A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 15 de Outubro de 2019


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


26/09/2019 06:00

Tereza Cristina, de musa à mulher forte do governo

Ângela Kempfer
De chapéu, a ministra Tereza Cristina durante agenda em Bonito nesta quarta-feira (25). (Foto: Paulo Francis)De chapéu, a ministra Tereza Cristina durante agenda em Bonito nesta quarta-feira (25). (Foto: Paulo Francis)

Boiou – Os ministros de Agricultura da Rússia, Índia, China e África do Sul teriam um dia lindo em Bonito durante encontro dos Brics, com passeios e até flutuação nas águas limpas do rio. Mas sem sorte, chegaram justamente no dia em que a chuva resolveu reaparecer e deixar o cenário barrento.

De maiô - Mesmo assim, a ministra Tereza Cristina não perdeu a esportiva. Questionada se iria direto dos debates para o passeio no rio, apesar do tempo fresquinho em Bonito ela avisou: "É lógico que eu tenho que passar no meu quarto, tenho que pegar meu maiô".

Musa - Lembrando da passagem da ministra por Bonito, o deputado José Carlos Barbosa (DEM) levantou a bola mais uma vez da colega de partido, Tereza Cristina (DEM). Lembrou que ela é considerada a mulher mais importante da República. "Quem diz isto são os ministros e os parlamentares em Brasília".

Turista - Tereza Cristina também foi questionada sobre pressão para troca no 1° escalão do governo federal, principalmente, sobre o risco de queda do ministro da Saúde, Luis Henrique Mandetta,. “Se existi, não sei, passei os últimos 15 dias viajando”.

Outro lado - O deputado Carlos Alberto David (PSL) disse que sempre correu atrás de bandido, inclusive como comandante da PM, e que não esperava ser vítima agora de atos criminosos, após celular ser raqueado. "Vou até o final para achar os culpados".

Amigo - José Carlos Barbosa (DEM) prestou apoio ao colega, lembrando que não deveria ser criticado por ter votado a favor da homenagem a Delcídio. "As pessoas têm que entender que aqui não se julga ideologia política e sim se a pessoa prestou serviços ao Estado".

Nevada – Apontado como um dos líderes da quadrilha investigada por tráfico de cocaína por meio de aviões, estourada em 2016 com a Operação Nevada, Odir Fernando Santos Corrêa verá o Superior Tribunal de Justiça decidir se poderá recorrer em liberdade. Recurso neste sentido foi admitido no Tribunal Regional Federal da 3ª Região, que havia negado liberar Odir.

Timing – A decisão favorável a Odir partiu da Vice-Presidência do TRF-3, que não teve o mesmo entendimento em relação a um preso em outro caso: André Cance, ex-secretário adjunto de Fazenda e um dos réus em ações da Lama Asfáltica. A recusa, porém, foi técnica, considerando falta de obediência aos prazos previstos na lei para apresentar recurso depois de o tribunal, na sua 5ª Turma, também negar habeas corpus a Cance.

Sucesso – Na avaliação do presidente da Câmara Municipal, o vereador João Rocha (PSDB), a audiência pública que debateu a regulamentação do Autódromo Internacional de Campo Grande "bombou". Durante o evento, o tucano informou para os participantes que estavam no plenário que a discussão era transmitida ao vivo pelas redes sociais. "Acabaram de me informar e, como dizem, está bombando".

Sem números - Sobre licitação para serviços de manutenção no pátio de aeronaves da Base Aérea de Campo Grande, o Comando da Aeronáutica garante que não houve erro no edital, contestando nota da Coluna Jogo Aberto de ontem (25). Onde normalmente consta o valor, foi redigido apenas “R$ XXXXXXXX”, mas segundo os militares, o preço não aparece porque ainda não se sabe o valor que as empresas vão ofertar.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions