A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 18 de Janeiro de 2019


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


18/03/2017 07:00

Reinaldo cobra reforço maior da União na logística de MS

Waldemar Gonçalves

Logística – Reforço de investimentos em logística tomou parte do discurso do governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), ontem, quando convocou a imprensa para destacar itens da reforma administrativa. O Estado precisa de melhorias em rodovias e aeroportos, destacou o tucano.

Rodovias – Neste sentido, Reinaldo comentou que o Governo Federal deveria reconsiderar seu plano de concessão de rodovias, para incluir nele as privatizações das BRs 262 e 267. Inicialmente, elas faziam parte do pacote que seria concedido à iniciativa privada, mas acabaram ficando de fora.

Aeroporto – No dia 20, próxima segunda-feira, Reinaldo se reunirá com representantes da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil). Na prancheta estarão projetos para melhorias no Aeroporto Internacional de Campo Grande, local que precisa de “uma atenção maior”, conforme disse o governador.

Plano de campanha – Reinaldo reafirmou ontem que a "bíblia" seguida por sua equipe de gestão ainda é o plano de governo que foi apresentado por sua campanha, em 2014. "Estamos seguindo à risca".

Mesmo com crise – Reinaldo disse que ainda faltam dois anos de gestão e muitas pessoas estão com "pressa" na hora de exigir soluções e fazer críticas ao seu trabalho. "Não tive bonança, mas sim crise desde que assumi", relembra.

Contato qualificado – Um “contato mais qualificado”. Assim definiu o presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Junior Mochi (PMDB), ao comentar a ida de Paulo Duarte para a casa de leis.

Boa experiência – Ex-deputado estadual e ex-prefeito de Corumbá, Paulo Duarte foi designado para a função de articulador político do Legislativo junto a sindicatos e instituições da sociedade civil. Mochi avalia que a Assembleia “vai ganhar muito com a experiência” de Duarte.

Suspensa – Com o decreto da prefeitura sobre a Uber suspenso, a Justiça extinguiu a ação popular que pretendia derrubar a medida, que previa regras para o serviço de carona paga. Em sua decisão, o juiz David de Oliveira Gomes Filho não analisou o mérito, ou seja, os motivos e justificativas para anular, somente a “perda do objeto” da denúncia.

Extrapolou – Na justificativa, o autor afirma que o município extrapolou os limites de sua competência e gerou prejuízo para os motoristas, usuários e autoridades policiais que eventualmente fiscalizariam o serviço.

Nova ação – Embora extinta a ação, nada impede que o autor entre com novo processo, se assim achar necessário, quando a prefeitura apresentar a nova regulamentação, afirmou o juiz.

(com Leonardo Rocha e Mayara Bueno)

Nomeação para Sanesul saiu direto da Governadoria
Pessoal - O nome de Walter Carneiro Júnior para a direção da Sanesul foi indicação pessoal do governador Reinaldo Azambuja. Apesar de já ter sido sec...
Presa em operação adora posar com vereadora
No hospital - O empresário e ex-candidato a deputado estadual pelo PTC, Antônio João Hugo Rodrigues, deu um susto na família na noite de segunda-feir...
Picarelli queria TV, mas deve levar assessoria
Outra rota – Radialista e apresentador de TV, Maurício Picarelli (PSDB) teve o nome lembrado para a Fertel, fundação que comanda a TV Educativa e a r...
Cultura tem “concorrência” entre ex-secretário e suplente
A fila anda – Athayde Nery (PPS) havia descartado assumir a Fundação de Cultura do Estado, depois que a Secretaria de Cultura e Cidadania foi extinta...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions