ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, QUARTA  03    CAMPO GRANDE 19º

Jogo Aberto

Vereadora erra na foto e no português em homenagem a gari

Por Ângela Kempfer, Anahi Zurutuza e Marta Ferreira | 18/05/2020 06:00
Postagem da vereadora Dharleng no Instagram, com erro na foto e na gramática.
Postagem da vereadora Dharleng no Instagram, com erro na foto e na gramática.

Falha dupla - A vereadora Dharleng Campos de Oliveira (MDB) resolveu homenagear o Dia do Gari (16), mas errou feio. Usou crase no lugar errado e escolheu uma foto de 2019, produzida pelo deputado João Henrique Catan (PL) em um caminhão de lixo, onde ele aparece com uniforme de funcionário da Solurb.

Sobrou 1 - Depois de alguns minutos nas redes sociais, a assessoria da vereadora deve ter sido avisada de trocou a foto, mas segue no ar o erro de português na mensagem, já que não ocorre crase antes do pronome de tratamento você.

Bem tratado – Até “pedreiro assassino” tem direito a pão com queijo e presunto. Durante escavações que revelaram 5 corpos em um mesmo dia, uma das fotos do serial killer Cleber Gonçalves ganhou comentários. Nela, ele aparece comendo sanduíche fornecido pelos policiais.

Se redimir – Depois de ser chamado de machista, o vereador Wellington Oliveira (PSDB) está tentando limpar a barra com a mulherada. Durante sessão na semana passada, resolveu homenagear em tribuna a Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher), pelo trabalho contra a violência doméstica.

Lembrança - Quando as medidas contra a covid-19 eram mais severas em Campo Grande, Wellington pediu a liberação dos salões de beleza, alegando que “não há marido que aguente mulher sem fazer sobrancelha, unha e cabelo”.

Sem assunto - O prefeito Marquinhos Trad, felizmente, anda sem muito o que falar nas lives sobre o coronavírus. Enquanto cidades no interior registram a maioria dos casos da covi-19 em Mato Grosso do Sul, Campo Grande tem apenas 1, 2 casos confirmados nos últimos dias. Por isso, ele aproveita o bate-papo com a população para falar de Deus.

Orando - “Deus tenha misericórdia, tenha piedade de Campo Grande. Estamos arrependidos e nós estamos buscando o senhor para provar a todo o planeta que, evocando seu nome, há salvação”, disse na live de sábado. Ele mandou mensagem para todas as religiões, pediu para que as pessoas dobrem os joelhos e garantiu: “Deus ama até o ateu”.

Cientista - Por outro lado, falou do poder da ciência, criticando quem ainda reclama das regras de isolamento social que restam na cidade. Marquinhos diz tudo é “autorizado pela ciência, não pelo prefeito. Ninguém aqui está fabricando obrigações”, comentou.

Meteorologista - Ele também chamou atenção dos pais. “Para a gente que tem 4 filhas...qualquer rouquidão já imagina que é o coronavírus. Por isso, por favor: prevenção. Esse sol forte durante o dia pode ser traiçoeiro, mas na hora que chega 18h e 19h é impressionante o vento frio. Por favor mães, coloquem os filhos dentro de casa”, pediu

Morde assopra - Depois de contaminação de 1 indígena em unidade da JBS, que transmitiu o coranvirus para mais 14, o frigorífico doou jogos de toalhas, mantas, lençóis, álcool líquido e em gel, máscaras descartáveis e cestas básicas para a Secretaria de Saúde de Dourados, para repasse ao Hospital da Missão Caiuá.