A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 20 de Outubro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


05/02/2013 06:00

Simpatia

Puccinelli todo sorrisos na Assembleia. (Fotos: Luciano Muta)Puccinelli todo sorrisos na Assembleia. (Fotos: Luciano Muta)
Jerson Domingos, todo alegrinho também, com a neta Rafaela. Jerson Domingos, todo alegrinho também, com a neta Rafaela.

O governador André Puccinelli (PMDB) interrompeu as férias ontem para acompanhar a abertura do ano legislativo. O efeito dos dias de descanso estava visível: André era só sorrisos na Assembleia, onde fez um balanço otimista do ano passado, destacando investimentos em pavimentação, crescimento do mercado de trabalho e industrialização. "Voltei revigorado, voltei o André, paz e amor", brincou.

Vovô governador
Ao comentar sobre sua volta das férias, Puccinelli disse que passou 12 dias ininterruptos com os netos e os filhos. Ele ainda está em período de descanso. Oficialmente, só volta ao trabalho no dia 9. 

Vovô deputado
O clima na Assembleia ontem teve um quê de família. O presidente da Casa, Jerson Domingos (PMDB), por exemplo, estava com a neta, Rafaela, no colo. A devoção de Jerson à menina é tanta que ele já contou que tirou o bigode para não irritar a pele da menina, que faz um ano no dia 21.

Passando a régua
O deputado federal sul-mato-grossense Luiz Henrique Mandetta (DEM) condena o fato de a imprensa concentrar seu foco crítico apenas no Poder Legislativo. À propósito do pagamento de vantagens extras (14º e 15º salários) aos deputados e senadores, Mandetta considera que os jornalistas deveriam “passar a régua” e cobrar moralidade pública de forma mais ampla.

Exemplos
“Se tem verba na Presidência da República para gasto com chocolate, vinho... Quem é que fiscaliza? Há o cartão funcional dos ministros de Estado. Quem ficaliza? A verba da Câmara é transparente. Mas e a de ministro de tribunal superior que ganha extra para apreciação de processo em mutirão e chega a ganhar de R$ 50 mil a 60 mil por mês?”, questionou.

Abuso
Frequentador assíduo do Facebook, o deputado ontem recebeu uma mensagem de um "amigo" cara de pau. A pessoa perguntou se ele o parlamentar é dono de uma empresa de cursos preparatório para concurso que leva o nome Mandetta e ainda mandou essa; "se for, quero um grátis".

Torcedor 1
O comandante da Polícia Militar de MS, Carlos Alberto David, assistiu no domingo o jogo entre Cene e Novoperário, no Morenão. Torcedor do time que tenta resgatar as glórias do antigo Galo, ele viu a equipe perder por 3 a 1 para o Furacão Amarelo. 

Torcedor 2
Por pouco, a outra equipe para a qual David torce não estragou de vez o domingo futebolístico do comandante da PM. O Palmeiras empatou na última hora com o XV de Piracicaba, em 3 a 3. 

Fila
Com pouco mais de um mês de governo, o prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), vai acumulando desafetos. Depois dos vereadores e dos servidores, desagradou também os "baladeiros", ao tentar impedir a realização do show do DJ Tiësto, que acabou ocorrendo via decisão judicial.

Turrão
Bernal também não está muito simpático com o Judiciário. Se negou a assinar termo de ajustamento de conduta com o Ministério Público do Trabalho e depois que a Justiça autorizou o show no Jockey Club, divulgou nota, no sábado à noite, para criticar a decisão.

 

 

 

 

 

 

Temer oscilou sobre decisão de vir para agenda em MS
Às pressas – A vinda do presidente Michel Temer para Mato Grosso do Sul neste sábado foi confirmada em cima da hora. A coluna apurou que tudo indicav...
Detran de MS avalia adesão a parcelar multa no cartão
Ainda não sabemos – O Detran de Mato Grosso do Sul avalia se vai fazer convênios que permitam parcelamento de multas no cartão de crédito. A autoriza...
Delcídio foi "fantasma" em sessão que manteve Aécio
Lembrado – O ex-senador e ex-petista Delcídio do Amaral está longe do Senado desde maio de 2016, quando foi cassado, mas nesta terça-feira foi bastan...
"Nem a pau", diz Correa sobre desistir de ação contra JBS
Negativo - “Nem a pau”. Essa foi a reação do presidente da CPI da JBS, Paulo Correa (PR), à cogitação de retirar a ação contra a empresa, para preser...



Não é questão de desagradar baladeiros e sim uma questão de segurança pública, queria ver se morrer alguem neste show, está mídia irá se calar e não falar nada. Rezo para Deus não acontecer nada, contudo no último show vi menores de até 14 anos entrando desacompanhado.
 
Roberto Domingos em 05/02/2013 22:45:31
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions