ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, DOMINGO  16    CAMPO GRANDE 23º

Artes

Com dinheiro do próprio bolso, cena pop autoral cria superproduções

Artistas bancam produções de clipes elaborados, que não deixam a desejar se comparadas com vídeos nacionais

Por Bárbara Cavalcanti | 30/11/2021 07:31
Ricke nos bastidores do clipe de Mania Perigosa. (Foto: Reprodução Redes Sociais)
Ricke nos bastidores do clipe de Mania Perigosa. (Foto: Reprodução Redes Sociais)

A música pop de Mato Grosso do Sul está crescendo. E ninguém mais vai para fora do Estado para conseguir uma superprodução. A cena independente se mobiliza e artistas tiram dinheiro do próprio bolso para as gravações, com equipe e produtores locais. A divulgação acontece majoritariamente nas redes sociais.  Aqui no Lado B, esses artistas já apareceram, mas já estão com clipes novos.

O que impressiona também é a faixa etária: a maioria tem entre 20 e 30 anos. Além disso, a música também não é ainda o ganha pão principal. São empregos como professor, publicitário ou até atendentes, que pagam as contas e, no caso, também os clipes.

Entre os nomes, há artistas que já apareceram aqui no Lado B, como Júlio Ruschel, Miss Violência, Dany Cristine e Karla Coronel. O cantor Ricke comenta que os artistas não se acanham em investir em um portfólio próprio.

“O esforço é em conseguir fazer algo já aqui mesmo, não esperar ir para fora. E com uma produção de qualidade, que está tendo aqui no Estado. Tem gente que pergunta sobre alguns clipes, se eles foram feitos em São Paulo, mas não, estamos conseguindo fazer por aqui”, declara.

Um dos talentos na área de edição e direção é o publicitário Ruan Caballero, de 24 anos. Alguns dos clipes que ele dirigiu já apareceram aqui no Lado B, como “Sigilo”, de Ruschel e Miss Violência ou “General”, do próprio Ricke.

Gravações do clipe da música Lembra de Mim, de Dany Cristine. (Foto: Reprodução Redes Sociais)
Gravações do clipe da música Lembra de Mim, de Dany Cristine. (Foto: Reprodução Redes Sociais)

“Eu sempre fui apaixonado por audiovisual, desde pequeno, fazia “curtas” com um celular. Quando fui crescendo, aprendi a mexer com edição por conta própria, vendo tutoriais, sempre sabia o que eu queria fazer e depois aprendia. Depois, me especializei em edição de vídeo e animação em motion e logo depois, a fazer a produção como um todo”, explica sobre sua trajetória.

Sobre o mercado autoral, comenta que o desenvolvimento está acontecendo de forma gradual e que a resposta do público influencia.

“O mercado está se desenvolvendo bastante, e eu fico muito feliz com isso, pois os artistas começam a investir mais em produções maiores, porque o público quer consumir isso. Acredito que parte importante desse crescimento do mercado audiovisual se deve ao público, nós todos trabalhamos para as pessoas e se eles consomem, a gente produz mais e mais e, claro, com muito mais qualidade”, comenta.

Confira abaixo clipes que lançaram recentemente e que são uma amostra da cena pop de Mato Grosso do Sul:

1 - Mais Um - Dany Cristine 

A música lançada no mês passado já tem mais de 22 mil visualizações. O clipe, inclusive, é o TCC da graduação de Dany para o curso de Arquitetura e Urbanismo. A produção é de Rafael Duarte.

2 - Mania Perigosa - Ricke 

O pop dançante todo coreografado também lançado mês passado foi feito para a balada. O clipe foi produzido por Ruan Caballero.

Curta o Lado B no Facebook. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário