ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, TERÇA  18    CAMPO GRANDE 32º

Artes

Cantor Eduardo Costa é denunciado por estelionato na compra de mansão

Sertanejo ofereceu imóvel que é alvo de processo de reintegração de posse desde 2012

Por Ângela Kempfer | 30/11/2021 09:55
Foto de Eduardo Costa postada no Instagram do cantor.
Foto de Eduardo Costa postada no Instagram do cantor.

O Ministério Público do Estado de Minas Gerais denunciou o cantor Eduardo Costa por estelionato. Outro acusado é o cunhado do sertanejo, o empresário Gustavo Caetano da Silva, sócio do artista na empresa EC13 Produções.

A promotoria quer a condenação e reparação de danos, denunciando os dois de ludibriarem o comprador de um imóvel no valor de R$ 10 milhões. No contrato de compromisso de compra de um mansão, no distrito de Capitólio (MG), parte do valor foi permutada com outro imóvel, avaliado em R$ 5.625.000,00. A diferença seria paga com uma lancha, uma carro de luxo e uma moto aquática.

No entanto, apesar do cantor afirmar no contrato que o bem ofertado "estaria livre e desimpedido de quaisquer ônus", ele omitiu que está em andamento um processo de reintegração de posse desde 2012, e também ação pública desde 2013, porque o imóvel esta em área de preservação permanente. 

À imprensa nacional, Eduardo Costa disse que não vai falar sobre o assunto.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário