ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, DOMINGO  25    CAMPO GRANDE 29º

Arquitetura

Arquitetos e engenheiros se unem para reconstruir casas e buscam ajuda material

Dezesseis profissionais produziram o projeto e agora buscam parceiros para doação de materiais de construção

Por Danielle Valentim | 29/01/2020 06:23
Essa é a casa escolhida. Projeto planeja dois quartos, sala com cozinha integrada, banheiro, lavanderia e uma varanda. (Foto: Arquivo Pessoal)
Essa é a casa escolhida. Projeto planeja dois quartos, sala com cozinha integrada, banheiro, lavanderia e uma varanda. (Foto: Arquivo Pessoal)

Proporcionar moradia digna a famílias carentes é o primeiro objetivo do projeto Reconstruir do Bem, que reúne 16 arquitetos e engenheiros de Campo Grande. A primeira casa a ser reerguida desde o alicerce está localizada no Bairro Noroeste e abriga uma mãe solo e três filhos pequenos. Com o projeto do novo imóvel pronto, o grupo agora busca voluntários para ajudar com a doação de materiais de construção e com mão de obra.

Os profissionais entram com o conhecimento técnico, elaboram um projeto e com a ajuda de voluntários erguem a nova estrutura a quem sobrevive em condições desumanas. O projeto é uma iniciativa da acadêmica de Arquitetura e Urbanismo Alana Ricartes Taveira, de 24 anos.

“Sempre tive essa influência dentro de casa e como eu sou estudante de Arquitetura resolvi fazer algo na minha área. A gente vê a desigualdade social por toda a parte e decidimos ajudar”, frisa.

Quarto e sala do barraco. Tudo é adaptado.
Quarto e sala do barraco. Tudo é adaptado.
Mãe e três filhos moram na casa.
Mãe e três filhos moram na casa.

Alana pontua que essa foi a primeira família escolhida, mas há outras para serem visitadas. “Raisa perdeu a casa. Ela vive com os filhos sem água encanada e sem energia elétrica. Vamos reerguer do alicerce. Antes de iniciar um novo projeto, vamos finalizar esse, pois as famílias ficam muito esperançosas. No mesmo bairro chegamos a ajudar moradores de outra casa com materiais, pois lá já tinha quem construísse”, explica Alana.

As arrecadações seguem até conseguir o último material necessário. O projeto elaborado pelo grupo conta com dois quartos, uma sala com cozinha integrada, banheiro, lavanderia e uma varanda.

Banheiro improvisado.
Banheiro improvisado.
Armário da pequena cozinha.
Armário da pequena cozinha.

A engenheira Isabella dos Reis Hora foi uma das convidadas a participar. “Ela convidou engenheiros e arquitetos para fazer parte e nós damos o nosso conhecimento técnico. Nós fazemos toda a avaliação, levantamos o que precisa e o que terá de ser feito”, ressalta Isabella.

As doações podem ser feitas tanto em dinheiro como em materiais, mobiliário, parte elétrica e sanitária. Neste momento, o Reconstruir do Bem precisa de:

Vedação e Revestimento
Bloco Cerâmico 8 furos (9x19x19cm) (45,11m²)
Chapa de Compensado Naval (51,97m²)
Bolsa de Cimento
Argamassa
Piso Cerâmico

Hidráulica
Tubo de PVC 25mm (24m²)
Joelho 90° PVC 25mm (2 unidades)
Adaptador Soldável Curto Bolsa e Rosca (2 unidades)
Tê soldável 25mm x ½ (4 unidades)
Registro de Pressão Bruto ¾ (1 unidade)
Registro de gaveta 11/2 (1 unidade)

Louças e equipamentos
Vaso sanitário (1 unidade)
Pia com coluna para banheiro (1 unidade)
chuveiro (1 unidade)
tanque (1 unidade)

Esgoto
Caixa sifonada (1 unidade)
Joelho 90° PVC 50mm ou 100mm (8 unidades)
Tubo de PVC 50mm ou 100mm (24m²)
Ralo para banheiro (1 unidade)

Cobertura
Telha Fibrocimento 6mm(44,33m²)
Vigas e Terças de madeira
Calha de beiral 125 mm (6,82 m)
Rufo aço nº 24 (8 m)

Informações para doações podem ser obtidas pelo WhatsApp: (67) 9-9182-2772 (Isabella) e também: 9-9674-6685 (Alana). 

Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563. (chame agora mesmo)

Curta o Lado B no Facebook e Instagram.

Outro ângulo da casa.
Outro ângulo da casa.
Esse é o projeto.
Esse é o projeto.
Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário