A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

27/04/2017 08:05

Com memórias e rendados, artista plástica produz bonecas e cubas exclusivas

Thailla Torres
Andrea também na produção das bonecas, sua marca registrada. (Foto: Arquivo Pessoal)Andrea também na produção das bonecas, sua marca registrada. (Foto: Arquivo Pessoal)

Quando a designer de interiores Andréa Lacet teve o primeiro contato com a argila, sua arte tomou novos rumos. A artista plástica conhecida pelas bonecas "peruas" feitas de cerâmica esmaltada, tem um trabalho de encantar em qualquer canto da casa.

Agora, um dos projetos a despertar interesse pela delicadeza e originalidade é a criação de cubas de banheiro, feitas de cerâmica, mas com um rendado que vem da infância de Andréa. Nas mãos dela, das bonecas às cubas, cada peça ganha uma história cheia de personalidade, sempre com cores e texturas exclusivas.

 

As cubas são feitas sob encomenda.As cubas são feitas sob encomenda.

Nascida no Nordeste, Andréa chegou em Mato Grosso do Sul adolescente. Formou-se em Design de Interiores e o gosto pelas artes plásticas surgiu em 1996, quando se apaixonou por trabalhos feitos na argila. "Passei a fazer cursos de desenhos e pinturas, mas foram as formas que a argila permite que despertaram a vontade de trabalhar com ela. Passei a fazer esculturas que hoje são meu carro-chefe", conta.

Seus primeiros produtos foram as peruas de cerâmica. São bonecas personalizadas e com características bem peculiares. Cada uma tem um pouco da personalidade da dona.

Depois de investir nelas, Andréa passou a trabalhar em objetos que se adequassem aos ambientes que gosta de trabalhar. "Como design eu gosto muito de lugares que muitas vezes são feitos com mais simplicidade. O banheiro é um desses. Eu queria produtos diferentes, mas eu nunca encontrava no mercado, por isso comecei a fazer", detalha.

As cubas são diferentes pela cor, textura e formato. "É um processo totalmente artesanal. Primeiro faço a modelagem e a peça vai para um processo de secagem numa temperatura de mil graus. A cuba fica na cor natural da argila e depois desse processo é feita a esmaltação onde são aplicadas cores e texturas diferentes", explica.

Para dar um toque pessoal, Andrea utiliza renda para fazer os desenhos. "Herdei o gosto pelas rendas da minha avó. Então, a maioria das peças são feitas com ela. Quando a cuba está num ponto em que é possível manusear sem danificar a peça, a renda é aplicada para ganhar essa textura".

Cada cuba custa entre R$ 250,00 e R$ 1 mil. "Vai depender exclusivamente do tamanho e do formato", explica. 

E por mais que a encomenda seja igual, as peças são sempre originais. "É algo que ninguém vai ter igual, porque quando o esmalte vai para o forno, é sempre uma surpresa, cada uma reage de uma maneira às temperaturas", diz a artista.

O trabalho só é feito sob encomenda e demora cerca de 30 dias para ficar pronto. Em Campo Grande, as cubas são vendidas na loja Paralela, que fica na Avenida Capital, 282, Vila Rica.

Curta o Lado B no Facebook.

Detalhe do desenho feito com a renda. Detalhe do desenho feito com a renda.


imagem transparente

Classificados


Copyright © 2017 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.