ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, QUARTA  20    CAMPO GRANDE 19º

Jogo Aberto

Simone quer folga da CPI após ataques de ministro da CGU

Por Adriel Mattos, Gabriela Couto, Nyelder Rodrigues e Caroline Maldonado | 22/09/2021 06:00
Sessão teve que ser encerrada após comentário do ministro. (Foto: Roque de Sá/Agência Senado)
Sessão teve que ser encerrada após comentário do ministro. (Foto: Roque de Sá/Agência Senado)

Sob controle – Depois de apresentar vários números sobre compras da vacina contra covid-19 Covaxin, do laboratório indiano Bharat Biotech, a senadora Simone Tebet (MDB-MS) avaliou que usou tanto tempo na terça-feira (21), durante a CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Pandemia, que já falou o suficiente para duas sessões. Por isso, avisou que não vai aparecer nem nesta quarta-feira (22) e nem quinta-feira (23), para compensar.

Fãs – Colegas, fãs da senadora, responderam que “de jeito nenhum”. A tropa de apoiadores teve a oportunidade de sair em defesa da sul-mato-grossense na sequência. Ao ser chamada de “descontrolada” pelo ministro-chefe da CGU (Controladoria-Geral da União), Wagner Rosário, eles responderam em coro: “Machista”.

Foi mal – Após a confusão, a sessão da CPI foi encerrada e Rosário foi ao Twitter para pedir desculpas à Simone. “Às vezes, no calor do embate, somos agressivos, inconscientemente. Estendo minhas desculpas a todas mulheres que tenham se sentido ofendidas”, escreveu.

Missão – A senadora ainda tem outra tarefa a cumprir. Simone começa a percorrer o País para tentar viabilizar sua pré-candidatura à Presidência da República pelo MDB. Mas ela irá sozinha. O marido e deputado estadual Eduardo Rocha já confirmou que não participará das viagens.

Aguardando – Por sua vez, quando questionado sobre as eleições de 2022, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) voltou a dizer que aguarda a mudança das regras eleitorais e soltou um ditado popular. “O futuro a Deus pertence, vamos ver o que o Deus tem de destino para nós, estaremos abertos a discutir esse destino aí para nós”, afirmou.

Sob rodas – Chamou a atenção durante sessão da Assembleia Legislativa desta terça-feira (21), a presença virtual do deputado Renato Câmara (MDB), que participou mesmo estando em trânsito, como passageiro de carro, que chamou de “gabinete móvel”.

Carecas – O clima amistoso tomou conta da sessão quando José Carlos Barbosa, o Barbosinha (DEM), mostrou foto ao lado do ex-presidente da Câmara dos Deputados, Ulysses Guimarães, iniciando discussões sobre a “cobertura capilar” de ambos e de outros deputados da Casa.

Lançamento – A Assembleia lançou a Constituição do Estado comentada, voltada para profissionais da área do Direito. A Carta Magna foi promulgada em 1989 pelo decano - e presidente à época - da Casa, o deputado estadual Londres Machado (PSD).

De graça – “Com apoio da gráfica do Senado conseguimos essa impressão sem custo para a Assembleia Legislativa e agora, disponibilizamos no site da Alems para a pesquisa de todos que queiram descobrir mais sobre a nossa Constituição e quais são as opiniões dos juristas sobre aquele artigo pesquisado”, declarou o atual presidente, Paulo Corrêa (PSDB).

Parabéns – Centenas de funcionários públicos, que trabalham na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Jardim Leblon e UBS (Unidade Básica de Saúde) do Coophavila II, estão de parabéns. A Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) publicou moção de elogio aos servidores pela “valiosa atuação e eficiência, excelente atendimento aos pacientes”, além de “prestatividade e zelo”, pois os servidores “servem de exemplo na conduta de atendimento aos seus semelhantes”.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário