ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, DOMINGO  25    CAMPO GRANDE 32º

Arquitetura

Aristides mantém amor de 62 anos em 'fazendinha' com estúdio de rádio

Aos 8 anos, Aristides se apaixonou por rádios e desde então decidiu que não abandonaria a profissão

Por Aletheya Alves | 06/12/2023 07:11
Aristides criou estúdio para rádio web em "fazendinha" na Vila Bandeirantes. (Foto: Alex Machado)
Aristides criou estúdio para rádio web em "fazendinha" na Vila Bandeirantes. (Foto: Alex Machado)

Nos fundos do quintal cheio de árvores, Aristides Cordeiro se orgulha em dizer que a casa na Vila Bandeirantes é a “Fazendinha da Tribuna do Pantanal”. Ali, aos 70 anos, ele mantém o amor por rádios que começou quando era um menino de 8.

“Eu cresci e fui mal criado em Ponta Porã. Lá, eu ficava na lateral do campo de futebol narrando os jogos até que o responsável por um dos times me viu e perguntou se eu queria fazer aquilo direito”, introduz o apresentador sobre sua história com os microfones. Na época, Aristides ganhou um gravador e, desde então, não parou mais.

Apaixonado também por futebol, ele explica que o amor se direcionava aos jogos e à narração. Tanto é que, como detalha, até jogador ele se tornou e veio para Campo Grande atuar na área.

Casa nos fundos de longo quintal guarda a paixão do radialista amador. (Foto: Alex Machado)
Casa nos fundos de longo quintal guarda a paixão do radialista amador. (Foto: Alex Machado)
Espaço criado por ele recebe convidados durante programação semanal. (Foto: Alex Machado)
Espaço criado por ele recebe convidados durante programação semanal. (Foto: Alex Machado)

Deixando de lado sua narrativa como jogador, ele se concentra em dizer que o que permaneceu foi o gosto por rádio. “Eu enjoei de futebol, mas rádio eu nunca parei. Essa rádio que tenho aqui já tem mais de 20 anos, mas comecei com ela sendo comunitária e não web rádio”.

Já tendo passado por diversos endereços para trabalhar narrando, o atual surpreende quem chega por ser um composto por árvores e uma casa que nada se parece com estúdios. “Quando vim para Campo Grande, estava uma febre de rádio comunitária. Qualquer um abria a sua e falava que era rádio comunitária, aí trabalhei em duas e depois decidi abrir a minha”, diz.

Aristides comenta que seguiu essa lógica, mas após ter seus equipamentos apreendidos por não se encaixarem na regulamentação das rádios comunitárias, migrou para o sistema online.

“Surgiu também tudo indo para a internet e ficavam me falando para fazer isso. Foi assim que criei a Tribuna e ela segue até hoje”, comenta Aristides.

Brincando que a voz não é das mais tradicionais, o apresentador justifica que os anos de trabalho fizeram com que ele tivesse conhecimento suficiente para continuar. E, nem aos 70 anos, ele pensa em abandonar o barco.

“Sendo sincero, não sei o motivo de não ter abandonado até hoje. A rádio sempre foi um hobby e continua sendo até hoje, acho que por isso gosto tanto. Não é uma coisa para eu ficar rico”, comenta Aristides.

Sobre o atual endereço do trabalho, ele diz que está ali há cerca de três meses e, por isso, o ambiente ainda está em fase de ajustes. Em um dos quartos, a ideia é que seja implementado seu escritório, enquanto no outro já há o estúdio.

Com isolamento feito com cartelas de ovos, o apresentador entra na sala diariamente. “Entro aqui, sento e faço os programas. A rádio é 24 horas, mas a gente tem programação ao vivo também”.

E, completando sobre seu amor, ele brinca que nem as diversas mudanças fizeram com que a paixão acabasse. “É o que eu gosto de fazer. Acho interessante que as pessoas saibam como que as coisas começaram e eu fui os dos primeiros a ter a rádio web”, completa. 

Confira a galeria de imagens:

  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News

Acompanhe o Lado B no Instagram @ladobcgoficial, Facebook e Twitter. Tem pauta para sugerir? Mande nas redes sociais ou no Direto das Ruas através do WhatsApp (67) 99669-9563 (chame aqui).

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News.

Siga o Lado B no WhatsApp, um canal para quebrar a rotina do jornalismo de MS! Clique aqui para acessar o canal do Lado B.

Nos siga no Google Notícias