A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 20 de Julho de 2019


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


02/04/2019 06:00

Senadora de MS anda mais lá do que cá

Ângela Kempfer

Essa viaja – A senadora Soraya Thronicke (PSL) não para. Depois de começar o ano na China, ir depois do Carnaval aos Estados Unidos, a última parada é Israel. Ela integra comitiva de Jair Bolsonaro para encontro do presidente com o primeiro ministro Benjamin Netanyahu.

No Rio - Já o secretário de Segurança Pública, Antônio Carlos Videira, partiu para feira de Segurança no Rio de Janeiro. A LAAD Defence & Security reúne mais de 450 marcas, até a próxima sexta-feira. Nos estandes, são expostos equipamentos pessoais e táticos, munição e armamentos mais modernos do mundo.

Toque feminino - O diretor-presidente da Funesp, Rodrigo Terra, fez questão de elogiar a organizadora da Copa Truck, Vanda Camacho, porque desde que começou a gestão atual, abriu as portas do evento para Campo Grande, que vai sediar a competição pelo terceiro ano seguido. "Ela abriu o caminho para novas perspectivas de atividades no automobilismo para Capital, foi com seu apoio que colocamos o Autódromo para receber grandes eventos".

Novos produtos - Aproveitando a deixa, a nova secretária municipal de Cultura e Turismo, Melissa Tamaciro, disse que quer mais ações em conjunto com o esporte, para que grandes eventos possam divulgar o nome da cidade e trazer investimentos e turistas. "Precisamos criar grandes produtos culturais e esportistas, para ofertar a população, faz parte do mesmo ciclo".

Reforço - O superintendente da PRF, Luiz Alexandre Gomes da Silva, está articulando com a prefeitura de Campo Grande, um convênio de cooperação técnica, para que possam compartilhar em algumas rodovias federais, o poder de polícia com agentes da segurança da Capital, em situações que necessitam de apoio.

Só gente grande - Delegado-geral da Polícia Civil de São Paulo, Ruy Ferraz Fontes, diz que o tráfico de drogas não é mais como era há 20 anos, quando um criminoso solitário comprava um quilo de cocaína na Bolívia ou do Paraguai, para revender no seu ponto de varejo.

Varejo é o elo - Na avaliação dele, agora quem combater o varejo vai acertar nos grandes, porque “a boca” não pertence mais aos pequenos traficantes, que viraram soldados de organizações criminosas. Defende que o varejo de drogas é ponta da organização criminosa. “No passado, a pequena apreensão não tinha um valor muito significativo e hoje tem porque você tá lidando com a ponta do crime organizado. Temos puxado essa ponta”, disse em entrevista ao Estadão.

Poderia ser a gente - O Fórum Brasileiro de Segurança Pública identificou um fenômeno positivo em 8 estados, com redução consecutiva no número de homicídios. Entraram na lista Alagoas, Espírito Santo, Mato Grosso, Minas Gerais, Paraíba, Paraná, Piauí e São Paulo, além do Distrito Federal. Nossos vizinhos entraram na lista, nós ficamos de fora.

Exemplo - No vizinho Mato Grosso, a justificativa é a intensificação de blitz de trânsito que levou a apreensão de armas. Até 2014 as taxas estavam subindo, mas passaram a cair. Outro aspecto apontado pelo estudo é o aumento do efetivo policial.

Caindo - Alguns indicativos mostram que a economia anda piorando no Brasil, apesar da euforia no início do governo Jair Bolsonaro. A estimativa para a expansão do Produto Interno Bruto caiu de 2% para 1,98% este ano, é a quinta redução consecutiva.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions