A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 24 de Julho de 2019

26/06/2019 07:52

Sem peças repetidas, Emília tem casa com mais de 800 anjos trazidos de 22 países

Com querubins feitos de urano e até com couro de camelo, coleção é formada exclusivamente por presentes de amigos e familiares

Danielle Valentim
Emília exibe prateleiras recheadas com mais de 800 anjinhos. (Foto: Kísie Ainoã)Emília exibe prateleiras recheadas com mais de 800 anjinhos. (Foto: Kísie Ainoã)

Um acervo formado exclusivamente por presentes. A colecionadora Emília Pistori, de 69 anos, costuma dizer que tem mais de 800 amigos. A sala que tem um céu pintado do teto virou casa para centenas de anjos trazidos de todos os estados brasileiros e de mais de 20 países.

Emília conta que a reunião de peças começou há dez anos, quando uma amiga a presentou com um casal de anjinhos. O segundo item a compor as prateleiras foi comprado por um dos filhos e, a partir daí, nunca mais parou de ganhar os objetivos decorativos.

“Quando ganhei o primeiro anjinho há dez anos, meu filho me presenteou com o segundo. A partir daí, nunca mais parei. Fui subindo as prateleiras. Cada amiga que viaja ou meus filhos também trazem. Às vezes meus filhos reclamam que não conseguem achar anjinhos, como foi o caso do Egito, que ele só conseguiu o quadro de anjo. Eu costumo dizer que tenho mais de 800 amigos. Porque a pessoa tem que ser amigo para presentear”, disse.

Primeira peça ganhada há cerca de 10 anos. (Foto: Kísie Ainoã)Primeira peça ganhada há cerca de 10 anos. (Foto: Kísie Ainoã)
Quadro de anjo feito com couro de camelo, trazido de Cairo, no Egito. (Foto: Kísie Ainoã)Quadro de anjo feito com couro de camelo, trazido de Cairo, no Egito. (Foto: Kísie Ainoã)

Organizados por tamanho, os pequenos sobre as prateleiras e os grandes ao chão, Emília se lembra de cada ocasião, inclusive da inexistência de peças com personagens negros para comprar. A coleção conta com um feito sob encomenda. “Quando comecei a coleção eu não via anjo negro. Aí, um casal de amigos que estava em viagem em Corumbá encomendou um anjinho negro”, lembra.

Além de materiais como gesso, louça e lata, artesãs presenteiam Emília com anjos de crochê e pano. Uma peça vinda da Itália é considerada a mais cara, por ter sido feita de urano. Entre tantos presentes, um leva o nome de “Anjo da Amizade” e surgiu de um sonho de Emília. A produção saiu das mãos do cunhado, o artesão Moacir Pistori, que, em princípio, só trabalhava com quadros.

“Na época todas as pessoas que chegavam aqui tiravam fotos com o anjo. Eu contei para ele e foi esculpindo e me mostrando. Ele terminou em uma semana e ele só faz tela, nunca tinha feito uma escultura”, conta.

Anjo da Amizade feito por Moacir Pistori. (Foto: Kísie Ainoã)Anjo da Amizade feito por Moacir Pistori. (Foto: Kísie Ainoã)
Peça vinda da Itália é considerada a mais cara, por ter sido feita de urano. (Foto: Kísie Ainoã)Peça vinda da Itália é considerada a mais cara, por ter sido feita de urano. (Foto: Kísie Ainoã)

Cada peça traz uma bagagem de história, uma delas pertenceu a uma amiga. “Minha amiga comprou quando o filho dela tinha 10 anos. Ela faleceu e o filho me deu de presente. A asa e a mão já estavam quebradas, mas encontrei um restaurador para recuperar”, conta.

Os países são Itália, Portugal, França, África do Sul, Alemanha, Chile, Peru, Paraguai, Espanha, México, Egito, Bolívia, Estados Unidos, Equador, Japão, Áustria, Suíça, Polônia, Hungria, Noruega, Grécia e Escócia. As mais de 800 peças até podem se assemelhar, mas algum detalhe difere uma da outra.

“Uma amiga trouxe um anjo da Itália e outra pessoa a Portugal, eles são iguais na semelhança, mas o de Portugal é uma miniatura. Eles sempre se diferem, às vezes acontecem de trazer o mesmo anjo, mas em outra cor. Cada uma também tem sua particularidade, como peça sem cabeça, da Grécia, e um anjo no corpo de um elefante vindo da Escócia. Eu ainda tenho que parar para agradecer. Eu acho assim demais estar no lugar passeando e parar para comprar um anjo”, conta.

Curta o Lado B no Facebook e Instagram.

Cada uma também tem sua particularidade, como peça sem cabeça, da Grécia. (Foto: Kísie Ainoã)Cada uma também tem sua particularidade, como peça sem cabeça, da Grécia. (Foto: Kísie Ainoã)
Peça da Itália à esquerda e peça de Portugal à direita. (Foto: Kísie Ainoã)Peça da Itália à esquerda e peça de Portugal à direita. (Foto: Kísie Ainoã)
Céu e estrelas pintados no teto da sala. (Foto: Kísie Ainoã)Céu e estrelas pintados no teto da sala. (Foto: Kísie Ainoã)

imagem transparente

Classificados


Copyright © 2019 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.