A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 16 de Outubro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


12/07/2016 06:00

Uma lata na cara e a velha sensação de impunidade

Waldemar Gonçalves

Sensação de impunidade – Não é de hoje que se fala em ‘sensação de impunidade’ no Brasil. Comentários sobre o episódio da professora agredida por um motorista no trânsito de Campo Grande reacendem a discussão. Foram centenas deles. “Foi homem pra jogar a latinha... mas agora não enfrenta as consequências” e “Nossa Justiça é cega. Tanta irresponsabilidade e como sempre vai acabar em ‘pizza’”, disseram alguns dos leitores do Campo Grande News no Facebook.

Está liberado – Em linhas gerais, a maioria das manifestações discorda de justificativas dadas pelo agressor. “Acredito nele. Realmente vejo frequentemente latinhas de cerveja saltadores deixarem as mãos das pessoas, tomando rumos cada vez mais inusitados...”, ironizou outro leitor. O tal empresário, de 40 anos, foi liberado pela polícia após prestar depoimento.

Um mais um são dois – O governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), elogiou o trabalho dos deputados estaduais em relação a emendas e aprovações. "Combinei com os deputados que, a cada um real proveniente de emenda, vamos investir um real de recursos próprios. Isso tem dado bons resultados".

Nota boa em transparência – Reinaldo ressaltou que Mato Grosso do Sul é hoje o quinto estado do País com maior transparência na prestação de contas, lembrando que há um ano e meio estava em último lugar, com nota 1,4. "Demoramos 10 meses para implantar o portal da transparência, porque não havia transversalidade de informações", disse, ressaltando que a nota hoje é 9,1.

Nota 10 para exportação – Reinaldo também disse que o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, ligou para ele antes da agenda e disse que Mato Grosso do Sul apresentou o melhor projeto para o SISBI-POA (Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal) entre 10 estados que se inscreveram. "Uma pequena indústria caseira vai poder fornecer para o Brasil inteiro", comemorou o governador.

Vice importante – O ex-vereador Marcelo Bluma (PV), que vai concorrer à Prefeitura de Campo Grande, lembra que a escolha do candidato a vice se tornou muito importante no Brasil. "Não pode ser de qualquer jeito, hoje em dia vice é coisa séria", destacou ele. “Basta lembrarmos de Gilmar Olarte e Michel Temer”.

Chinelinho da sua deputada – A deputada estadual Grazielle Machado (PR) lançou ontem, no Facebook, a campanha Chinelos do Bem. Por R$ 10, a pessoa compra um chinelo com estampas variadas, como de bichos pantaneiros ou a bandeira de Mato Grosso do Sul, e a marca da parlamentar. O dinheiro, diz ela, comprará fraldas à UTI Neonatal da Maternidade Cândido Mariano, em Campo Grande.

Engajada – Grazielle mostrou estar engajada na iniciativa. Ontem à tarde, o ex-governador André Puccinelli interrompeu reunião política na sede do PMDB para falar com a deputada. Ela, por sua vez, queria apenas entregar em mãos um par dos tais chinelos ao peemedebista.

Vovotorista – Talvez não pudesse ter escolhido melhor hora. Na referida reunião, André confirmou que está fora da disputa à Prefeitura de Campo Grande. Como costuma dizer o próprio ex-governador, continuará se dedicando à atividade de “vovotorista”, ou seja, dedicando-se aos netos.

Reeleição – Quem tratou logo de se colocar fora do páreo, também, foi o senador Waldemir Moka, cotado por correligionários para ser o candidato do PMDB. “Meu projeto político é buscar a reeleição para o Senado. Mas, evidentemente, vou estar do lado dos meus companheiros que colocarem seus nomes à apreciação do eleitor em todo o Estado”, escreveu no Facebook.

(com Alberto Dias, Leonardo Rocha e Michel Faustino)

Bonito quer bombar com shows gringos no Carnaval
Bombando - Empresários estão investindo pesado no Carnaval de Bonito 2018. Além da celebridade internacional Paris Hilton, uma das atrações em negoci...
Fábrica planeja investimento de meio bilhão em porto
Projeto ambicioso – Depois de inaugurar mais uma unidade em Três Lagoas, ampliando a produção de celulose, a Fibria negocia com a ampliação da estrut...
MS cumpre "regra de ouro" na finança pública
Melhor que os outros – Existe uma máxima em finanças públicas de que os governos, para não cair em estado de insolvência, não devem custear despesas ...
Reinaldo diz que ação contra o crime não pode ser só no RJ
Mal gerido – Neste ano, o Ministério da Justiça e Segurança Pública gastou R$ 185,77 milhões do FNSP (Fundo Nacional de Segurança Pública), conforme ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions