ACOMPANHE-NOS    
JULHO, TERÇA  27    CAMPO GRANDE 12º

Jogo Aberto

Regra mais drástica contra covid em MS partiu de mulher

Por Ângela Kempfer | 29/03/2021 06:00
Nos frezzers, comunicado fala da lei seca em Navirai.
Nos frezzers, comunicado fala da lei seca em Navirai.

Sob pressão - A semana começa com pressão sobre o governo estadual. Nesta segunda-feira (29), comerciantes devem se reunir com Reinaldo Azambuja para tratar do decreto em vigor e pedir compensação por conta das restrições.

Derrota 1 - No fim de semana os empresários já tiveram uma derrota. Comerciantes de Amambai levaram uma “bronca” do desembargador Jairo Roberto de Quadros. Esperaram o sábado para entram com mandado de segurança contra as medidas, achando que no plantão seria mais fácil emplacar liminar.

Tática - Mas o plantonista não gostou da manobra. “A questão submetida à apreciação neste plantão poderia ter sido apresentada durante o expediente normal, mesmo porque, o Decreto nº 15.638 foi publicado em 24 de março".

Plantão - O desembargador deixou o julgamento para essa segunda e lembrou que houve "tempo suficiente para a impetração durante os dias de expediente regular que precederam este plantão”, declarou Jairo de Quadros.

Bar fechado - Enquanto a maioria quer a flexibilização das normas, uma mulher deu o exemplo mais rigoroso até agora em Mato Grosso do Sul. A prefeita de Navirai, Rhaiza Matos (PSDB), determinou lei seca, com a proibição de consumo e até mesmo a venda de bebidas alcoólicas até 4 de abril.

Mudou de ideia - Neste ano, o prefeito de Coronel Sapucaia chegou a decretar lockdown a partir de 13 de fevereiro, mas dois dias depois voltou atrás, após protestos de moradores.

Queima - Em 5 dias, a Policia Militar Ambiental autuou 7 por incêndios florestais só na região Sul do Estado. A Operação Prolepse foi desencadeada para evitar o drama de 2020, quando Mato Grosso do Sul ferveu com as queimadas fora de controle.

No bolso - O curioso é que, segundo a PMA, a princípio a ação seria apenas informativa, de conscientização, mas foram tantos os desrespeitos que o jeito foi partir para a punição, com multas.

Conversinha - Uma das preocupações é com incêndios de palhada da cana-de-açúcar e pastagens também. Por isso, diretores de usinas sucroenergéticas são chamados para uma conversa e alertados sobre a necessidade de planejamento para evitar os incêndios

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário