A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Junho de 2019

27/05/2019 06:48

Na companhia dos gatos e das plantas, Bruna levou quintal para dentro do apê

Em 60 m², Bruna deu jeitinho de levar natureza para dentro de apartamento usando plantas suspensas e papel de parede

Thailla Torres
Gatos são estrelas no apê cheio de personalidade de Bruna. (Foto: Bruna Fernandes)Gatos são estrelas no apê cheio de personalidade de Bruna. (Foto: Bruna Fernandes)

Pensar espaços faz parte da rotina diária de Bruna Fernandes há bastante tempo. A empresária, que é dona de duas lojas na cidade, cheias de cores e personalidade, se deixa levar pela ideia de dar cara a qualquer ambiente conforme a intuição. Por isso, em seu apartamento, o destaque não é apenas pela parede colorida, mas pela oportunidade de ser o próprio “decorador” com tudo aquilo que você adora.

Quando Bruna chegou ao apê, de aproximadamente 60 m², localizado na Mata do Jacinto, encontrou o imóvel branquinho, sem nada que fosse “sua cara”. À época, ela morava com os pais e resolveu não ter pressa para mudar, justamente para poder dar um novo toque à casa sem esbanjar, com tudo escolhido por ela.“Fui reformando aos poucos, cada coisa de uma vez e dentro do meu orçamento. De reforma mesmo, que exigiu tempo, foram apenas os armários planejados na cozinha e banheiro”, destaca.

Marcenaria foi desenhada por ela. (Foto: Bruna Fernandes)Marcenaria foi desenhada por ela. (Foto: Bruna Fernandes)
Parede colorida e plantinhas pela sala trazem clima de quintal. (Foto: Bruna Fernandes)Parede colorida e plantinhas pela sala trazem clima de quintal. (Foto: Bruna Fernandes)
Bruna fez uma mistura do papel de parede com itens de decoração. (Foto: Bruna Fernandes)Bruna fez uma mistura do papel de parede com itens de decoração. (Foto: Bruna Fernandes)

E olha que nem contratando marcenaria Bruna quis abrir mão de fazer o próprio projeto. Antes mesmo de pegar a chave, ela acessou a planta do apartamento no site da construtora e foi desenhando tudo o que queria. “Fui montando a disposição das coisas no Photoshop”, diz.

O apreço pelas cores e a decoração não é de hoje, conta. “Fui pegando esse gosto depois que abri meu brechó, o que me permitiu ousar bastante, inventar coisas, trocar coisas de lugar”.

Longe dos padrões e das tendências, Bruna diz não ter medo de ousar. “Até me inspirei um pouco no meu brechó pra fazer a decoração do apê, misturando estampas e cores, papel de parede, tecidos, madeiras e plantas. Fiz no estilo faça você mesmo. Por ser minha casa queria que tivesse minha essência e não a de outra pessoa”.

Ao entrar no apartamento, além da parede amarela, é a marcenaria em tons quentes que trazem o aconchego para o lar de Bruna. A cozinha é aberta para sala com um balcão entre os dois ambientes e três lustres de alumínio batido em cima. “Lembro que comprei esses lustres antes mesmo de começar a reforma. Encontrei à venda, enlouqueci, e já pensei na arquitetura da cozinha que se encaixasse nele, e não o contrário”.

Foi Bruna quem desenhou a cozinha e os armários. “Do jeito que eu queria, para encaixar tudo com a decoração que eu estava pensando, incluindo os lustres de alumínio. Por isso, o charme da cozinha é esse balcão com os lustres em cima, e o teto de madeira”, descreve.

Os itens visíveis deixam claro a personalidade da proprietária. (Foto: Bruna Fernandes)Os itens visíveis deixam claro a personalidade da proprietária. (Foto: Bruna Fernandes)
Papel de parede e plantas suspensas foram soluções para ter natureza em casa. (Foto: Bruna Fernandes)Papel de parede e plantas suspensas foram soluções para ter natureza em casa. (Foto: Bruna Fernandes)
om diversos itens de decoração, Bruna prioriza muito peça de artistas locais. (Foto: Bruna Fernandes)om diversos itens de decoração, Bruna prioriza muito peça de artistas locais. (Foto: Bruna Fernandes)

A sala pequena de frente para a sacada também é bastante convidativa. A boa entrada de luz natural e a varanda ‘não-gourmet’ são fatores positivos para Bruna trazer a natureza para dentro de casa. “Pude colocar papel de parede com desenhos de galhos e plantas, dos dois lados, como forma de me sentir um pouco menos “presa”. Também pendurei vasos de plantas na parede, suspensas. Quando estou deitada no sofá e olhando para sacada, o céu azul, as plantas penduradas e o papel de parede com galhos, me sinto em um quintal”.

A sala de TV é o lugar preferido. Talvez o cantinho mais colorido da casa. Tem uma estante de prateleiras brancas com madeira, onde fica a TV, uma vitrola, vinil e os livros, de fundo para uma parede amarelo canário. “No sofá, uma manta com estampa indiana preto e branco e almofadas coloridas, e várias plantas em volta do sofá, na estante e no chão. Na sacada ainda ficam algumas hortaliças, duas cadeirinhas de ferro, e claro, a caixinha de areia dos gatos”.

Aliás, não há como negar que são os gatos Tequila, Sal e Catu as estrelas da casa. Por onde Bruna passa ou fotografa, lá estão eles. São partes móveis da decoração que trazem harmonia e carinho ao lar da dona.

Com diversos itens de decoração, Bruna prioriza muito peça de artistas locais. Tem as esculturas de papel machê da Sarah Caires, vasinhos com plantinhas pintados à mão da Parmelitas, ilustrações da Carol Capellani, Bi Miura, Isadora Yule, Lina Anunciação, e os pendentes de plantas da Verdelícias.

Há também bastante decoração com elementos indianos, caixinhas, porta-retratos e canecas, itens que provam que uma decoração pode ser intuitiva e cheia de personalidade. “Uso bastante caneca como decoração, e os meus livros acabaram virando decoração também. Tenho uma vitrola de maleta antiga, da Philips, não está funcionando, mas acabou fazendo parte do apê”.

Curta o Lado B no Facebook e Instagram.

E na companhia dos gatos, o lar fica ainda mais acolhedor. (Foto: Bruna Fernandes)E na companhia dos gatos, o lar fica ainda mais acolhedor. (Foto: Bruna Fernandes)


imagem transparente

Classificados


Copyright © 2019 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.