A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 16 de Outubro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


23/02/2011 06:00

Erramos

Jogo Aberto

A primeira audiência do governador André Puccinelli (PMDB), assim que retornou de férias, no início do ano, foi com o líder da oposição, deputado Cabo Almi (PT). No pacote algumas nomeações, sugeridas pelo parlamentar petista.

Puccinelli deve dificuldade, no final do ano, para convencer seu pupilo, Mário Sérgio Lorenzetto, a continuar no governo. O secretário pretendia se aposentar, largando as finanças do Estado. O governador o considera imprescindível.

Ao ganhar uma camiseta da Cicgoe (Companhia Independente de Gerenciamento de Crises e Operações Especiais) ontem, o governador André Puccinelli disse que se colocasse uma mascara de ninja se sentiria do próprio Bope. Ao fundo alguém gritou: “Capitão Nascimento, senhor!”.

O governador contou que nunca teve arma de fogo, pois sempre foi muito estourado, mas agora está mais calmo, com os filhos criados e cuidando dos netos. Sobre a nova fase, o governador disse que um eleitor o parou na rua e disse que ela estava “liguite”. Educado, o governador perguntou como se escrevia a tal palavra e descobri que o rapaz queria dizer ligth.

Esposa do vice-presidente do TRE/MS (Tribunal Regional Eleitoral), Desembargador Joenildo de Sousa Chaves, Clarice Maciel Sousa Chaves, de 66 anos, é assessora técnica da Assembleia Legislativa e foi designada para responder pela Escola do Legislativo.

As conversas para a formação do bloco de oposição não avançaram com o PT. Diante do entrave, o deputado Alcides Bernal (PP) chegou a declarar que o PT é o “Partido Eu Sozinho”.

Apesar de não ser santista, o deputado Carlos Marun (PMDB) seguiu o exemplo do presidente da Acrissul (Associação de Criadores de MS), Francisco Maia, e fez analogia com o time da Vila Belmiro ao falar sobre a proibição de shows no Parque Laucídio Coelho. “Luan Santana não tem onde se apresentar. É a mesma coisa que na Era Pelé, o Santos não ter estádio de futebol", afirmou.

Jornalista da Rádio Globo perguntou ontem ao técnico do Vasco, Ricardo Gomes, se jogar contra um time “sem expressão”, como segundo o repórter é o Comercial, era o mesmo que “bater em bêbado”. Cauteloso, o treinador disse que é preciso cuidado com os times pequenos, porque a história mostra que eles podem surpreender.

O site Globoesporte.com contribuiu para a eterna confusão entre MT e MS ao passar a falsa informação de que o Vasco viajou para Cuiabá para enfrentar o Comercial. Na verdade, o time veio para Campo Grande, onde acontece a partida.

O Jogo Aberto errou. É realmente uma mulher que administra Ramallah (Palestina, Cisjordânia) e será homenageada pelo presidente da Câmara, Paulo Siufi (PMDB). A confusão aconteceu porque uma quantidade muito grande de sites e jornais, inexplicavelmente, tratam Janet Mikhail como “prefeito”.

Bonito quer bombar com shows gringos no Carnaval
Bombando - Empresários estão investindo pesado no Carnaval de Bonito 2018. Além da celebridade internacional Paris Hilton, uma das atrações em negoci...
Fábrica planeja investimento de meio bilhão em porto
Projeto ambicioso – Depois de inaugurar mais uma unidade em Três Lagoas, ampliando a produção de celulose, a Fibria negocia com a ampliação da estrut...
MS cumpre "regra de ouro" na finança pública
Melhor que os outros – Existe uma máxima em finanças públicas de que os governos, para não cair em estado de insolvência, não devem custear despesas ...
Reinaldo diz que ação contra o crime não pode ser só no RJ
Mal gerido – Neste ano, o Ministério da Justiça e Segurança Pública gastou R$ 185,77 milhões do FNSP (Fundo Nacional de Segurança Pública), conforme ...



na minha opinião, o governador andre puccinelli tem que saber lidar tanto com a oposição tanto com a situação, não é por isso que deixamos de ter uma oposição politica diferenciada, temos adversarios e não inimigos, o governadorr tem q olhar todas as pessoas e saber lidar com as criticas e com as opiniões de todos os partidos da casa de leis.
 
Gustavo Henrique em 27/02/2011 12:00:17
Nada contra muito menos a favor. Mas venhamos assumir escola de legislativo aos 66 anos de idade. Não duvido da competência, mas questiono a ética da atitude.
 
Orlando Lero em 23/02/2011 04:51:21
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions