A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


21/02/2015 07:00

Preso na Operação Fantoche, "some" do mapa

Edivaldo Bitencourt

Promoção – O superintendente da Polícia Federal em Mato Grosso do Sul, Edgar Paulo Marcon, será promovido. Ele vai ser adido da Embaixada do Brasil em Assunção, capital do Paraguai.

Sono – A lista da Operação Lava Jato, da Polícia Federal, vem tirando o sono de alguns políticos de Mato Grosso do Sul. O mistério deve acabar neste mês, quando o Supremo Tribunal Federal acabar com o sigilo em torno dos 42 nomes de autoridades com foro privilegiado.

Obras – O Governo estadual ainda busca uma fonte para bancar os R$ 3 milhões que faltam para concluir a obra do Aquário do Pantanal. A obra deverá ser concluída ainda neste ano e promete fomentar o turismo em Campo Grande.

Anúncio – O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) adiou para a próxima semana o anúncio sobre a conclusão das obras inacabadas no Estado. No total, faltam R$ 166 milhões dos R$ 540 milhões necessários para concluir a “herança” deixada por André Puccinelli (PMDB).

Brasília – O secretário estadual de Infraestrutura, Marcelo Miglioli, vai a Brasília para uma reunião no Ministério dos Transportes. Esta será a primeira “reunião de rotina” entre o representante estadual e o Governo federal na área de obras rodoviárias e aeroportuárias.

Onda vermelha – A famosa onda verde voltou a sofrer pane na Avenida Fernando Corrêa da Costa. Antes, o sinal ficava verde, no sentido horto-shopping, da Avenida Calógeras até a Rua Padre João Crippa. Agora, os motoristas param na Rua Rui Barbosa.

No estoque – A Prefeitura de Campo Grande divulgou, ontem, que os uniformes e os kits escolares já chegaram. Ontem, o prefeito Gilmar Olarte (PP) foi ao almoxarifado para fazer uma foto com os novos produtos.

Só em março – No entanto, os estudantes só vão receber os kits escolares e os uniformes a partir do dia 1º de março. O prefeito não vê prejuízo na espera de 13 dias para fazer a entrega. “Eles vão usando os antigos, que foram entregues em agosto e estão em bom estado”, garantiu.

Fogo de palha – O sumiço de 26 páginas do processo contra o prefeito não vai comprometer o julgamento. Conforme o Ministério Público Estadual, graças a digitalização, nada foi perdido porque todo o caso está “digitalizado”.

Mistério – Preso na Operação Fantoche no dia 4 deste mês, o ex-coordenador do Fundo de Investimento Cultural, Edilson Aspet Azambuja, “sumiu”. Ministério Público e Justiça não informam se ele está preso ou solto. Oficialmente, ele está detido no 1º Distrito Policial de Ponta Porã. No entanto, no local, a informação é de que ele não está lá. Azambuja é acusado de desviar recursos do fundo.

(colaborou Juliene Katayama e Aline dos Santos)

Após "perder" cargo, deputado muda o tom
Mudou – Antes cotado para assumir uma secretaria do governo do Estado, o deputado Coronel David (PSC) está agindo ultimamente como oposição ao Govern...
Reinaldo apoia crescimento dos evangélicos
Decisão divina - Palestrante principal do Fórum Evangélico realizado nesta segunda-feira em Campo Grande, a cantora e pastora Damares Alves disse que...
2018 será ano mais curto para o Legislativo
Três meses – Carnaval, Semana Santa, campanhas eleitorais, Copa... Tudo isso encurta 2018 para os trabalhos legislativos. A observação é de Fábio Tra...
Máfia do Cigarro passa quase livre nas estradas
Esquema antigo - A atuação da Máfia do Cigarro em Mato Grosso do Sul vem de décadas e, de tempos em tempos, surge uma nova denúncia envolvendo polici...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions