pintava o rosto e conseguia ganhar trocados nos semáforos da cidade.

Constatação
A história desse morador de rua, de 23 anos, chama atenção pelo propósito inusitado da temporada pelas ruas de Campo Grande. Mas também evidencia o que muito motorista já deve ter percebido nos cruzamentos mais movimentados. A repressão aos chamados artistas de rua ou aos que simplesmente pedem dinheiro nos semáforos, que já teve até operação com direito a prisões, foi aliviada e hoje é possível ver a circulação livre pela cidade. 

 Vai crescer
Com forte presença em MS, o grupo JBS tem previsão de aumento de receita de 16% em 2013, segundo cálculos de uma instituição financeira. É bastante, mas é um pouco menos do que o crescimento do ano passado, que chegou a 19%.

Saindo do vermelho
Se o crescimento da receita vai ser menor, o resultado final para o grupo deve ser positivo este ano. Em 2012, o JBS disse que, no fechamento de contas, teve prejuízo de R$ 76 milhões. Este ano, conforme o cálculo feito pelo banco HSBC, deve ter lucro de R$ 950 milhões.

Crise da JBS rouba atenção de Temer
Foco na JBS - No Governo do Estado, a vinda do presidente Temer a Mato Grosso não teve a mobilização típica de visitas anteriores de presidentes. Na ...
Temer oscilou sobre decisão de vir para agenda em MS
Às pressas – A vinda do presidente Michel Temer para Mato Grosso do Sul neste sábado foi confirmada em cima da hora. A coluna apurou que tudo indicav...
Detran de MS avalia adesão a parcelar multa no cartão
Ainda não sabemos – O Detran de Mato Grosso do Sul avalia se vai fazer convênios que permitam parcelamento de multas no cartão de crédito. A autoriza...
Delcídio foi "fantasma" em sessão que manteve Aécio
Lembrado – O ex-senador e ex-petista Delcídio do Amaral está longe do Senado desde maio de 2016, quando foi cassado, mas nesta terça-feira foi bastan...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions