A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Maio de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


13/08/2014 06:00

Vereador deixa de ser careca e fica mais bonito sem brigas com Bernal

Edivaldo Bitencourt

Bolso – O candidato a governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), foi o quarto no País a investir mais dinheiro do próprio bolso na campanha. Segundo o jornal Folha de S.Paulo, ele utilizou R$ 400 mil em recursos próprios. O que mais gastou foi Armando Monteiro (PTB), de Pernambuco, R$ 3,6 milhões.

Sertanejo – Azambuja gravou um vídeo para a campanha na TV que reúne os principais cantores sertanejos de Mato Grosso do Sul. O jingle é cantado por astros como Munhoz e Mariano, Loubet e Patrícia e Adriana.

Voluntários – O candidato tucano divulgou nota para ressaltar que a participação dos artistas no programa eleitoral é voluntária. Nenhum cantor sertanejo, conforme a assessoria, cobrou pela participação na campanha de Azambuja ao Governo.

Disfarce prático – Após ato do legislativo limitar a fixação de selos e cartazes alusivos a campanha eleitoral, a vereadora Thaís Helena (PT) recorreu ao blazer para esconder adesivo do candidato do seu partido. Ela afirmou que a finalidade foi se adaptar às novas regras.

Na cola – Pesquisas eleitorais devem constatar uma disputa acirrada pelo terceiro lugar na sucessão estadual em Mato Grosso do Sul. Outra tendência é a realização de segundo turno, o que justifica ainda mais a importância de ficar em segundo lugar.

Denúncias – O Tribunal Regional Eleitoral já recebeu 65 denúncias desde o início da campanha eleitoral. O maior número de irregularidades é no envio de mensagens eletrônicas, que só podem ser feitas com o aval do eleitor.

Multa – A Justiça Eleitoral promete aplicar multa de R$ 100 por cada mensagem enviada sem o aval do eleitor. Neste caso, a pessoa deve procurar o TRE e informar que não deseja receber nenhuma mensagem para votar em um ou outro candidato.

Preferida – Os candidatos a governador – Delcídio do Amaral, Reinaldo Azambuja e Nelson Trad Filho – priorizam Campo Grande nesta primeira fase da campanha eleitoral. A outra preferência, nesta primeira fase, é a gravação do programa eleitoral.

Exceção – Só Marco Antônio Monje (PSTU) e Evander Vendramini (PP) não estão priorizando Campo Grande. Devido a falta de recursos nesta etapa, eles só cumprem agenda, dia sim e no outro também, em Corumbá, onde residem.

Novo visual – O vereador Chocolate (PP) vive em uma ótima fase com o prefeito Gilmar Olarte. Ele participa de todos os eventos e recebe elogios públicos do chefe do Executivo. “Ele está cada vez mais bonito”, destacou Olarte, sobre o novo visual do vereador, que até deixou de ser careca após o fim das brigas com Alcides Bernal (PP).

(colaboraram Francisco Júnior, Kleber Clajus e Leonardo Rocha)

DEM e a disputa entre André e Reinaldo
Já escolhi - Sobre a declaração de Puccinelli que estaria "namorando" o DEM, o deputado Zé Teixeira fez brincadeira para dizer de qual lado da disput...
Maioria prefere Lava Jato à Copa do Mundo
Copa? – Pesquisa do Instituto Paraná mostra que, a menos de um mês do Mundial da Rússia, o brasileiro não está muito motivado com o assunto. A consul...
Ex-ministro não errou o “do Sul”, mas...
Gafe - O ex-ministro Henrique Meireles (MDB) em um dos diversos discursos no evento em Campo Grande neste sábado (19) confundiu Mato Grosso do Sul co...
PMs presos têm “festival de ações”
Conhecidos da justiça - Entre as duas dezenas de policiais militares de Mato Grosso do Sul presos esta semana por suspeita de facilitar a vida dos co...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions