A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


16/04/2015 06:00

Vereador estaciona na faixa amarela e vaga de deficiente

Edivaldo Bitencourt
Carro do vereador ficou o tempo todo em local proibido.Carro do vereador ficou o tempo todo em local proibido.

Mau exemplo – O médico e vereador Paulo Siufi (PMDB) deixou o carro estacionado, durante toda a manhã de ontem, em local proibido. Ao estacionar o veículo na Santa Casa, ele ignorou que o local era destinado a cadeirante e na faixa amarela. O detalhe é que ele estava com motorista.

Abacaxi – A crise no maior hospital do Estado continua indefinida. A Prefeitura mantém a proposta de só pagar 50% do valor necessário para a manutenção da Santa Casa. A solução provisória e definitiva vai depender do governador Reinaldo Azambuja.

Crise – Um dos argumentos usados pelo Ministério Público para questionar o cachê milionário pago ao cantor Michel Teló foi a crise econômica. A Prefeitura de Eldorado gastaria R$ 200 mil com o evento.

Polêmica – O Ministério da Saúde entrou em conflito com três estados. O órgão considera epidemia (fora de controle) a situação da dengue em Mato Grosso do Sul, Goiás e São Paulo. Os três estados descartam a epidemia. No Estado, a incidência é preocupante, já que está em 529 casos para cada grupo de 100 mil.

Cotado – O nome do deputado estadual Márcio Fernandes (PTdoB) continua bem cotado para ser o nome na disputa da sucessão do prefeito Gilmar Olarte (PP) em 2016. Vereadores concordam que ele vem conseguindo musculatura para liderar o grupo.

Menos – O vereador Otávio Trad (PTdoB) só avalia que a definição não pode ser precipitada. Na sua avaliação, o vereador Flavio Cesar não é carta fora do baralho. O presidente nacional do PTdB, Luís Tibe, avalia que o mais importante é que todos vão estar unidos em torno do candidato de consenso.

Diferenças – A festa para receber o governador do Rio Grande do Sul, Ivo Sartori, teve dois momentos na noite de terça-feira. Reinaldo Azambuja (PSDB) chegou em uma van e acompanhado de vários assessores. O antecessor, André Puccinelli (PMDB), chegou sozinho, criou aquele clima ao entrar no recinto.

Almoço - O governador de Santa Catarina Raimundo Colombo afirmou que poderia falar bastante durante a reunião do Codesul já que como aqui é uma hora antes de seu estado o pessoal não estava com fome. Ele mencionou esta situação porque o evento começou por volta do meio dia.

Experientes - O governador do Rio Grande do Sul Ivo Sartori afirmou que tanto ele como Reinaldo Azambuja teriam que conhecer melhor os projetos do Codesul já que estão em seu primeiro mandato. A situação é diferente dos governadores do Paraná e Santa Catarina que foram reeleitos e já tem bastante experiência neste conselho.

Prestígio - A primeira reunião do Codesul teve a participação de parlamentares e autoridades do estado, que até se revezaram na representação. A deputada Mara Caseiro por exemplo, estava representando a assembleia mas logo foi substituída por Junior Mochi, presidente do legislativo estadual que chegou após o evento ter começado.

(colaboraram Aline dos Santos, Leonardo Rocha e Kleber Clajus)

2018 será ano mais curto para o Legislativo
Três meses – Carnaval, Semana Santa, campanhas eleitorais, Copa... Tudo isso encurta 2018 para os trabalhos legislativos. A observação é de Fábio Tra...
Máfia do Cigarro passa quase livre nas estradas
Esquema antigo - A atuação da Máfia do Cigarro em Mato Grosso do Sul vem de décadas e, de tempos em tempos, surge uma nova denúncia envolvendo polici...
MS também tem "bunker" cheio de dinheiro
Versão tupiniquim - O “bunker”de Geddel Vieira, que escondeu R$ 51 milhões de propina, tem versão pantaneira. Paredes de apartamento de um político e...
Secretário torce e comemora venda da folha
Torcida - Parecia um jogo valendo título a forma como o secretário de Finanças e Planejamento de Campo Grande, Pedro Pedrossian Neto, acompanhava a a...


mas ele é vereador e qualquer policial que chegar perto irá ouvir a pergunta "sabe com quem esta falando?".
Vai usar sua assessoria de imprensa para criar uma justificativa ridícula para um ato ridículo.
 
Alex André de Souza em 16/04/2015 11:13:22
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions