A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 21 de Maio de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


17/01/2013 06:00

Vingança de ex

Nos últimos meses, a coluna tem recebido uma espécie sui generis de "denúncia": de ex-mulheres de servidores estaduais que pedem apuração do que consideram ato gravíssimo. Elas pedem investigação do Poder Público envolvendo o fato de seus ex-companheiros terem relacionamentos fora do casamento, com companheiras de trabalho. Para elas, o servidor envolvido merece punição exemplar.

Envolvidos
Uma das denúncias chegou à redação na época de campanha e envolvia um candidato a vereador, que não se elegeu. A esposa traída mandou até um DVD, com e-mails comprometedores trocados entre o casal. Uma outra denúncia chegou esta semana, dizendo quem novo casal que trabalha em um órgão público "toca o terror" perseguindo colegas.

Desprotegido
Liberado do Centro de Controle de Zoonoses por determinação judicial, o cão Scooby, que virou pivô da polêmica sobre o tratamento da leishmaniose em cães, deixou o local exposto a uma outra doença, a erliquiose canina, que pode até matar o animal. 

Por quê?
Scooby deixou o CCZ com carrapatos e sem a coleira contra os parasitas. O carrapato é um risco também para o homem, por ser transmissor da febre maculosa.

Interessante
Um especialista fez uma análise, à coluna, sobre a nomenclatura de uma das secretarias da Prefeitura de Campo Grande desde a gestão do prefeito Nelsinho Trad. Ele chamou atenção sobre a disposição da Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano). Segundo ele, a natureza da pasta é contraditória.

Explicação
Isso porque, conforme avalia, desenvolvimento urbano e meio ambiente são áreas antagônicas. “Muitas vezes, pelo desenvolvimento da cidade, a Prefeitura abre mão do meio ambiente”.

Nem sempre foi assim
No primeiro mandato de Nelsinho, as secretarias funcionavam em duas pastas de forma separada: Semur e Semad. Para o especialista, atualmente, na Semadur, o setor de desenvolvimento urbano é bem mais eficiente do que o de meio ambiente.

Camisa 15
Ao assinar ontem liberação de verbas para o campeonato estadual de futebol, o governador André Puccinelli (PMDB), ganhou camisetas de clubes do Estado. A maioria tinha o nome do governador e número do partido dele nas costas.

Aposta
Puccineli brincou durante a reunião, dizendo que que o representante dos times que conseguisse fazer maior número de embaixadinhas ganharia mais dinheiro para o clube. O recorde pessoal, comentou, é de 10 embaixadas na sequência.

Missão impossível?
O vereador Marcos Alex, do PT, assume hoje vaga na Câmara de Vereadores e já chega como líder do prefeito. Chega também com a difícil tarefa de apaziguar o clima entre o prefeito Alcides Bernal e os vereadores

 

 

Ex-ministro não errou o “do Sul”, mas...
Gafe - O ex-ministro Henrique Meireles (MDB) em um dos diversos discursos no evento em Campo Grande neste sábado (19) confundiu Mato Grosso do Sul co...
PMs presos têm “festival de ações”
Conhecidos da justiça - Entre as duas dezenas de policiais militares de Mato Grosso do Sul presos esta semana por suspeita de facilitar a vida dos co...
O entrave no cadastro de pedófilos
Entrave burocrático – Autor do projeto de lei que criou o cadastro de pedófilos em Mato Grosso do Sul, o ex-deputado estadual Carlos Alberto David, d...
Assembleia agora tem 8 "independentes"
Mais uma – Depois de votar com o governo por três anos e meio, a deputada estadual Grazielle Machado(PSD) anunciou que agora será “independente”, ass...


Sobre a Semadur, até eu que sou economiária ou seja, em não sendo íntima do universo ambiental, como o especialista acima, já sabia que a fusão da Semades e Semur não daria certo. Mas até poderia, se a pasta tivesse um titular eficiente com um adjunto colaborador e uma equipe menos estrela.
 
Cattarina Martins em 17/01/2013 20:07:29
Em que peso todo respeito que eu deva ter para com o especialista, devo dizer que tenho opinião contraria, já que hoje, pelas resoluções da ECO 92 e RIO+20 , meio ambiente e desenvolvimento ,não podem mais serem considerados como áreas antagônicas, pelo contrário, elas devem caminhar juntas para garantir a SUSTENTABILIDADE.
"Desenvolvimento sustentável é aquele capaz de suprir as necessidades da geração atual, sem comprometer a capacidade de atender as necessidades das futuras gerações". Esta é a definição dada ao desenvolvimento sustentável, pela Comissão Mundial Sobre Meio Ambiente.
 
Alicio Mendes em 17/01/2013 11:18:42
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions