A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 17 de Outubro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


16/04/2015 06:00

Vereador estaciona na faixa amarela e vaga de deficiente

Edivaldo Bitencourt
Carro do vereador ficou o tempo todo em local proibido.Carro do vereador ficou o tempo todo em local proibido.

Mau exemplo – O médico e vereador Paulo Siufi (PMDB) deixou o carro estacionado, durante toda a manhã de ontem, em local proibido. Ao estacionar o veículo na Santa Casa, ele ignorou que o local era destinado a cadeirante e na faixa amarela. O detalhe é que ele estava com motorista.

Abacaxi – A crise no maior hospital do Estado continua indefinida. A Prefeitura mantém a proposta de só pagar 50% do valor necessário para a manutenção da Santa Casa. A solução provisória e definitiva vai depender do governador Reinaldo Azambuja.

Crise – Um dos argumentos usados pelo Ministério Público para questionar o cachê milionário pago ao cantor Michel Teló foi a crise econômica. A Prefeitura de Eldorado gastaria R$ 200 mil com o evento.

Polêmica – O Ministério da Saúde entrou em conflito com três estados. O órgão considera epidemia (fora de controle) a situação da dengue em Mato Grosso do Sul, Goiás e São Paulo. Os três estados descartam a epidemia. No Estado, a incidência é preocupante, já que está em 529 casos para cada grupo de 100 mil.

Cotado – O nome do deputado estadual Márcio Fernandes (PTdoB) continua bem cotado para ser o nome na disputa da sucessão do prefeito Gilmar Olarte (PP) em 2016. Vereadores concordam que ele vem conseguindo musculatura para liderar o grupo.

Menos – O vereador Otávio Trad (PTdoB) só avalia que a definição não pode ser precipitada. Na sua avaliação, o vereador Flavio Cesar não é carta fora do baralho. O presidente nacional do PTdB, Luís Tibe, avalia que o mais importante é que todos vão estar unidos em torno do candidato de consenso.

Diferenças – A festa para receber o governador do Rio Grande do Sul, Ivo Sartori, teve dois momentos na noite de terça-feira. Reinaldo Azambuja (PSDB) chegou em uma van e acompanhado de vários assessores. O antecessor, André Puccinelli (PMDB), chegou sozinho, criou aquele clima ao entrar no recinto.

Almoço - O governador de Santa Catarina Raimundo Colombo afirmou que poderia falar bastante durante a reunião do Codesul já que como aqui é uma hora antes de seu estado o pessoal não estava com fome. Ele mencionou esta situação porque o evento começou por volta do meio dia.

Experientes - O governador do Rio Grande do Sul Ivo Sartori afirmou que tanto ele como Reinaldo Azambuja teriam que conhecer melhor os projetos do Codesul já que estão em seu primeiro mandato. A situação é diferente dos governadores do Paraná e Santa Catarina que foram reeleitos e já tem bastante experiência neste conselho.

Prestígio - A primeira reunião do Codesul teve a participação de parlamentares e autoridades do estado, que até se revezaram na representação. A deputada Mara Caseiro por exemplo, estava representando a assembleia mas logo foi substituída por Junior Mochi, presidente do legislativo estadual que chegou após o evento ter começado.

(colaboraram Aline dos Santos, Leonardo Rocha e Kleber Clajus)

Bonito quer bombar com shows gringos no Carnaval
Bombando - Empresários estão investindo pesado no Carnaval de Bonito 2018. Além da celebridade internacional Paris Hilton, uma das atrações em negoci...
Fábrica planeja investimento de meio bilhão em porto
Projeto ambicioso – Depois de inaugurar mais uma unidade em Três Lagoas, ampliando a produção de celulose, a Fibria negocia com a ampliação da estrut...
MS cumpre "regra de ouro" na finança pública
Melhor que os outros – Existe uma máxima em finanças públicas de que os governos, para não cair em estado de insolvência, não devem custear despesas ...
Reinaldo diz que ação contra o crime não pode ser só no RJ
Mal gerido – Neste ano, o Ministério da Justiça e Segurança Pública gastou R$ 185,77 milhões do FNSP (Fundo Nacional de Segurança Pública), conforme ...



mas ele é vereador e qualquer policial que chegar perto irá ouvir a pergunta "sabe com quem esta falando?".
Vai usar sua assessoria de imprensa para criar uma justificativa ridícula para um ato ridículo.
 
Alex André de Souza em 16/04/2015 11:13:22
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions